A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Gol CL muito original e conservadíssimo está à venda

A partir de agora, os carros da década de 1990 vão começar a ser considerados oficialemente antigos no Brasil – onde a idade mínima para isto é 30 anos de fabricação. Embora muitos entusiastas não vejam neles o mesmo charme dos modelos das décadas anteriores, a verdade é que um carro feito nos anos 1990 pode ser uma boa porta de entrada para o antigomobilismo: eles (ainda) são mais acessíveis, ainda não sofreram tanto com a passagem dos anos, e também podem oferecer aquela experiência de condução pura e orgânica que tanto gostamos nos carros de antigamente.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

O nosso Achado meio Perdido de hoje é um bom exemplo de carro dos anos 1990 que podes servir como porta de entrada para os antigos: um Gol CL 1992 (ou seja, que completa 30 anos em 2022) com alto nível de originalidade, estrutura íntegra, manutenção em dia e preço acessível. Ele está anunciado no GT40, claro, e você confere os detalhes a seguir.

Em 1991 a Volkswagen deu ao Gol quadrado seu segundo e último facelift: a chamada “frente alta”, introduzida em 1987, deu lugar à dianteira que ficou conhecida como “chinesinha” – por causa dos faróis mais baixos e largos. A reestilização foi aplicada em todas as versões, do humilde CL ao topo de linha GTi, e estabeleceu a identidade visual que seria usada no Gol de segunda geração em 1994.

O exemplar anunciado no GT40 pertence a Eric da Costa, de São Mateus (ES), e é equipado com o motor Ford CHT – fruto da joint venture Autolatina, através da qual Ford e Volkswagen compartilharam projetos, motores e infraestrutura de produção para conter custos. Era uma época delicada para a indústria nacional, com uma avalanche de opções importadas que invadiu de repente nosso mercado e obrigou as fabricantes estabelecidas no Brasil a repensar suas estratégias.

 

No frigir dos ovos, a Autolatina foi um casamento que não deu muito certo, gerando concorrência interna e atrito entre as partes – e o divórcio veio em 1996. O próprio Gol com motor CHT foi alvo de críticas pelo motor antiquado e de desempenho extremamente modesto em relação às versões com motor AP. No entanto, ainda que não andasse muito, o hatchback foi elogiado pela economia de combustível e robustez mecânica – o motor CHT, com comando no bloco e duas válvulas por cilindro, é um projeto extremamente simples e de fácil manutenção.

Segundo Eric, o motor está completamente original, assim como o câmbio, e ambos funcionam perfeitamente. O hodômetro de cinco dígitos marca pouco mais de 98.000 km rodados – número que condiz com o estado geral do Gol e o histórico de manutenção.

Eric diz que a pintura foi refeita na tonalidade original (Azun Boreal) e que a mesma está com boa aparência. Vidros também são todos originais, assim como para-choques, grade, frisos, faróis e luzes de neblina. O anunciante também ressalta que, por dentro, não há acabamentos ausentes ou danificados – e os revestimentos de bancos e portas também estão em excelentes condições.

De acordo com Eric, o Gol está com toda a manutenção em dia, e pode ser uma opção interessante para quem quer um carro feito à moda antiga para curtir os finais de semana – completamente analógico, com carburador, direção sem assistência, e só os quebra-ventos para refrescar nos dias de calor. E ainda tem quatro pneus novos e preparação para som básico (rádio e alto-falantes nas portas). Por fim, a documentação está em dia, já com as placas no padrão Mercosul.

Se você ficou interessado, pode clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Ford Ka XR: esta pode ser sua chance de comprar um dos esportivos mais legais do Brasil

Dalmo Hernandes

Quer um carro de corrida? Este Fusca da clássica Divisão 3 está à venda

Dalmo Hernandes

Gurgel BR-800 à venda: eis a sua chance de colocar um carro popular 100% brasileiro na garagem

Dalmo Hernandes