A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Volvo S60R: 2.5 cinco cilindros turbo, 360 cv, câmbio manual, tração nas quatro rodas… e à venda!

Se você quer a garantia de que vai comprar um sedã com motor potente, dinâmica apurada, bom acabamento e um visual sofisticado, o caminho mais direto costuma ser um alemão – um BMW Série 3, um Audi A4 ou um Mercedes-Benz Classe C provavelmente estão entre os primeiros candidatos. Mas e se você quiser algo diferente? Algo mais… escandinavo? Então você procura um Volvo S60. Se for um S60 R, versão esportiva que mirava no topo da cadeia alimentar do trio de ferro alemão, ainda melhor. É exatamente este o exemplar que acabou de aparecer à venda nos classificados GT40.com.br!

Estamos falando da primeira geração do S60, produzida entre 2000 e 2009 – os suecos gostam de extrair até a última gota de seus modelos antes de mudar de geração. Criado para competir principalmente com o Série 3 E46 e com o Classe C W203, o Volvo S60 apostava em um visual sério, acabamento interno de primeira e motores turbinados – na verdade, a Volvo foi uma das primeiras fabricantes a apostar nos motores sobrealimentados e de menor deslocamento, buscando eficácia aliada a performance.

Assim, a versão esportiva T5, disponível desde o lançamento, primeiro usava um cinco-cilindros turbo de 2,3 litros com turbo, 250 cv e 33,6 mkgf de torque, que eram levados para as rodas dianteiras através de uma caixa manual de cinco marchas. A partir de 2005, o motor passou a deslocar 2,4 litros e a entregar 260 cv e 35,7 mkgf de torque, também com câmbio manual de cinco marchas e tração dianteira.

img_23488_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676

Foi um ano antes, porém, em 2004, que a Volvo decidiu lançar a versão mais nervosa do S60 e, para de fato rivalizar com a concorrência alemã, teve de lançar mão de algo mais voltado ao desempenho. Assim, além de uma versão de 2,5 litros e 300 cv do motor de cinco cilindros, o Volvo S60R tinha tração nas quatro rodas com diferencial Haldex, semelhante em concepção ao sistema empregado pela Audi nos modelos de quatro cilindros, do Mercedes-Benz A45/CLA45/GLA45, dentre outros.

img_23520_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676 img_23540_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676

O câmbio podia ser manual de seis marchas ou automático de cinco marchas – com o detalhe de que, com a caixa manual, o torque era maior: 40,8 mkgf, contra os 35,7 mkgf da automática, torque similar ao da versão T5. O turbocompressor KKK, operando a 1,1 bar de pressão, ajudava o torque máximo a chegar já às 1.800 rpm. O sedã de 1.667 kg chegava aos 100 km/h em 5,5 segundos, com máxima limitada eletronicamente em 255 km/h (as outras versões eram limitadas em 215 km/h).

52802cd8-9944-4d47-a3f0-369bd352e95e

De acordo com Felippe Seifert, o dono deste exemplar de 2004, só vieram 17 exemplares do Volvo S60R com câmbio manual de seis marchas para o Brasil. Felippe é o terceiro dono: comprou o carro de um amigo há cerca de um ano, e o amigo, por sua vez, havia comprado o carro das mãos do primeiro dono em 2014. Hoje, são pouco mais de 100.000 km marcados no hodômetro.

img_23504_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676img_23508_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676

Dois detalhes bacanas do Volvo S60R: o câmbio manual “spaceball”, com uma semi-esfera plástica no lugar da coifa de câmbio; e o interior “Atacama”, com couro natural, sem tingimento e mais grosso, parecido com uma luva de beisebol

Felippe diz que o carro sempre foi bem mantido, e tem como prova disso todas as notas fiscais de todos os serviços realizados desde que o S60R era zero-quilômetro, guardadas e organizadas. O segundo proprietário, além de manter o padrão de cuidado, aproveitou para instalar um kit Stage 2 da BSR, que através de um remapeamento no módulo de controle do motor, eleva a potência para 360 cv e o torque, para mais de 50 mkgf.

img_23496_4_5e0706a6-75bf-4afb-be49-9b749fd07676

O atual dono também fez algumas coisas desde que comprou o carro: uma revisão completa logo de cara, trocando fluidos e substituindo todos os componentes necessários. Há cerca de dois meses, os amortecedores dianteiros foram trocados por peças novas, originais Volvo; e também recentemente o S60R passou por um serviço de detailing. O carro está no Rio de Janeiro, RJ. Se você se interessou, é só dar uma passada lá no GT40.com.br para conferir todos os detalhes e pegar seus contatos!

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este Lancer Evo X pouco rodado e preparado para entregar 420 cv está à venda

Dalmo Hernandes

Pontiac: a história da fabricante que inventou o muscle car – parte 2

Dalmo Hernandes

Volkswagen Corrado G60: terminando o novo motor, começando o interior do Project Cars #248

Leonardo Contesini