A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Standard Vanguard: um britânico da década de 1950 à venda no Brasil

Clássicos icônicos, conhecidos no mundo inteiro, naturalmente têm demanda maior entre os colecionadores – e, com isto, seu preço está sujeito a aumentar constantemente. É assim que o mercado funciona. Um Mini Cooper antigo, por exemplo, pode passar dos R$ 200.000 dependendo do estado de conservação e do ano de fabricação – os carros da primeira safra obviamente são os mais valorizados.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Contudo, modelos alternativos, mais desconhecidos e menos procurados, podem ser opções interessantes para quem quer adicionar um pouco de variedade a sua coleção, fugindo do lugar-comum – e ainda custando menos. Quer um exemplo? Nosso Achado meio Perdido de hoje: um Standard Vanguard, fabricado em 1952 e anunciado no GT40. Trata-se do primeiro modelo que a Standard colocou no mercado após à Segunda Guerra Mundial – e foi o último que a fabricante fez antes de ser absorvida pelo grupo Massey Ferguson, conhecido por seus tratores.

A Standard foi fundada em 1903, sendo uma das mais antigas fabricantes de automóveis do Reino Unido. Seus primeiros carros eram pequenos e simples, com motores de um ou dois cilindros, mas já nos anos 1910 começaram a ser produzidos carros mais luxuosos, com motores maiores e acabamento mais sofisticado. Durante a Primeira Guerra Mundial, a Standard também fabricou aviões de combate – mais de 1.000 deles. Depois do conflito, a Standard também começou a investir em carros mais potentes e esportivos.

Em 1945, após a Segunda Guerra Mundial, a Standard comprou a Triumph, famosa fabricante de esportivos do Reino Unido, que manteve sob seu guarda-chuva até o fim, na década de 1960, antes de ser adquirida pela Massey Ferguson e, em 1968, absorvida pelo grupo British Leyland.

O Standard Vanguard foi o primeiro carro totalmente novo feito pela empresa depois da Segunda Guerra Mundial, sem guardar qualquer semelhança com os antecessores – notavelmente, pela adoção de para-lamas integrados ao monobloco, e não peças salientes como era a norma até o começo da década de 1940. A carroceria era do tipo sedã de dois volumes, com o porta-malas completamente separado do habitáculo e perfil “fastback”.

O motor era sempre um quatro-cilindros de 2.008 cm³, com comando no bloco e duas válvulas por cilindro e 68 cv. Originalmente desenvolvido para tratores, o motor também acabou sendo usado no Triumph TR3, chegando aos 90 cv com a adoção de dois carburadores SU de corpo duplo. O câmbio era sempre manual de três marchas, com overdrive opcional a partir de 1950, ano em que também começaram a ser oferecidas versões conversível, picape e furgão do Standard Vanguard.

Trata-se de um carro interessante, de porte relativamente compacto para a época – 4,21 metros de comprimento e entre-eixos de 2,38 m (menos que um Fusca) – mas, com banco inteiriço na dianteira e alavanca de câmbio na coluna, tinha capacidade para levar até seis pessoas. O porta-malas também tinha volume razoável e uma divisória entre os compartimentos superior e inferior.

A arquitetura do lado de dentro é típica da época, com painel compacto, o para-brisa próximo aos rostos dos ocupantes do banco da frente, um amplo porta-objetos e chave de ignição centralizada. Curiosamente, apesar de o Vanguard ser um carro feito no Reino Unido, este exemplar tem o volante do lado direito. Possivelmente trata-se de um exemplar destinado à Alemanha Ocidental, visto que o Vanguard era um dos poucos carros britânicos vendidos lá.

O exemplar anunciado no GT40 é um Vanguard 1952, da primeira fase do modelo. De acordo com o anunciante, o carro foi completamente restaurado recentemente – pintura, acabamento interno e mecânica foram refeitos nos padrões originais. O sistema elétrico também foi revisado e está totalmente em ordem, segundo o vendedor. A maior parte dos itens de acabamento originais está presente, incluindo o cluster de instrumentos, faróis, lanternas, para-choques e emblemas.

Embora seja um carro mais desconhecido para o público em geral, este Standard Vanguard pode ficar bem em uma coleção temática de carros britânicos – e por um valor relativamente acessível. Se você ficou interessado, pode clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do vendedor.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este é provavelmente o Puma mais antigo do Brasil – e ele pode ser seu!

Dalmo Hernandes

Este belo Honda Civic coupe com motor B16 pode ser seu próximo carro, que tal?

Dalmo Hernandes

Este Passat GTS Pointer com motor 1.9 turbo e 250 cv nas rodas está à venda

Dalmo Hernandes