A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Como os importados dos anos 1990 me tornaram um entusiasta – mesmo antes de poder dirigir

Era para ser uma resposta fácil: "De onde veio sua paixão por carros?" Mas depois de escrever e apagar a resposta cinco ou seis vezes, desisti e comecei a pensar em como isso aconteceu. Certamente foram as dezenas — talvez centenas — de viagens de carro na infância. Antes da internet era razoavelmente comum colocar a família no carro e descobrir lugares novos no fim de semana, e era algo que fazíamos com muita frequência. Nesse caso, foi como peguei gosto pelas possibilidades que um carro proporciona. Passear de carro era legal, então o pequeno Leo gostava do carro porque o carro trazia coisas legais. Mas... depois de algum tempo pensando a respeito, diria que esse gosto foi adquirido em etapas e refinado ao longo dos anos. Os passeios me mostraram o carro como algo divertido. E por achar os carros divertidos, eu desenvolvi interesse por eles na adolescência. E para minha sorte, eu estava no melhor lugar que eu poderia estar na época. [caption id="attachment_255724" align="aligncenter" w

Matérias relacionadas

GT4 Stinger: um cupê esportivo de tração traseira feito pela… Kia!

Leonardo Contesini

Shorty Bus: afinal, por que tanta gente gosta de encurtar a Kombi?

Dalmo Hernandes

GT4586: é assim que se coloca o V8 da Ferrari 458 em um Toyota GT86

Dalmo Hernandes