A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Um Mazda Miata de primeira geração à venda no Brasil!

Na lista de mágoas dos entusiastas brasileiros, a escassez de exemplares do Mazda MX-5 Miata à venda em nosso mercado certamente está muito perto do topo. A Mazda esteve presente no Brasil por dez anos, de 1990 a 2000, e chegou a vender o conversível por aqui. Mas em pouca quantidade, o que torna os exemplares à venda absurdamente raros. Dificilmente mais que três ou quatro carros aparecem à venda nos sites de classificados. Também há os grupos de venda, mas neles é preciso garimpar bastante e contar com a sorte.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até três carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Mas, caso você esteja realmente em busca de um Miata para chamar de seu, boas notícias: o Achado meio Perdido da semana é um belo exemplar da primeira geração – a mais cobiçada por muitos – e um carro bem conhecido dos leitores fiéis. Ele está anunciado no GT40, como de costume.

Trata-se de um MX-5 1.6 1990/91 – ou seja, uma das primeiras e mais puras variantes. O carro é o Project Car #509, de Yuri Franzoni, que comprou o roadster em fevereiro de 2017 e contou toda a sua história no FlatOut. Yuri é membro do clube Miata Brasil (do qual o Felipe Cluk, nosso videomaker, também faz parte) e ajudou no Guia de Compra que publicamos para o roadster.

 

O motor 1.6 foi a única opção para o Miata do lançamento, em 1989, até 1993. E muitos dizem que é a correta – com 115 cv, o quatro-cilindros DOHC teoricamente traz a potência certa para as dimensões e o acerto do carro. O motor 1.8 de 131 cv veio em 1994, e era inevitável (até porque de forma alguma os 16 cv extras faziam mal), mas temos de apreciar a receita clássica, na qual tudo fora pensado para beneficiar a experiência ao volante.

O carro de Yuri foi comprado em fevereiro de 2017 e, ao longo dos últimos quatro anos, ele se dedicou a devolver ao carro todas as suas características de fábrica – tarefa que não foi muito complicada, à parte de alguns acessórios, preservar o que o roadster tinha de bom e realizar todos os serviços de manutenção de forma extremamente rigorosa. Segundo o próprio Yuri, seu Miata é um dos melhores que rodam no Brasil atualmente em termos de conservação e originalidade.

O carro fica aos cuidados da Gearhead Garage. Yuri diz que o carro está revisado e com a manutenção completamente em dia – mecânica e elétrica. Componentes de desgaste foram substituídos, (correias e filtros, por exemplo), o radiador é novo, o chicote elétrico foi refeito e os fluidos foram trocados. E também foram resolvidos alguns pequenos detalhes estéticos e de acabamento – coisas simples, como instalar o emblema Mazda que faltava na dianteira e devolver o sistema de som original a seu devido lugar.

O carro também recebeu algumas melhorias simples, como a instalação de luzes diurnas no padrão de fábrica, um módulo de vidros elétricos com função one-touch e um defletor aerodinâmico na cabine.

Segundo Yuri, o carro é usado para lazer, em passeios de fim de semana e viagens, e até já participou de provas de regularidade – em outras palavras, é um carro que faz o que nasceu para fazer. O conjunto formado pelo motor 1.6 de 115 cv e 13,8 kgfm e pelo câmbio manual de cinco marchas é perfeito para os 970 kg do roadster, e o acerto de suspensão garante controlabilidade e liberdade na proporção certa. Não somos nós quem falamos, nem o Yuri, mas milhares de donos do Miata espalhados pelo mundo.

O preço está dentro da média do mercado para o Miata. E, para um carro que, segundo o próprio Yuri, tem cerca cerca de 120 unidades registradas no Brasil, está até interessante. Então, se você ficou interessado, acesse o anúncio para pegar os contatos do proprietário.


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este Ford Focus GLX sedã com 300 cv nas rodas é um verdadeiro sleeper

Dalmo Hernandes

Alpine A110 ou Renault 5 Turbo: estas duas lendas do rali francesas estão à venda – e você só pode escolher um deles!

Dalmo Hernandes

Dear god! O Peugeot 205 T16 de Ari Vatanen vai ser leiloado!

Dalmo Hernandes