A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Esta Caravan Comodoro 1979 turbinada está à venda

Por vezes, encontrar um clássico brasileiro bem conservado e com alto nível de originalidade é uma tarefa árdua. Isto nos obriga a abrir o leque de opções e abrir mão de algumas coisas – e, quem sabe, considerar a compra de um carro bem cuidado, ainda que modificado. Como é o caso do nosso Achado meio Perdido de hoje: uma Chevrolet Caravan 1979 que recebeu um turbocompressor no motor de seis cilindros.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Geralmente associamos preparação turbinada com motores um pouco mais modernos – ao menos fabricados a partir da década de 1990, quando a injeção eletrônica chegou ao mercado brasileiro e tornou viáveis até mesmo carros sobrealimentados de fábrica (os pioneiros Uno Turbo e Tempra Turbo, ambos de 1994, vêm a mente de imediato). Contudo, a preparação turbinada para o Opala é relativamente popular, dada a simplicidade do projeto e a possibilidade de instalar um sistema de injeção programável, que facilita bastante na hora do acerto – e, claro, eleva o custo do projeto, já que não existe almoço grátis.

 

Por sorte, a Caravan anunciada no GT40, que pertence a Fernando Berk, de São Paulo (SP), já está pronta. Trata-se de uma Comodoro, versão intermediária do modelo, que vinha de fábrica com o motor seis-cilindros 250 e trazia acabamento mais refinado que o modelo Standard. Não era uma versão especialmente esportiva ou luxuosa, mas era confortável e tinha preço interessante na época, tornando-se bastante popular.

 

O motor original, porém, já não está no carro: foi trocado há algum tempo por um motor mais novo (cadastrado e regularizado na documentação, como deve ser), com todas as medidas standard e compontentes internos – pistões, bielas, virabrequim, comando de válvulas – no padrão original. A diferença é que o sistema de injeção original foi trocado por um programável FuelTech FT200, e a aspiração agora fica por conta de uma turbina Garrett 4088. Já o câmbio é um Clark 260F com sistema de engate rápido, que leva a força para as rodas traseiras através de um diferencial Braseixo com blocante. Uma receita deveras interessante, aliás. O motor foi montado, acertado e fechado pela paulistana Gil Motors, na Vila Matilde.

O sistema elétrico do carro foi todo refeito, com chicote novo, para garantir que tudo funcione perfeitamente. Também foram instaladas várias outras melhorias – coletor e saídas de escape Jé Escapes, surge tank, o-rings no bloco do motor, bombas de combustível dos Volkswagen GTI, seis injetores de 90 lb, flexíveis de freio Aeroquip e embreagem de cerâmica.

Segundo Fernando, o carro foi restaurado recentemente e recebeu, além de um tratamento no visual, um conjunto de suspensão todo novo – arrematado com rodas dos Chevrolet SS de 15×7” na dianteira e 15×8” na traseira. As rodas são calçadas com pneus novos, de medidas 205/60 na frente e 235/60 atás. Do lado de dentro optou-se por uma customização extremamente simples: apenas um volante esportivo e instrumentos auxiliares ODG e Cronomac.

Com estrutura em excelente estado, motor preparado e bom gosto no visual, esta Caravan pode ser um carro interessante para quem quer a experiência de um carro antigo com mais desempenho – ótimo para passeios aos fins de semana, por um preço relativamente acessível. Se você ficou interessado, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este Packard Six 1926 está à venda

Dalmo Hernandes

Esta BMW 528i Touring pode ser a perua alemã de tração traseira que você queria

Dalmo Hernandes

Este Voyage S 1986 com 41.500 km está em um estado de conservação impressionante – e à venda!

Dalmo Hernandes