FlatOut!
Image default
Vídeo

A atitude destes dois pilotos depois de um acidente impressionante na Bathurst 1000 foi surpreendente


Já falamos sobre a V8 Supercars algumas vezes aqui no FlatOut. Ela é uma das nossas categorias favoritas porque é rápida, brutal e extremamente competitiva — e perigosa. Uma das pistas mais desafiadoras é Mount Panorama, onde acontece a Bathurst 1000, corrida de longa duração que está entre as mais importantes do campeonato.

Estreita, rápida e cheia de variações de relevo, Mount Panorama é um circuito técnico e pequenos erros podem se transformar em grandes tragédias — ou, no mínimo, causar um belo prejuízo para piloto e equipe. Até mesmo os treinos de classificação são emocionantes, com disputas acirradas e acidentes como o que aconteceu durante os treinos no último sábado (11).

Por si só, o acidente já impressiona: o Holden Commodore de Warren Luff, da equipe de fábrica da marca, perdeu o controle e acertou a traseira do carro do veterano Craig Lowndes (outro Holden Commodore) e ambos beijaram a barreira de pneus. Luff diz que pisou fundo no freio na entrada da curva, mas o carro simplesmente não reduziu. A causa exata ainda está sendo investigada.

O carro de Luff capotou e ele não pôde participar da corrida no dia seguinte. O carro de Lowndes não chegou a capotar, mas ficou com a traseira destruída.

Mas o que aconteceu depois foi o mais impressionante. Os carros da V8 Supercars (de qualquer categoria que atinja altas velocidades, na verdade) são extremamente seguros — o bastante para que Lowndes tenha conseguido sair ileso. Ele emerge do carro assim que consegue sair, e corre para verificar a situação do colega. Lowndes ajuda Luff, que também saiu sem ferimentos, a rastejar para fora do carro. Quando vêem que estão inteiros, os pilotos se abraçam ali, na beira da pista, em um belo exemplo de companheirismo e espírito esportivo.

É por este tipo de coisa que nunca deixaremos de acompanhar o automobilismo — além, é claro, de toda a emoção de uma boa corrida. E a corrida em si, no dia seguinte, também foi emocionante. Chaz Mostert, piloto da Ford, foi o vencedor da corrida depois de largar em último, conquistando a liderança na última volta — algo que aconteceu pela primeira vez na história da V8 Supercars. Jamie Whincup também teve um desempenho impressionante ao largar em terceiro e dar uma bela arrancada em direção ao primeiro pelotão. Contudo, por falta de combustível, ele foi forçado a ser mais comedido no acelerador e acabou chegando em quinto lugar.

Contudo, esta corrida será mesmo lembrada por um acidente e por um abraço.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora