A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Motos Zero a 300

A história das motos BMW, parte 2: a quase falência, a recuperação e a volta como uma das maiores do mundo

A BMW pode ser uma das fabricantes mais adoradas pelos entusiastas por seus carros, mas não foi com os carros que eles começaram: primeiro vieram os motores de avião e depois, as motos. E foi graças a seu sucesso com as motos que a BMW foi capaz de fabricar carros. Então, os fãs dos carros da BMW devem muito às motos da BMW. E foi por isso que decidimos contar a história da BMW Motorrad, a divisão motociclística da BMW, no FlatOut. A primeira parte desta história você confere aqui. A segunda, você confere agora! Depois da Segunda Guerra Mundial, não havia sobrado nada da BMW. Quer dizer: depois do conflito, com a Alemanha dividida em duas, havia a fábrica de Eisenach, parcialmente destruída e controlada pela Alemanha Oriental. Eventualmente, em 1948, a BMW "de lá" foi rebatizada como EMW (Eisenachen Motoren Werke), com um emblema bem parecido com o utilizado pela BMW, só que vermelho. Não durou muito temp

Matérias relacionadas

A origem da origem do Fusca: como um engenheiro judeu pode ter ajudado a criar o “carro do povo”

Dalmo Hernandes

A nova Ferrari F8 Tributo de 720 cv, Audi RS4 Avant lançada no Brasil, o preço do Jetta GLI 2.0 e mais!

Um belo BMW 535i E34, um raro Golf VR6 Mk4, um Bora com menos de 50.000 km e mais novidades do GT40

Dalmo Hernandes