A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este Hyundai i30 turbo de 400 cv está à venda

No Brasil, quando se fala em esportivos, a Hyundai ainda não é uma das marcas mais lembradas. Lá fora, porém, a divisão N da empresa – análoga à divisão M da BMW – é responsável por algumas versõs apimentadas interessantíssimas que andam sendo bastante elogiadas por quem tem a chance de acelerá-las. Os coreanos andaram fazendo sua lição de casa.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até três carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Por aqui, a reputação da Hyundai como fabricante de esportivos ficou meio abalada depois do Veloster e de sua potência menor que a anunciada – um erro que rende gozações e caras feias até hoje quando, entre os entusiastas, se menciona o nome da marca.

Agora, se você não se incomoda tanto com isso, acompanha os lançamentos da Hyundai lá fora e adoraria um esportivo feito por eles… nosso Achado meio Perdido pode ser interessante.

 

Trata-se de um i30, hatchback cuja primeira geração veio para o Brasil, importada da Coreia do Sul, entre 2009 e 2013 – e que também ganhou uma versão perua que é igualmente bacana e esquecida. Ele foi um dos primeiros modelos que a Hyundai conseguiu emplacar de verdade no Brasil, oferecendo bom acabamento, lista de equipamentos razoavelmente generosa e um bom motor 2.0 16v de 145 cv e 19 kgfm de torque, que podia ser aliado a um câmbio manual ou automático.

Mas agora… esqueça esses números. Porque o carro anunciado no GT40 é quase quatro vezes mais forte – segundo seu proprietário, a velocidade máxima é de 257 km/h.

O carro, que está em São Paulo, SP, foi comprado por seu proprietário zero-quilômetro e bastante modificado – segundo o próprio, sem restrições orçamentárias e sem prazo para ficar pronto. Fabricado em 2010, o carro roda com turbo há três anos e 25.000 km – de acordo com o proprietário, sem apresentar qualquer tipo de problema e demonstrando muita robustez. O hodômetro marca cerca de 74.000 km atualmente.

A lista de modificações é extensa. O motor recebeu um turbocompressor ZR .50/.63 com intercooler, componentes internos forjados (pistões HXP e bielas SF com prisioneiros ARP, ambos projetados 1para suportar até 500 cv), e teve todos os componentes sujeitos a desgaste substituídos. O cabeçote passou por um retrabalho de fluxo, o coletor de escape foi feito sob medida, e o sistema de alimentação ganhou injetores Dalton de 90lb e bomba de combustível Mercedes. A injeção original foi trocada por uma Pandoo com wideband.

O trabalho de preparação garantiu que, com os turbos operando a 1,3 bar, o 2.0 16v entregue 406 cv e 52 kgfm. Nas rodas são 357 cv e 44 kgfm. Só para te situar: o primeiro i30N, de 2018, tinha 275 cv e 36 kgfm no motor 2.0 16v turbo. Em tempo, o câmbio manual de cinco marchas é original, porém com embreagem Displatec de cerâmica.

Fora as mudanças no motor,o i30 também teve suspensão e freios melhorados de acordo. A suspensão tem amortecedores coilover D2 Racing com regulagem de altura, cambagem e pressão, bem como molas mais rígidas feitas por encomenda; e os freios são um kit da Big Brakes com discos de 380 mm na diantera, mais pinças de oito pistões. Eles são abrigados por rodas Vossen de 19×8,5 polegadas.

Na parte estética, o carro recebeu um splitter frontal Darkside BK, difusor traseiro feito sob medida com ponteiras duplas funcionais, e spoiler traseiro original Hyundai. A grade e as molduras dos faróis de milha, do modelo coreano, foram importadas. Por dentro, o carro ganhou os bancos do Mercedes-Benz GLA250 e um volante CB Custom com aro de fibra de carbono exposta e revestimento parcial em Alcantara.

O proprietário afirma que a maior parte das peças originais acompanha o carro, com exceção das rodas, faróis de milha e para-barros.

O Hyundai i30 não é um carro que costuma ser preparado e customizado com alto investimento, mas o proprietário diz que parte do apelo, para ele, era justamente ter um carro diferente e incomum. O preço é alto para um i30, mas pode ser interessante para quem quer um carro moderno preparado e sabe que, caso for fazer tudo por conta própria, terá um gasto seguramente maior.

Se você ficou interessado, clique aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Esta Ferrari Daytona de único dono passou os últimos 25 anos parada e agora busca um novo lar

Dalmo Hernandes

Este Opel Manta Rallye tem coração brasileiro e está à venda

Dalmo Hernandes

Este Golf GTI de 400 cv pode ser seu novo hot hatch preparado

Dalmo Hernandes