A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Dissecamos as versões especiais do Chevrolet Chevette no Brasil

O Chevette é uma instituição brasileira. Eu sei que ele é originalmente um projeto global nascido na Alemanha, mas além de ter estreado primeiro no Brasil, também foi nestas ruas e estradas que ele alcançou sua popularidade máxima, tornando-se o líder nacional de vendas. Depois da decadência natural de um projeto nascido nos anos 1970, ele acabou substituído pelo moderno Corsa como modelo de entrada da Chevrolet no Brasil e começou a descer morro dos carros usados, que dá acesso à rua dos carros velhinhos, antes de subir a ladeira dos carros antigos e voltar a ser desejado pelo público — agora em busca de um clássico nacional para alimentar o saudosismo sobre rodas. Nesse meio-tempo, o Chevette também se tornou a resposta certa para quem procurava uma base acessível e confiável para um projeto de tração traseira — algo como o Escort MkI para os britânicos. Isso, claro, nas versões mais mundanas S, SL, L, DL e SL/E. Porque além das versões esportivas GP, GP II e SR, naturalmente

Matérias relacionadas

OPALA SS: a história do seis cilindros mais amado do Brasil | FlatOut 56

Juliano Barata

Sprint 6 OHC: quando o seizão do Opala ganhou comando no cabeçote e mais de 200 cv

Dalmo Hernandes

1 de 1: o único Tucker conversível está à venda – mas há um mistério

Dalmo Hernandes