A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este é o Escort Ghia mais bem cuidado que já encontramos à venda

Se você acompanha o FlatOut diariamente, deve lembrar que há alguns dias falamos sobre os carros antigos que ainda não inflacionaram e podem ser encontrados em bom estado e por preços ainda acessíveis (caso você não tenha visto, o post é este aqui). Um dos carros que entraram na lista foi o Ford Escort — mais especificamente o XR3, que pode ser encontrado por metade do preço médio do seu companheiro de powertrain, o Gol GTS.

Se a versão esportiva e mais desejada ainda não está tão inflacionada, é natural que as versões mais comportadas sejam ainda mais baratas. É o caso deste Escort Ghia 1987 que encontramos à venda no OLX.

Escort-Ghia

Em 1987 a linha Escort era formada por quatro versões: a básica L, a intermediária GL, topo de linha Ghia, e a esportiva XR3. Na época Ford e Volkswagen ainda estavam iniciando a Autolatina (a joint-venture foi anunciada em julho daquele ano), e por isso todas as versões do Escort ainda eram equipadas com o motor CHT 1.6 — que era uma variação do motor Cléon da Renault desenvolvida pela Ford exclusivamente para o mercado brasileiro. A potência era 65 cv nas versões L, GL e Ghia a 82 cv no XR3.

Sendo o modelo mais luxuoso da linha, o Escort Ghia tinha equipamentos e acessórios que não eram tão comuns na época em carros nacionais, como vidros elétricos, conta-giros e bancos de veludo. As rodas eram de aço estampado, mas as calotas tinham elementos cromados, assim como os para-choques, os frisos laterais e a face traseira – uma tentativa da Ford de dar um ar mais requintado ao modelo. A lateral também recebia o brasão do estúdio Ghia

Escort-Ghia-1 Escort-Ghia-3

Diferentemente dos Volkswagen Gol, as versões comportadas do Escort não conseguiram manter o valor de mercado e acabaram de certa forma rejeitados pelo mercado. Por isso é difícil encontrar um Escort dessa época tão bem cuidado e conservado como este das fotos — ainda mais um Escort Ghia, que era o modelo mais caro antes do XR3 e por isso também mais raro.

Escort-Ghia-8

O modelo verde Atlantis à venda tem 120.000 km e é um dos mais conservados que já vimos recentemente. As calotas originais estão lá, assim como os bancos de veludo com o padrão original, o volante em bom estado de conservação e o painel com conta-giros. A julgar pela ausência de ar quente e ar-condicionado, este é um Ghia  equipado apenas com vidros e travas elétricas – entre os opcionais havia até teto-solar manual como o do XR3.

Mas o que chama a atenção mesmo é o histórico do carro. O anunciante afirma que tem todos os CRLV do carro, todo o histórico de manutenções documentado desde 1987 (!), manual e chave reserva, além de todos os tapetes, calotas, faróis e lanternas originais — e considerando o que vemos nas fotos não há motivos para duvidar disso.

Escort-Ghia-5

Agora, você talvez esteja imaginando que este carro esteja anunciado por uma pequena fortuna para um Escort, não é? Aqui vem a verdadeira surpresa: o vendedor pede apenas R$ 10.000, um preço bem razoável para um carro tão raro e tão bem conservado. O motivo da venda, segundo o anúncio, é a necessidade de um carro para o dia-a-dia, e um Escort como este não é ideal para este fim. Nós concordamos plenamente.

[ OLX ]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Esta Chevrolet Caravan 1989 é uma das mais novas que já vimos – e ela está à venda

Dalmo Hernandes

350 cv, tração integral e câmbio manual: este Volvo S60R é um super sedã sueco à venda no Brasil

Leonardo Contesini

Esporte fino: este Tempra Turbo Stile com 15 mil km rodados está à venda

Dalmo Hernandes