A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture FlatOut Revival Mercado e Indústria

Aprenda a importar peças para seu carro sem ter problemas com a Receita Federal

Há alguns anos decidi comprar um volante original de couro para o meu carro e, com base naquela experiência, escrevi um guia para importar peças de carro e solicitar a revisão de tributos, caso fosse necessário. O guia certamente ajudou muita gente, mas muita coisa mudou desde que ele foi publicado. Por isso, decidi fazer esta versão atualizada de acordo com as normas e leis vigentes em 2020 para ajudar quem está pensando em comprar peças e acessórios no exterior pela internet.   O que posso importar? Antes de comprar qualquer peça para o seu carro, você precisa saber o que é permitido e o que é proibido. Pneus, baterias, fluidos e tintas são proibidos. Estas categorias de produtos exigem licença ambiental devido ao descarte e às normas ambientais de cada país, então você não poderá trazê-los na bagagem, nem recebê-los pelos Correios. Há relatos de turistas que trouxeram na bagagem pneus de moto ou bicicleta, mas são exceções provavelmente resultantes da interpretaçã

Matérias relacionadas

Leyton House Racing: a intensa história da imobiliária japonesa que virou equipe de Fórmula 1

Leonardo Contesini

8.000 km em 45 anos: eis o Plymouth Road Runner 1970 menos rodado do mundo

Dalmo Hernandes

As melhores edições especiais inspiradas pela Fórmula 1 – parte 2

Dalmo Hernandes