A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

A bela coleção de carros de Per Gessle, o guitarrista do Roxette

A dupla sueca de pop rock Roxette é mais uma evidência de que os escandinavos têm jeito para fazer sucesso com música, ao lado dos compatriotas do Abba e dos noruegueses do A-ha. A dupla formada por Marie Fredriksson, que canta, e Per Gessle, que toca guitarra (e também canta) é uma das sensações da década de 1980, com diversos hits que muita gente aqui certamente ouve desde criança – outros, certamente aprenderam com os mais velhos.

O que você talvez não saiba é que Per Gessle não é apenas músico: ele também é entusiasta de mão cheia, e tem uma bela coleção de carros. E é claro que você já sacou que é disto que a gente vai falar.

O Roxette tem este nome por causa de uma música da banda Dr. Feelgood, e nem é a primeira banda de Gessle, que antes de fundar o Roxette, em 1986, fez parte do Gyllene Tider (Golden Times, em inglês), uma das bandas mais famosas da Suécia entre 1976 e 1985, reunindo-se esporadicamente desde então. Não há sueco que não conheça a música “Sommartider” (ou “Summer City”, na versão em inglês). Boa parte das músicas do grupo falavam sobre o verão, a vida de adolescente e o cotidiano na pequena cidade de Halmstad, na Suécia.

O Roxette trouxe um estilo musical mais refinado, romântico e maduro – e também o sucesso mundial, com músicas que são sucesso garantido em qualquer festa com temática oitentista.

It must have been love, but it’s over now…

O Roxette jamais deixou de gravar álbuns e fazer turnês, com exceção de um período entre 2002 e 2009, durante o qual Fredriksson foi diagnosticada com um gravíssimo tumor no cérebro e passou por um delicado tratamento e uma longa recuperação. Neste meio tempo, enquanto seguia carreira solo e tocava de vez em quando com o Gyllene Tider, Per Gessle também encontrou tempo para cuidar de sua coleção de carros.

photo_5781_per_gessle_in_his_laferrari_133483_original

Ele não é muito de expor sua vida pessoal e, gosta de dizer que sua música é mais famosa que ele. Talvez esta seja uma boa forma de proteger seu hobby. Ou você vai dizer que sabia que ele tinha uma LaFerrari cinza?

Detalhe para a placa: LA LA LA, aparentemente uma referência ao nome do carro e ao refrão da música “The Look”, do álbum Look Sharp!, de 1988, segundo da carreira da banda.

Se Gessle comprou a LaFerrari zero quilômetro, quer dizer que ele é um cliente estimado pela Ferrari – que escolhe a dedo seus clientes, especialmente quando se trata do flagship da linha. E, de fato, ele teve outras Ferrari:

ferrari-azul

Ferrari 456 GT Venice

gtbfiorano

Ferrari 599 GTB Fiorano

A 599, aliás, foi vendida há alguns anos em um leilão por € 129,4 mil, o que dá cerca de R$ 436 mil em conversão direta. E veio até com certificado de propriedade:

1000ferrari599_1409_al03l 1000ferrari599_1409_al21l 1000ferrari599_1409_al13l 1000ferrari599_1409_al24l

Ele aparentemente curte fugir do tradicional clichê da Ferrari vermelha mas, no caso da F40, não teve como evitar…

gessle

Gessle diz que seus carros favoritos são os italianos, mas ele também já teve uma boa cota de carros alemães. Mercedes-Benz, para ser mais exato: um SL AMG da geração R230, um E420 W124 perua e um SL500 R129 estão listados em sites dedicados ao Roxette. Infelizmente, nem todos estão acompanhados de fotos.

Per-car

Quando se trata de carros de luxo, porém, ele não é modesto: este Rolls-Royce Phantom, sedã de extremo luxo com um V12 de 6,75 litros e 460 cv, é seu:

c214748364827082008211210_4 c214748364827082008211210_1

Fotos: Autogespot.com

E é claro que o músico sueco não deixaria de ter um carro sueco – no caso, um Volvo PV 40 1938. Ele também teve, de acordo com o site DailyRoxette, um Porsche Cayenne e mais duas Ferrari, uma 550 e uma 430 F1.

Gessle não costuma mesmo aparecer ao lado de seus carros em fotos, mas não se acanha quando o assunto é automobilismo: em 2016, em sua conta no Twitter, ele parabenizou Nico Rosberg pela conquista do título na Fórmula 1 com uma foto dos dois em Hockenheim, na Alemanha, tirada em 2001:

E olha ele aqui, em 2002, batendo um papinho com Jacques Villeneuve:

f1-spanish-gp-2002-jacques-villeneuve-with-per-gessle-of-swedish-pop-band-roxette

Matérias relacionadas

A história do Lancer Evolution I — a herança dos ralis e o sucesso nas ruas

Leonardo Contesini

Memórias de Saigon: os carros clássicos que sobrevivem na antiga capital do Vietnã

Dalmo Hernandes

O que um alemão pensaria do trânsito americano (e brasileiro)? 

Leonardo Contesini