A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Kadett GS: clássico, confiável, bonito e amarelo. Vale R$ 16 mil?

Continuando nossa sequência de esportivos nacionais em nossos Achados Meio Perdidos, encontramos à venda este Kadett GS praticamente impecável. Ele faz o seu tipo?

Quando se fala do Chevrolet Kadett no Brasil, todo mundo lembra do GSi e seu motor 2.0 com injeção multiponto e 121 cv. Mas antes dele havia o Kadett GS, primeira versão esportiva do modelo no Brasil, com visual bem parecido e motor carburado.

kadett gs (5)

Lançado em 1989, o Kadett quebrava um jejum de cinco anos sem lançamentos verdadeiramente inéditos no Brasil — que não fossem atualizações ou derivações de modelos já existentes. E, mesmo atrasado em relação à Europa (nosso Kadett já estava em sua quinta geração no velho mundo desde 1984), o Chevrolet conseguiu trazer modernidade ao mercado — ao menos no visual.

Diferentemente do que acontece hoje em dia, a versão esportiva GS foi lançada junto com as outras (a saber, a básica SL e a mais luxuosa SL/E). Enquanto as outras versões usavam um motor 1.8 de 96 cv — o mesmo do Monza —, o GS ficava com um 2.0 carburado de 110 cv. O motor mais potente era acompanhado por para-choques exclusivos, aerofólio, rodas de liga leve de 14 polegadas, volante de três raios e bancos Recaro. O desenho era bem mais moderno do que o dos concorrentes da época, como o Gol GTI e o Escort XR3.

kadett gs (7)

O motor 2.0 andava bem, mas as relações curtas do câmbio somadas ao sistema de alimentação por carburador e ao tanque de apenas 47 litros acabavam significavam alto consumo de combustível (etanol) e baixa autonomia. No ano seguinte, o GS recebeu diferencial mais longo e opção de motor a gasolina, com 99 cv declarados (como era comum na época, na prática o número deveria ser maior).

O carro das fotos faz parte desta nova leva — trata-se de um Kadett 1991, ano em que também tornou-se disponível a cor amarela. No ano seguinte, o GS dava lugar ao GSi (“i” de injeção eletrônica) mais moderno e eficiente.

kadett gs

É mais difícil encontrar um Kadett GS bem conservado como este do que um GSi, por isso seu valor histórico pode ser maior. E talvez você até curta mais seu visual, com a faixa preta na traseira e os piscas dianteiros na cor laranja. Além disso, em termos de manutenção os dois se equivalem na robustez do motor.

Você pagaria os R$ 16 mil anunciados por este carro?

[OLX]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o proprietário.

Matérias relacionadas

Que tal um belo conversível italiano de tração traseira? Este Alfa Romeo Spider 2000 1972 está à venda!

Dalmo Hernandes

Um Lada tão bem conservado como este não se acha todo dia, camarada

Dalmo Hernandes

Este Chevrolet Corvette C4 1991 com 50.000 km rodados pode ser seu novo V8 americano

Dalmo Hernandes