FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo BMW X1 chega às lojas brasileiras, Museu TAM fecha as portas, Renault mostra Kwid esportivo e mais!


Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

BMW X1 já está nas concessionárias brasileiras

bmw_x1_24

A nova geração do BMW X1 já pode ser encontrada nas lojas Brasileiras da marca. O modelo foi lançado por aqui no começo de dezembro, mas até então era oferecido somente em pré-venda. Neste primeiro mês, o X1 virá importado da Alemanha e passará a ser nacional somente a partir de março. A nacionalização, contudo, não implica em redução de preços.

A principal novidade deste novo X1 é a nova plataforma, baseada em uma arquitetura de tração dianteira compartilhada com o Mini Countryman e o Série 2 Active Tourer. O visual, claro, também mudou significativamente, e agora coloca o X1 mais alinhado com seus irmãos maiores X3 e X5 em termos de design.

O novo X1 é oferecido em três versões: sDrive20i GP, que sai por R$ 167.000 e traz sensores de estacionamento, de chuva e crepuscular, rodas de 18 polegadas, faróis de LED, controles de tração e estabilidade, airbags laterais e de cortina, sistema multimídia com GPS e serviço de concierge. Logo acima está a sDrive20i X-Line, que custa R$ 180.000 e, além dos equipamentos da GP, ganha bancos com ajuste elétrico, teto solar panorâmico, retrovisores com rebatimento elétrico e porta-malas com fechamento elétrico. Estas duas versões, com o nome iniciado pela letra “s”, terão apenas tração dianteira.

A tração integral ficou reservada para a versão topo de linha xDrive25i Sport, de R$ 200.000 (R$ 199.950, para ser mais exato), que ganha rodas de 19 polegadas e som de alta definição.

BMW-X1-2016-interior-17

As três versões usam o novo motor 2.0 turbo da BMW (que também equipa o Mini Cooper/JCW), porém com dois níveis de potência e torque. As versões de tração dianteira sDrive20i têm 195 cv e 28,5 mkgf, enquanto a xDrive25 tem 234 cv e 35,7 mkgf. Todas elas usam o mesmo câmbio automático de oito marchas fornecido pela ZF.

 

Renault mostra versão esportiva do Kwid

2016-renault-kwid-racer-03

A Renault apresentou nesta quarta-feira (3) duas versões conceituais do compacto Kwid, que substituirá o nosso Renault Clio. A primeira delas é o típico aventureiro de asfalto. Batizado Kwid Climber, ele tem visual off-road com suspensão elevada, balanços encurtados, para-choques maiores e protetores nos para-lamas e portas.

Já a segunda variação é a mais interessante, e lembra de certa forma o Sandero RS em escala menor. Seu nome é Kwid Racer, e ele recebeu spoiler traseiro, para-choques esportivos com tomadas de ar maiores, spoiler integrado na dianteira e um pseudo difusor na traseira. A suspensão foi rebaixada e o modelo também recebeu rodas de 18 polegadas virtualmente idênticas às do Sandero RS. Por dentro ele tem bancos esportivos, cintos de quatro pontos, gaiola, painel com dados de telemetria e acabamento em fibra de carbono e alumínio.

2016-renault-kwid-racer-05

Infelizmente, nenhum deles deverá ser produzido — ao menos não da forma que estão sendo apresentados conceitualmente. Já a versão pacata do compacto deve dar as caras no Brasil no fim deste ano, para substituir o Clio de segunda geração, que já está entre nós há 17 anos (leia mais neste post).

 

Museu da TAM fecha as portas após 16 anos de operação

museutam

Um dos melhores acervos aeronáuticos do mundo está fechando as portas. O Museu de TAM, criado pelos irmãos Rolim e João Amaro em 2000 para preservar a história da aviação brasileira e mundial, está fechando as portas depois de 16 anos de operação. O motivo, como aconteceu com tantos outros museus brasileiros, é o esgotamento de recursos para a manutenção do local e do acervo.

Atualmente composto por 90 aeronaves — a maioria em condições de voo – o museu custa R$ 300.000 mensais para ser mantido em funcionamento, ou R$ 3,6 milhões por ano. De acordo com o diretor do museu, William Rady, a situação já estava crítica há alguns meses, e ocorreram até mesmo atrasos nos pagamentos dos funcionários. Diante da situação, o conselho administrativo da TAM decidiu fechar o museu imediatamente. Veja a seguir a nota oficial sobre o fechamento:

“O Museu da TAM, localizado na cidade de São Carlos, estará com suas atividades supensas temporariamente. Esta decisão está atrelada ao acirramento dos desafios econômicos do país, provocado pelo aumento da inflação e pela alta do Dólar em relação ao real, resultando em uma desaceleração do setor aéreo. Este cenário demonstrou a necessidade de um estudo interno de viabilidade econômica do Museu, que deverá ocorrer ao longo deste ano. Durante este período de análise, as atividades do museu estarão suspensas.”

 

Mazda está trabalhando em motor rotativo turbo

landscape-1445982628-mazda2

Se você nos acompanha diariamente já deve saber que há uma série de rumores sobre um possível retorno do Mazda RX-7 (ou RX-9, se a Mazda continuar a sequência depois do RX-8) e que ele poderá voltar a usar um motor rotativo. Tudo isso ainda é especulação — não há nenhuma fonte ligada a marca dizendo que eles estão trabalhando em um esportivo desse tipo. Por outro lado, o motor rotativo está muito mais perto da realidade.

O pessoal do site australiano Motoring conversou com o diretor de drivetrains e powertrains da Mazda, Tetsushi Marutani, e descobriu algumas novidades sobre o Wankel turbo. Segundo Marutani, a Mazda ainda está desenvolvendo novos motores rotativos e espera lançá-los no futuro. Embora não tenha mencionado prazos, tipos de veículo ou potência, Marutani disse que “um rotativo com turbo ou compressor seria bom” pois eles precisam de mais torque em baixas rotações, e se esses motores tivessem “um pequeno compressor ou turbo” isso já ajudaria.

Então agora sabemos que a Mazda está realmente desenvolvendo um motor Wankel turbo. Agora, o fato de estar desenvolvendo não significa que ele chegará à linha de produção, e mesmo que chegue, é provável que ele seja combinado a um motor elétrico para formar um powertrain híbrido, visto que as emissões são críticas nesse tipo de motor.

Renault revela seu F1 para 2016

18622740341752563043

A Renault revelou nesta quarta-feira (3) seu novo carro de Fórmula 1 para a temporada de 2016. Batizado RS16, ele marca a volta da fabricante francesa à categoria.

17801433601069087695

Segundo a fabricante, a decisão de voltar à Fórmula 1 com uma equipe de fábrica foi tomada após uma longa avaliação de seu programa esportivo do ano passado, que levou em consideração o retorno obtido dos investimentos. A Renault percebeu que, apesar dos títulos da Red Bull nos anos anteriores, a participação da marca na equipe não trouxe resultados impactantes em termos de marketing e que a solução para isso seria retornar às pistas com uma equipe própria.

5518658522011847208

O carro novamente combina amarelo e preto, porém numa proporção inversa à combinação tradicional: a maioria do carro é preta, com apenas alguns detalhes em amarelo. Com a saída de Romain Grosjean para a Haas e de Pastor Maldonado devido ao fim do patrocínio da PDVSA, a dupla de pilotos será Kevin Magnussen, que estreou em 2014 pela McLaren, e Jolyon Palmer.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora