A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Este Mitsubishi Eclipse GSX Turbo tem 500 cv nas rodas e está à venda. Vai encarar?

É uma pena que o Mitsubishi Eclipse importado para o Brasil no início dos anos 90 tenha adquirido a fama de “carro de jogador de futebol” – não porque jogadores de futebol não possam curtir bons carros, mas porque esta alcunha insinua que o Eclipse é um carro que só serve para desfilar e que não anda de verdade. Ainda bem que existem carros como o Achado Meio Perdido de hoje: um Eclipse GSX 1990, com tração integral e motor 2.0 turbo preparado para render 500 cv nas rodas, anunciado no GT40.

O Mitsubishi Eclipse começou a ser importado para o Brasil logo que o mercado passou a ser aberto para carros fabricados fora do País, em 1990. Ele foi fruto de uma parceria entre a Chrysler e a Mitsubishi para conquistar o mercado norte-americano e também tinha versões Dodge, Plymouth e Eagle nos Estados Unidos. Todas as variações usavam muitos elementos da carroceria em comum e dividiam também componentes mecânicos.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.36.47

Embora o Eclipse de segunda geração seja o mais conhecido e tenha sido o mais vendido na época, a primeira geração também tem seus fãs entre os entusiatas. E a popularidade é justificada: o Mitsubishi Eclipse foi o carro no qual estreou o motor 4G63T, quatro-cilindros com comando duplo no cabeçote e turbocompressor que fez fama ao equipar o Mitsubishi Lancer Evolution em nove de suas dez encarnações, de 1992 a 2007. A versão GSX era a única a trazer motor turbo em conjunto com um sistema de tração integral com diferencial central de deslizamento limitado – todas as outras versões, fossem elas turbinadas ou naturalmente aspiradas, tinham tração dianteira.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.36.04

Ou seja, tecnicamente o Mitsubishi Eclipse de primeira geração tem o mesmo conjunto mecânico do primeiro Evo em um pacote de visual muito mais arrojado e aerodinâmico – não que a gente não curta a cara de sedã tunado do Lancer Evolution, claro. E, tal como o Evo, ele tem muito potencial para se tornar um belo foguete.

Olha só: originalmente, o Eclipse GSX conta com 190 cv a 6.000 rpm e 28 mkgf de torque a 3.000 rpm. Já o Eclipse GSX anunciado no GT40 foi assim um dia: atualmente o carro tem potência estimada em 500 cv nas rodas.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.45.33

O proprietário, Breno Nunes, de Canoas/RS, conta que comprou o carro em dezembro de 2015 e que o mesmo já tinha preparação leve, com reprogramação eletrônica, volante aliviado, bicos Precision de 880 cc e sistema de escape em inox, além de uma turbina TD05 16G. Breno conta que foi de avião até São Paulo/SP e voltou dirigindo até Canoas. Duas semanas depois da compra o diferencial central abriu o bico, e ele aproveitou para dar início a uma nova leva de modificações.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.36.03

Atualmente o carro utiliza um diferencial central 4-Spider da Jack Transmissions, importado dos Estados Unidos, além de um diferencial traseiro 4 Bolt, ambos com deslizamento limitado. A turbina agora é uma Holset HX40 operando a 2 bar, com um intercooler SPA dimensionado para conjuntos de até 800 cv. A alimentação agora fica por conta de uma injeção programável FuelTech FT500, sonda Wideband O2 Nano; já os injetores são Bosch de 160 lb.  O coletor de escape foi refeito, sob medida, e o coletor de admissão é do tipo single plenum, com dutos e borboleta de 80 mm.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.35.50 WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.36.06

Pistões, bielas, comandos de válvulas e fluxo do cabeçote são originais, de acordo com Breno, que diz que as únicas modificações são a junta e os prisioneiros ARP usados no cabeçote. Segundo ele, na última aferição em dinamômetro, com menos pressão no turbo, o 4G63 rendeu 430 cv e 48,4 mkgf de torque. Com 2 bar, a potência estimada é de 500 cv.

WhatsApp Image 2018-02-18 at 11.45.36

Completam o conjunto a suspensão preparadas com amortecedores ajustáveis de dupla ação, rodas Infinity Akuma de 18×7,5 polegadas e pneus 225/40, alavanca short shifter Megan Racing e volante Lotse R-GT. O toque final é o banco concha Bride para o motorista.

Se você ficou interessado, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Porsche GT3 RS dá as caras pela primeira vez, BMW apresenta M3 Touring camuflada, Jeep Wagoneer chega neste ano e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Este Toyota Supra 1988 está à venda no Brasil!

Gustavo Henrique Ruffo

Sim, isto é um BMW Z4 M Coupé à venda no Brasil pelo preço de um Golf GTI!

Dalmo Hernandes