FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Procurando um Citroën AX GTi? Este aqui está à venda!

Qualquer um que goste de carros há algum tempo já ouviu falar na reputação dos pocket rockets franceses dos anos 1990 – um nicho bem específico de carros compactos, leves, bem acertados e com motor para lá de esperto. O visual é algo mais subjetivo, mas há quem aprecie o visual quadradão e levemente excêntrico.

Esses carros, há alguns anos, já foram ignorados por muita gente – nunca foram numerosos no Brasil, mas era mais comum encontrá-los à venda por um preço bem interessante. Só que agora já não é mais assim: carros como o Citroën AX GTi, nosso Achado meio Perdido da semana, foram redescobertos pelos entusiastas. Primeiro, porque com a idade eles já estão se tornando clássicos. Segundo, porque a ideia de ter um carro que anda bem, diverte, e ainda foge do lugar-comum, soa interessante à maioria dos ouvidos.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. Acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Se você procurar um AX GTi à venda nos sites de classificados hoje, só vai achar este exemplar em específico. Trata-se de um exemplar fabricado em 1993, com 90.000 km rodados, e muito inteiro para um carro de quase 30 anos. E ele está anunciado no GT40, claro!

O Citroën AX, fabricado entre 1986 e 1998, foi criado para substituir o já cansado Citroën LNA, compacto feito sobre o Peugeot 104 da década de 1970. Apesar de competente, o LNA era antiquado em estilo e mecânica na época – então, a solução foi desenvolver um carro totalmente novo, pronto para receber os então novos motores da família TU da PSA (a mesma, aliás, que está presente até hoje no “nosso” Peugeot 208).

O resultado foi um carro pequeno com a assinatura clássica da Citroën – compacto, leve, com visual levemente experimental e, mesmo nas variantes mais comportadas, bem acertado dinamicamente. Todas as variantes usavam suspensão independente nas quatro rodas (MacPherson na dianteira e braços arrastados na traseira), o peso ficava entre 680 kg e 850 kg dependendo da versão – quase nada – e havia até versões com tração nas quatro rodas para garantir que o AX se saísse bem até nas piores estradas do interior da França.

Além disso, o carro tinha um perfil aerodinâmico bastante eficaz para a época: o perfil levemente em forma de cunha garantia Cx de apenas 0,31 – o que contribuía bastante na economia de combustível. Na verdade o Citroën AX bebia tão pouco que a versão com motor a diesel, de 1,3 litro e 53 cv, entrou para o Livro dos Recordes como o carro mais econômico do planeta: 35 km/l. Avançamos bastante desde então, mas ainda é uma bela marca.

Mas o foco aqui é o Citroën AX GTi, que foi lançado em 1992 com o motor TU3, de 1,4 litro, 101 cv a 6.800 rpm e 12,5 kgfm de torque a 4.200 rpm. Era o suficiente para levar o carro de 795 kg até os 100 km/h  em 9,6 segundos, com velocidade máxima de 190 km/h. Pouco depois do lançamento na Europa, ele chegou ao Brasil, no embalo da abertura das importações. Embora não tenha feito tanto barulho na época, hoje suas qualidades o tornaram um clássico cult.

O exemplar anunciado no GT40, de acordo com o proprietário, tem 90.000 km rodados e está muito bem preservado. Fabricado em 1993, ele já tem o facelift que deu ao Citroën AX piscas com lentes brancas, o emblema do duplo chevron centralizado no capô, uma nova tampa traseira e interior com linhas mais arredondadas – esta última parte é uma pena, porque o painel quadrado com volante de um raio só da versão pré-facelift tinha mais personalidade.

É apenas um detalhe, porém, que não compromete as qualidades do AX GTi: ele é incrível de guiar. O entre-eixos curto (só 2,38 metros, 2 cm a menos que em um Fusca), o baixíssimo peso e a suspensão mais firme se traduzem em agilidade impressionante em curvas e estabilidade impressionante. E, claro, com pouco isolamento acústico e o para-brisa bem na sua cara – coisas dos carros de antigamente – a sensação de velocidade com o pé cravado é muito alta.

 

O anunciante diz que o carro sempre foi muito bem cuidado e só usa componentes OEM ou peças aftermarket de qualidade. Já foram substituídos velas e cabos, bobina, módulo de ignição, correia, sistema de combustível, alternador, injetores e amortecedores.

É claro que algumas marcas do tempo estão presentes, mas são discretas e não devem dar muito trabalho para serem eliminadas. A pintura está em bom estado e o interior tem todos os revestimentos e acabamentos presentes e com boa aparência.

As rodas são da Speedline, fabricadas na Itália, e calçam pneus nas medidas originais – 185/60-13, sendo que dois deles são novos.

O preço, como já observado, já não é mais tão acessível quanto há alguns anos, mas ainda assim parece uma proposta atraente – por menos de R$ 30.000, este é um dos carros carros que melhor equilibram exotismo e diversão. Se você ficou interessado, clique aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário!


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!