A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Já pensou em ter uma Chevrolet SS10 com motor de Corvette? Esta é sua chance!

A Chevrolet S10 pode ser um carro entusiasta? Pode, sim — quem já acelerou uma S10 de cabine simples com motor V6 que o diga — os 180 cv (ou 192 cv nos exemplares fabricados a partir de 2002) do motor Vortec 4.3 se dão muito bem com o chassi, e um retrabalho feito com carinho na suspensão confere outra personalidade à picape na hora de fazer curvas. Nada milagroso, claro, mas dá para arrancar umas gargalhadas.

Que tal, então, uma SS10 — versão de apelo esportivo comercializada nos EUA — com o motor V8 L92 de um Chevrolet Covette? É exatamente este o caso do nosso Achado meio Perdido de hoje!

ss10-corvette (2)

A Chevrolet SS10 era a versão esportiva da S10 de segunda geração, que foi lançada nos EUA em 1994. No Brasil a picape foi lançada em 1995, com um visual completamente diferente na dianteira. Há quem diga que a S10 brasileira é mais bonita que a americana — tanto que sua “cara” foi adotada também pela versão japonesa da S10, chamada Isuzu Hombre.

O fato é que a SS10 era uma picape bem interessante. Produzida entre 1994 e 1998, ela tinha o mesmo V6 de 4,3 litros da “nossa” S10, produzindo de 180 a 200 cv, porém contava com suspensão preparada de fábrica, grade e para-choques na cor da carroceria em vez de cromados e rodas de 16 polegadas parecidas com as do Chevrolet Camaro.  Antes mesmo da chegada da nossa S10, alguns exemplares da SS10 vieram para o Brasil via importação independente.

ss10-corvette (1) ss10-corvette (15)

A picape branca que você vê nestas fotos é uma delas. Ela pertence a Douglas Carbonera, piloto de arrancada e proprietário da Doug’s Speed Shop, em Caxias do Sul, RS. Ele conta que comprou a picape em 2011, quando estava em busca de um daily driver diferenciado, e que o que realmente lhe atraiu era o estado de conservação da carroceria, da estrutura e do interior. A mecânica, por outro lado, já estava bem cansada, e Douglas decidiu que, quando chegasse a hora, faria um projeto realmente interessante com ela.

Quando a hora chegou, Douglas conseguiu um motor V8 L98 vindo de um Chevrolet Corvette de quarta geração, produzida de 1984 a 1996. Trata-se de um V8 small block de 350 polegadas cúbicas (5,7 litros) com sistema de admissão TPI (Tuned-Port Injection). A potência original é de 243 cv e 47,7 mkgf de torque — um belo salto em relação aos 180 cv do motor original, sem dúvida.

ss10-corvette (16)

O motor encontrado por Douglas não tinha o TPI, que foi adquirido no eBay. A adaptação do motor não foi tão problemática — uma das principais dificuldades foram as dimensões do novo motor, que fica bastante rente à parede corta-fogo e ao radiador e exigiu a fabricação de um sistema de escape feito sob medida, cujo toque final foi um par de ponteiras originais do Corvette.

ss10-corvette (17)

O motor recebeu algumas melhorias — filtro K&N, sistema de injeção eletrônica ProTune PR440; comando de válvulas e tuchos Edelbrock Performer RPM e distribuidor, comando de válvulas, ignição e bobina MSD. O sistema de refrigeração recebeu uma ventoinha Derale Ultra Thin e eletroventiladores Bosch. Desde que foi refeito, o V8 rodou menos de 1.000 km.

A transmissão é automática, porém valente — trata-se de uma caixa automática de quatro marchas GM 4L60-E, reforçada para suportar até 500 cv e equipada com módulo controlador programável TCI EZ-TCU.

ss10-corvette (5)

 

O visual da picape é bastante próximo do original, por dentro e por fora — carroceria, rodas, revestimentos internos, mostradores do painel, bancos de couro e até mesmo a alavanca de câmbio na coluna forma preservados. Aliás, a instalação do motor foi feita de modo a parecer original de fábrica. O interior ainda conta com sistema Keyless original e ar-condicionado, que funciona perfeitamente.

ss10-corvette (9) ss10-corvette (8)

A picape ficou um tanto mais baixa por causa da suspensão, que usa amortecedores Belltech Sport Truck. Os pneus são BF Goodrich, de medidas 265/60 na dianteira e 295/50 na traseira. Um toque de personalização são os retrovisores elétricos SS Street Scene.

ss10-corvette (4)

Douglas diz que se trata de um projeto pessoal, e garante que a picape é muito bem acertada e divertida de guiar. O preço, na nossa opinião, é condizente com o nível do projeto e com o custo de um engine swap deste calibre: não é possível fazer um trabalho como este gastando menos de R$ 50 mil, com toda certeza.

Se você se interessou, pode entrar em contato com Douglas pelo celular (54) 9983-9459, ou própria página da Doug’s Speed Shop no Facebook.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial, tampouco de uma reportagem aprofundada. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Este raro VW Gol GTI GIII 16V foi um dos últimos com o motor 2.0 16v – e é nosso Achado Meio Perdido de hoje

Gustavo Henrique Ruffo

Este Mercedes-Benz 220S “Fintail” pode ser seu novo clássico alemão

Dalmo Hernandes

Este Chevrolet Opala Especial 1973 nunca foi restaurado e está à venda

Dalmo Hernandes