A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Este raríssimo Honda CR-X de segunda geração está à venda no Brasil – vai encarar?

Existe um grupo de entusiastas que nutre um carinho especial pelos carros da Honda fabricados na década de 80 e no início dos anos 90. Dá para entender facilmente o motivo: são carros leves, compactos e estão entre os poucos carros de tração dianteira que não sofrem preconceito por isso. Entre eles, um dos mais adorados é o CR-X — que é, em essência, uma versão fastback do Civic e compartilha de suas qualidades.

É um carro bastante comum no Japão e nos EUA, mas uma verdadeira raridade no Brasil, especialmente porque foi lançado em 1983, quando o mercado brasileiro era fechado para importações, tendo sido reaberto só em 1990, três anos depois do lançamento da segunda geração, de 1988.

CivicCRX-4

O CR-X sempre foi um Civic com outra carroceria — em vez de um hatch com quatro lugares e um porta-malas espaçoso, era um fastback de dois lugares com apelo mais esportivo. Mecanicamente, porém, ambos os carros são bastante semelhantes, compartilhando plataforma, motores e suspensão. No início era equipado com motores de 1,3 a 1,6 litro, sendo que o mais potente era o 1.6 com comando duplo no cabeçote (ainda sem o sistema variável V-TEC) e 135 cv, uma potência alta ainda hoje para essa cilindrada.

Em 1988 veio a segunda geração, que manteve o conceito e trouxe um visual que era uma clara evolução do modelo anterior. Tecnicamente, porém, as alterações eram profundas — mais especificamente, na suspensão: a exemplo do novo Civic, o CR-X de segunda geração ganhou um novo sistema com braços triangulares nas rodas dianteiras e semi-independente com braços arrastados na traseira, garantindo um comportamento dinâmico exemplar mesmo nas versões menos potentes.

CivicCRX-1

 

No ano seguinte, o CR-X ganhou sua primeira versão com motor V-TEC: o CR-X Si vinha com o famoso motor B16, de 1,6 litro e 160 cv. O comando variável aumentava a eficiência do motor em altas rotações e garantia economia de combustível em regimes mais baixos.

O carro que encontramos à venda no OLX é um CR-X DX americano e não é o modelo com V-TEC, mas nem por isso é menos interessante: seu motor de 1,5 litro com comando no cabeçote e 16 válvulas entrega 92 cv, que não têm problemas para mover os cerca de 1.050 kg do carro com agilidade, e de qualquer forma, os atrativos do CR-X são seu visual clássico e seu comportamento dinâmico.

CivicCRX

O carro está em Fortaleza/CE, e em contato com o vendedor soubemos que o carro foi comprado novo em 1989 por um conhecido seu que foi morar nos EUA e voltou em 1990, exatamente quando as importações foram abertas novamente, trazendo o carro consigo. O anunciante comprou o carro em 2000, e desde então ficou com ele.

Na época da compra o carro tinha 35 mil milhas (56 mil km) marcadas no hodômetro. Nestes 15 anos o número subiu para 80 mil milhas, ou pouco menos de 130 mil km — a maioria deles rodados em rodovias. O vendedor conta que já trocou alguns componentes, como os injetores, que foram trazidos do exterior. Mecânica e elétrica, segundo o proprietário, estão em ordem, enquanto a suspensão teve componentes como amortecedores e buchas trocados recentemente.

CivicCRX-5

O carro também está bem apresentável: a pintura foi refeita, todos os itens de acabamento estão no lugar e o interior precisa de alguns reparos, como no revestimento dos bancos e do volante, mas o aspecto geral também é bom. Antônio diz que acompanham o carro o rádio original e todos os documentos desde sua compra nos EUA, incluindo os papéis de importação.

E quanto o vendedor pede pelo carro? R$ 35 mil, valor que nem todos estão dispostos a pagar por um carro já com seus 26 anos de vida. Por outro lado, os Honda mais antigos estão ficando cada vez mais valorizados e, verdade seja dita, é muito difícil encontrar um CR-X à venda no Brasil — ainda mais sabendo que a segunda geração ainda não pode ser importada de forma independente.

CivicCRX-3

[ via Olx.com.br ]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Um raríssimo Honda Legend de segunda geração à venda no Brasil

Dalmo Hernandes

Esta pode ser a sua chance de comprar um Skyline R33 e começar seu próprio projeto

Dalmo Hernandes

Que tal um bólido do Trofeo Linea com motor 1.4 turbo de 265 cv?

Dalmo Hernandes