FlatOut!
Image default
História

Oito carros com motor Lotus, mas que não são Lotus


Todos sabemos que a Lotus, desde o início, foi sempre uma empresa onde o chassi, o carro, veio antes do motor. Este é um dos motivos dela ser tão especial e diferente, afinal de contas: antes dela, motores sempre foram o coração de qualquer carro, o centro de todo projeto automotivo. Mas Colin Chapman conseguiu reverter este dogma. Na verdade, mostrou que reduzir o carro em volta de um dado motor é mais eficiente do que aumentar a potência dele, para conseguir tempos de volta mais rápidos. Algo que sempre foi conhecido, mas nunca perseguido com tanta genialidade e foco como na Lotus. Muito por uma questão externa, de conjuntura: a Lotus nasceu em um estábulo, criado por jovens engenheiros que sabiam projetar de tudo, mas fabricar somente o que era possível com ferramentas simples: soldar e cortar tubos, curvar chapas de metal, coisas assim. Fundir, usinar, montar, testar e produzir motores estava muito além de suas possibilidades. [caption id="attachment_289633" align="aligncenter" width="98