A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos Zero a 300

Um raro e bem cuidado Gol Copa 1982 é nosso Achado meio Perdido de hoje

O Volkswagen Gol pode não já ser mais o carro mais vendido do Brasil, mas ainda é onipresente nas ruas e, sem dúvida, um dos projetos nacionais mais bem sucedidos da indústria. Prova disso é a forma como suas edições especiais são bem cotadas no mercado e cobiçadas por milhares de entusiastas espalhados pelo País. Naturalmente, isto faz com que esteja cada vez mais difícil topar com elas no merdado. O que torna este Gol Copa 1982, anunciado no GT40.com.br, um belo achado!

Quando foi lançado, em 1980, o VW Gol foi bastante elogiado por seu visual moderno, seu bom comportamento dinâmico e seu aproveitamento do espaço muito melhor em relação ao Fusca. No entanto, ao abrir o capô, o que se encontrava era o mesmo boxer de quatro cilindros usado pelo Besouro, com 42 cv e 9,2 mkgf de torque, o que prejudicava demais seu desempenho. Ficava nítido que o Gol tinha potencial, mas a força do motor não correspondia às expectativas. Para se ter uma ideia, a velocidade máxima era menor que 130 km/h, e o carro precisava de intermináveis 22 segundos para chegar aos 100 km/h.

golcopa82 (11)

Para ajudar o Goleta a cair no gosto do Brasileiro, a VW fez duas coisas. A primeira foi dar a ele um motor maior de 1,6 litro e carburação dupla, embora ainda arrefecido a ar. Com 51 cv e 10,7 mkgf de torque, o Gol passou a cumprir o 0-100 km/h em 15,4 segundos, com máxima de 143 km/h – finalmente uma performance mais condizente com sua proposta.

A segunda coisa veio em 1982, quando surgiu a primeira série especial do Gol. Alusivo à Copa do Mundo de 1982, realizada na Espanha, o carro tinha decoração especial, alguns equipamentos exclusivos e uma divertida campanha publicitária quase toda em espanhol.

golcopa82 (2)

Foram fabricadas 3.000 unidades do Gol Copa, todas na exclusiva cor Azul Copa Metálico, que também era aplicada aos para-choques. Estes recebiam faróis auxiliares na dianteira, enquanto a traseira ganhava uma faixa preta entre as lanternas. O vigia traseiro trazia a inscrição “COPA”, e o volante era o mesmo do Passat TS (o famoso “cachorrinho”, que seria utilizado também no Gol GT, em 1984).

golcopa82 (12) golcopa82 (5)

O painel de instrumentos era bastante completo, com conta-giros, relógio e hodômetro parcial. O tecido dos revestimentos de porta (que tinham detalhes cromados) era exclusivo, assim como o buclê preto do carpete. Já o motor, claro, era o boxer 1600 com dois carburadores. A alavanca do câmbio (que tinha quatro marchas, sendo que a última era mais longa, como no SP2) tinha o formato de uma bola de futebol.

golcopa82 (10)

Apesar de o Brasil não ter se saído muito bem naquela Copa, que para nós terminou com a famosa “Tragédia do Sarrià”, quando a nossa Seleção perdeu por 3×2 para a Itália, o Gol Copa vendeu bem e ajudou a melhorar a imagem do modelo no Brasil, processo que teve sequência com o lançamento das versões com motor arrefecido a água, bem mais potente, econômico e eficiente, em 1983.

golcopa82 (4)

O Gol Copa em questão pertence a Rafael Barbosa, de Osasco/SP. Ele conta que comprou o carro há cerca de dois anos e que o mesmo estava bastante íntegro, com apenas alguns detalhes a acertar. Isto foi feito imediatamente: Rafael trocou os discos de freio e as pastilhas na dianteira, os dois tambores as lonas na traseira, amortecedores, molas, batentes, coxins do motor e câmbio e borrachas da suspensão, todos por componentes originais VW.

golcopa82 (9)

 

O interior passou por uma boa higienização e por fora, apenas as rodas não são originais (as que estão no Gol são um jogo de Scorro da década de 1980) e os faróis auxiliares. O carro veio com rodas de aço e Rafael não encontrou as originais, mas os faróis Volkswagen já foram encomendados, e o novo dono fica com eles.

golcopa82 (13) golcopa82 (14) golcopa82 (15)

Rafael diz que rodou cerca de 2.000 km desde que comprou o carro (são pouco mais de 44.000 km, segundo o dono)  e que nunca teve problemas exceto pelo motor de partida, que já foi substituído por uma peça new-old stock (antiga, porém sem uso).

golcopa82 (3)

O valor pedido, de R$ 17.000, não é exatamente uma pechincha para um Gol pré-87 qualquer, mas sem dúvida é bem interessante para um exemplar raro como este Gol Copa. Se você se interessou e quer entrar em contato com Rafael, clique aqui para acessar o anúncio e pegar os seus contatos.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

BMW M235i chega ao Brasil, Fiat deixa a Itália e vai para a Inglaterra, Piquet correrá na Nascar e mais!

Leonardo Contesini

Schumacher paralisado e com problemas de fala, Fiat 500 Abarth chega ao Brasil, Audi revela conceito que dará origem ao A9 e mais!

Leonardo Contesini

Havaianas patrocina halo da Force India, Jeep terá modelo menor que Renegade, SP quer cobrar IPVA de carros de outros estados e mais!

Leonardo Contesini