A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

A Tragédia de Le Mans em 1955: os 60 anos do pior acidente da história do automobilismo

No dia 11 de junho de 1955 aconteceu o acidente que matou o piloto Pierre Levegh e dezenas de espectadores nas 24 Horas de Le Mans. O acidente é considerado uma das maiores tragédias na história de mais de um século do automobilismo, e hoje faz 60 anos. Nada mais justo que, aproveitando nossa série sobre as Lendas de Le Mans, relembrarmos o que aconteceu. Se você acompanha a série desde o início, é provável, que já tenha lido as histórias do Mercedes-Benz 300SL W194, vencedor das 24 Horas de Le Mans de 1952. Foi uma grande conquista para a Mercedes-Benz, que havia escolhido a grande corrida no Circuito de La Sarthe como palco principal de seu retorno às pistas depois da Segunda Guerra Mundial. A Mercedes era uma das grandes potências do automobilismo nos anos 30, especialmente nas corridas de Grand Prix com as chamadas "flechas de prata", mas optou por Le Mans por tratar-se de apenas uma corrida, e não de uma temporada inteira – o que reduziria os custos na hora de desenvolver um carro

Matérias relacionadas

Brands Hatch, 1972: quando a Fórmula 1 teve uma corrida de tratores

Dalmo Hernandes

Oreste Berta: a incrível história do “Mago de Alta Gracia” – parte final

Dalmo Hernandes

Boss 302: o lendário especial de homologação do Mustang para a Trans-Am

Dalmo Hernandes