A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Countach QVX: o Lamborghini do Grupo C que você não conhecia

Quando Ferruccio Lamborghini decidiu fazer automóveis, em 1963, seu objetivo era conquistar as ruas, e não as pistas – ele queria que seus carros fossem mais confortáveis, luxuosos e velozes que os esportivos de Enzo Ferrari. Por isso, a companhia que leva seu sobrenome jamais investiu em uma equipe de fábrica. Foi só em 1996, com a categoria monomarca Super Trofeo, que a Lamborghini começou a fazer carros de corrida, usando o Diablo como base. O que pouquíssima gente sabe é que houve outra ocasião em que a Lamborghini se aventurou no automobilismo. Foi bem no meio dos loucos anos 1980, quando o Grupo C da FIA era dominado pelos Porsche 956 e 962. Já deu para entender o tamanho da responsa, não? Naquela época, o Lamborghini Countach já tinha seus onze anos de existência e a idade começava a pesar. Mas ele ainda era um belo touro. Na verdade, foi exatamente em 1985 que o Countach passou por uma atualização importante: naquele ano foi lançada a versão 5000QV, a primeira com quatro v

Matérias relacionadas

Diablo: o supercarro que salvou a Lamborghini e se tornou um ícone da década de 90

Dalmo Hernandes

Por que alguém pagaria R$ 350 mil por este esportivo de madeira todo detonado?

Dalmo Hernandes

O príncipe dos automóveis: a controversa e polêmica história do criador do DeLorean

Leonardo Contesini