FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Chevrolet Vectra GSi restaurado à perfeição está à venda


Como todos sabemos, os carros entusiastas da década de 1990, estão com os preços em curva ascendente. E esta curva tende a tornar-se cada vez mais vertical à medida em que os melhores exemplares são adquiridos pelos colecionadores – “sobram” os carros bons e razoáveis, que custam menos, mas também demandam um investimento maior na reforma/restauração.

No caso do Chevrolet Vectra GSi – a versão mais potente e luxuosa do sedã lançado no Brasil em 1993 – isto é bem visível. Há menos de dez anos era possível encontrar carros em ótimo estado custando menos de R$ 30.000 tranquilamente. Hoje, esta quantia dificilmente compra um carro que não precisa de restauração, mesmo que leve. E uma boa restauração custa caro, podendo facilmente dobrar o preço de compra.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. Acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Assim, talvez uma boa ideia seja comprar um carro já restaurado, aproveitando que estes dificilmente aparecem à venda. Por sorte, há um Vectra GSi belíssimo anunciado no GT40, e ele é nosso Achado meio Perdido de hoje.

Fruto dos anos de ouro da Opel na GM, o Vectra GSi é conhecido pelo belíssimo motor C20XE, um dos membros mais requintados da chamada Família II. Sua ficha técnica bem que poderia ser de um 2.0 aspirado moderno: bloco e cabeçote de alumínio, comando duplo, 150 cv a 6.000 rpm e 20 kgfm de torque a 4.600 – claro, faltam itens como comando variável e injeção direta, mas o sistema MPFI da Bosch era o que havia de mais sofisticado na época. Elástico e girador, o motor é ligado a um câmbio com relações mais curtas que as dos outros Vectra, assim como a relação final do diferencial, e o resultado é um zero a 100 km/h em 8,5 segundos, com máxima de 210 km/h (dados de fábrica).

Mas, apesar do visual, desempenho e comportamento esportivos – graças também à suspensão bem acertada, mais firme e baixa – o Vectra GSi também era o mais luxuoso e bem equipado da linha. Havia ar-condicionado, computador de bordo, direção hidráulica e teto solar. Os bancos podiam ser revestidos em couro ou em um bonito tecido aveludado, e até mesmo madeira podia ser aplicada no painel e nos revestimentos das portas.

O carro anunciado no GT40 é um Vectra GSi 1995 na cor branca – a mais icônica da versão. Foi todo restaurado, incluindo uma repintura caprichadíssima em todas as áreas do veículo, incluindo cofre do motor, assoalho e porta-malas; diversos itens de acabamento novos e originais GM, revestimento interno restaurado com tecido original de carros doadores, e mecânica completamente revisada com peças genuínas GM, boa parte delas importadas da Alemanha.

O proprietário afirma que grade, emblemas, adesivos, borrachões de porta são novos e originais, bem como os faróis Bosch com regulagem de altura e as lanternas SWF, que vieram da Alemanha. O conjunto mecânico, por sua vez, passou por uma revisão completa incluindo troca de juntas, correias (e respectivos tensionadores), válvulas, tuchos e fluidos. Periféricos como caixa de direção, sensores de rotação e temperatura, sonda lambda e todas as buchas, balanças, rolamentos e homocinéticas, também são novos. Embreagem, amortecedores, discos e pastilhas de freio, além de todo o escape (com exceção do coletor, que foi limpo e aluminizado) também são novos.

O resultado de todo este trabalho é um Vectra GSi que parece novo, e ainda tem algumas pequenas melhorias: agora, o banco do carona também tem regulagem de altura (feita usando a estrutura adaptada do banco do motorista de outrro Vectra); rádio original de fábrica, porém com conexão Bluetooth; e um sistema de alarme Pósitron que pode ser controlado através do smartphone com um aplicativo dedicado.

Considerando tudo isto, vamos à parte mais delicada: o preço. O carro está bem acima da média do mercado neste aspecto, mas estamos falando de um Vectra GSi pronto – seja para o acervo de uma coleção, seja para curtir aos fins de semana e tratar a pão-de-ló. E a valorização é praticamente garantida, afinal daqui a quatro anos este carro se tornará, oficialmente, um clássico com direito à placa de coleção.

Se ficou interessado, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do vendedor.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora