A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Este Celta LT tem um motor 1.8 sob o capô e pode ser seu novo pocket rocket

Lançado em setembro de 2000 e produzido até abril de 2015, o Celta foi um projeto desenvolvido especialmente para o mercado brasileiro – e o codinome de fábrica Arara Azul deixava isso bem explícito. Compartilhando a plataforma GM4200 do Corsa B e assumindo acabamento bem mais simples, mas um visual relativamente moderno, ele veio para brigar no segmento de populares de entrada, fazendo frente aos rivais de época Uno, Gol e Ka. Se deu certo? Um ano depois, mais de 100.000 Celtas já estavam em nossas ruas.

Acontece que a receita para se fazer um carro barato acaba coincidindo com um dos principais elementos necessários para um carro ágil e dinâmico: o baixo peso. Quando somamos isso à plataforma do Corsa B, conhecido por ser um carrinho muito bom de chão, e às facilidades de swap de motor nos GM – tanto na Família 1 quanto na Família 2 –, o resultado é um project car que pode servir tanto para track days quanto para uso no dia-a-dia. O nosso Achado Meio Perdido de hoje é um baita exemplo disso: um Celta com swap para motor 1.8 e preparação leve que pode ser uma boa pedida para quem quer um projeto já pronto e curte a ideia de um sleeper.

celtachado (2)

O carro, que está anunciado no GT40, pertence a Gabriel Poli, de Campo Grande/MS. Ele conta que está com o carro há cerca de oito meses, e que o mesmo já estava com o motor 1.8 instalado, acertado e regularizado na época. O dono anterior (que comprou o Celta zero-quilômetro em 2012), é amigo de Gabriel, e por isto ele pode acompanhar toda a montagem do projeto e conhece bem os detalhes do carro – que, vale mencionar, já veio de fábrica equipado com direção hidráulica, ar-condicionado e trio elétrico.

Ele conta que todos os componentes usados no transplante são originais GM e foram comprados zero-quilômetro. Isto inclui o motor Família I de 1,8 litro (que, originalmente, rende 108 cv), o câmbio do Chevrolet Prisma 1.4 (que, de acordo com Gabriel, suporta até 330 cv com as engrenagens originais) e detalhes como o volante do Chevrolet Cruze. O motor foi instalado em 2016 e, desde então, rodou menos de 15.000 km, segundo o proprietário.

celtachado (3)

Atualmente o motor é naturalmente aspirado e alimentado por um sistema de injeção programável FuelTech FT300, além de contar com sonda wideband ODG, pistões e bielas forjados nas medidas originais e coletor de escape 4×1 dimensionado com tubulação de 2,5”. É o bastante para render algo entre 125 cv e 130 cv estimados. Gabriel conta, porém, que por cerca de três meses o carro rodou com um turbocompressor Master Power R444-9 operando a 0,9 bar, rendendo cerca de 220 cv, mas hoje em dia voltou a ser naturalmente aspirado. Ele possui todos os componentes necessários para instalar o turbo novamente: pressurização completa, válvula de alivio, regulador de pressão, coletor T2 e injetores Siemens Deka 80 novos.

celtachado (4) celtachado (8) celtachado (7) celtachado (6)

Além do motor mais forte, o carro tem outras modificações que o ajudam a lidar melhor com a potência extra: molas esportivas JJ, quatro amortecedores novos Cofap, buchas em PU e rodas de 15 polegadas vindas do Chevrolet Vectra Elite calçadas com pneus 195/50. Além disso, um jogo de freios a disco para as quatro rodas está prestes a ser instalado.

celtachado (2)

Gabriel garante que todas as modificações estão vistoriadas e regularizadas, sem dores de cabeça, e afirma que apenas com componentes e documentação do carro foram gastos cerca de R$ 8.000.

Se você se interessou pelo Celta e quer saber mais detalhes, acesse o anúncio no GT40 e veja mais fotos, preço e contatos do dono!

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

SSC vai tentar quebrar recorde novamente, JCW deve virar submarca de híbridos e elétricos, novas regras para radares entram em vigor e mais

Dalmo Hernandes

A volta da Puma, multas para ultrapassagens irregulares ficarão mais caras, Jetta 1.4 Turbo é visto no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Os preços e versões do Toyota Yaris no Brasil, hipercarros poderão disputar Le Mans, o novo Audi Q8 e mais!

Leonardo Contesini