A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Top Zero a 300

Coupe Sport: a história dos modelos CS da BMW

Há algumas semanas, a BMW trouxe de volta a sigla CS a seu portifólio: o M4 CS, versão intermediária do cupê esportivo da Série 4. O M4 CS fica posicionado entre o M4 Competition Package e sua versão mais radical, o  M4 GTS. O seis-em-linha biturbo de três litros ganhou 29 cv, chegando aos 460 cv e 60,9 mkgf, mas o carro também perdeu peso graças ao uso de capô, teto, spoiler traseiro, difusor e splitter frontal em fibra de carbono; e à adoção de revestimentos mais leves no interior. Com isto, o carro perdeu 32 kg em relação ao M4 de entrada, totalizando 1.540 kg. Redução de peso e aumento de potência sempre foram a essência dos BMW CS. Por isso, achamos que esta é uma boa hora para recapitular todos os carros que carregaram esta sigla ao longo das décadas. Vamos lá?   BMW 3200 CS O primeiro BMW a utilizar a designação CS foi o cupê 3200CS, lançado em 1962 e fabricado até 1965. Ele era contemporâneo da

Matérias relacionadas

Um BMW M3 E36 Euro: seis-em-linha, 286 cv, câmbio manual, tração traseira – e à venda

Dalmo Hernandes

Autolatina: os carros de quando VW e Ford se uniram

Juliano Barata

Lendas do DTM: BMW M3 E30, o nascimento e a receita do ícone alemão

Dalmo Hernandes