A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Escort XR3 1986 é um clássico bem conservado e… acessível!

O Escort XR3 é um daqueles carros que, em virtude de seu status de clássico, da alta procura e do mercado especulativo, estão ficando cada vez mais caros. Sendo assim, quando encontramos um exemplar em bom estado por um preço razoável, naturalmente o consideramos um Achado Meio Perdido — ainda mais se for um XR3 de primeira geração, o mais raro de todos.

O Escort foi lançado no Brasil em agosto de 1983 — o primeiro modelo mundial da Ford, que já estava em sua terceira geração na Europa. Com versões de duas ou quatro portas,  o visual era idêntico ao do modelo europeu, mas o carro produzido em São Bernardo do Campo tinha uma grande diferença embaixo do capô: em vez do CVH europeu, que tinha comando de válvulas no cabeçote, o Escort brasileiro ficou com o mesmo motor do Corcel, mais antiquado, com comando no bloco. Algumas modificações nas câmaras de combustão, sistema de admissão, taxa de compressão e comando garantiam desempenho melhor e um novo nome ao motor de 1,4 ou 1,6 litro: CHT.

Meses depois, em dezembro, a Ford lançou a versão esportiva XR3. O motor 1.6 foi levemente apimentado com um comando mais agressivo, carburador maior e dutos de admissão de melhor fluxo — ganhando 10 cv a mais em relação ao 1.6 normal, ficando com 83 cv.

Unknown-2

Não era um carro muito rápido — poucos esportivos nacionais de fato o eram —, chegando aos 100 km/h em cerca de 13 segundos com máxima de pouco mais de 160 km/h, mas o desempenho apenas razoável era parcialmente compensado por seu estilo, com teto solar de vidro, quatro faróis auxiliares, spoiler dianteiro, aerofólio traseiro e interior com volante pequeno, conta-giros e bancos mais envolventes.

Não é tarefa das mais fáceis encontrar um bom exemplar dos primeiros XR3 — a geração seguinte, de 1987 (que na verdade é um facelift bastante abrangente), é bem mais comum, assim como a última, lançada em 1993. Todas as três, contudo, costumam custar entre R$ 15 e 25 mil quando bem conservadas. Por esta razão, este Escort XR3 1986 prata pode ser considerado um achado.

Unknown

Segundo o anúncio no OLX, o hodômetro no painel marca 150 mil km, mas a aparência do carro não denuncia a quilometragem avançada e nem os quase 30 anos de idade. A pintura prateada parece estar em bom estado, as rodas são originais e quase todos os detalhes de acabamento parecem estar no lugar. Faltam fotos do interior, mas pelo pouco que se vê nas fotos externas não duvidamos que a situação seja a mesma.

O preço de R$ 10 mil não é exatamente baixo — afinal, estamos falando de um carro de quase três décadas de vida, mas está bem abaixo do que se costuma cobrar por um bom XR3. É um valor acessível para um clássico nacional bastante procurado e  cada vez mais difícil de ser encontrado à venda. O que você acha?

Unknown-1

[ OLX ]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Este Fiat Tipo Sedicivalvole muito inteiro e original está à venda

Dalmo Hernandes

Um dos últimos karts de Ayrton Senna está à venda!

Dalmo Hernandes

Vai um Honda Civic VTi impecável e temperado na dose certa?

Juliano Barata