A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Agile e Sonic deixam de ser vendidos, Nissan GT-R enfrenta uma mulher a pé, VW lança novos modelos R Line no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Agile e Sonic deixam de ser vendidos no Brasil

chevrolet_agile_18

A Chevrolet não irá mais vender os modelos Agile e Sonic no Brasil. O motivo é o baixo volume de vendas dos dois modelos, que sofreram com a concorrência de outros modelos da marca — ou canibalização.

No caso do Agile, lançado em 2009 para encarar Fox e Sandero, quem tomou o seu espaço foi o novato Onix, que oferecia o mesmo motor e um visual mais moderno e harmonioso por praticamente o mesmo valor. Como resultado, no primeiro semestre o Onix vendeu mais de 90.000 unidades, enquanto o Agile não chegou às 5.000.

Já o Sonic chegou ao Brasil com um visual bem interessante e motores modernos, iguais aos adotados pela marca em seus principais mercados, e veio para encarar o New Fiesta e Honda Fit/City. A vida do Sonic nunca foi fácil, primeiro devido à força comercial da dupla da Honda, e mais tarde devido à disputa interna com o Onix no caso do hatchback. Enquanto o Onix passava a figurar na lista dos mais vendidos mês após mês, o Sonic hatch amargava menos de 600 unidades mensais.

O sedã do Sonic por sua vez, tomou o golpe fatal com o lançamento do Cobalt, que emplacou 28.589 unidades até agora, enquanto o Sonic ficou com 2.706. Por outro lado, o modelo era importado da Coreia, e a Chevrolet afirma ter reduzido a importação por conta do lançamento do Tracker. Contudo, a marca não descarta voltar a oferecer o modelo no Brasil.

 

Os carros mais vendidos no Brasil em agosto

paliofire2

Depois de conquistar a liderança em junho o Fiat Palio manteve-se no topo dos mais vendidos pelo terceiro mês consecutivos, com 14.305 unidades. O Volkswagen Gol, desfalcado desde o fim da produção do G4 (que ajudava a engrossar as vendas), ficou em segundo lugar com 14.198 unidades.Em terceiro lugar vem o Fiat Strada, que subiu uma posição com suas 12.580 unidades. Logo atrás vem o Fiat Uno, com 10.922 unidades e o Chevrolet Onix, que perde duas posições com 10.285 unidades. O top ten é completado por Hyundai HB20 (9.074), Ford Fiesta (8.505), Fiat Siena (8.469), Volkswagen Fox (8.348) e Renault Sandero (7.278).

 

Quem é mais rápido: Jeremy Clarkson em um GT-R ou uma corredora olímpica?

Em mais um de seus desafios bizarros, os caras do Top Gear decidiram usar um Nissan GT-R para disputar uma corrida contra uma mulher… a pé!

get

Na verdade não é qualquer mulher, e sim Michelle Jenneke, uma corredora australiana que ganhou a medalha de ouro na última edição dos Jogos Olímpicos da Juventude nos 100 metros com barreiras. Ela é capaz de cobrir essa distância em apenas 12,5 segundos. O Nissan GT-R por sua vez, precisa de apenas 3 segundos para chegar aos 100 km/h. Quem você acha que leva essa?

 

Mercedes AMG GT será lançado no próximo dia 9 de setembro

FlatOut 2014-09-04 às 11.19.51

O novo esportivo da Mercedes-Benz, sucessor do SLS AMG, será lançado no próximo dia 9 de setembro, mas a fabricante já antecipou alguns dados de desempenho do modelo. Já sabíamos que ele usará o novo V8 biturbo de quatro litros e 510 cv, mas agora a Mercedes divulgou que, com esse motor, o AMG GT será capaz de chegar aos 100 km/h em 3,8 segundos antes de chegar aos 310 km/h de velocidade máxima.

O SLS AMG, com seu V8 de 6,3 litros aspirado conseguia fazer a aceleração rumo aos 100 km/h no mesmo tempo, mas tinha velocidade máxima mais alta: 317 km/h com limitação eletrônica. Isso, claro, não significa que o AMG GT será um modelo inferior ao seu antecessor, até por que ele será mais leve e menor para brigar com esportivos como o Porsche 911 e a Ferrari 458, além de certamente derivar uma versão Black Series com ainda mais potência e desempenho melhorado. Agora é esperar para ver o que acontece.

 

 

Volkswagen lança seis modelos com pacote R-Line no Brasil

Novo-Fusca-2015-R-Line-620x386

Depois do CC R Line, a Volkswagen agora lança no mercado brasileiro o pacote esportivo para outros cinco modelos — todos da linha importada da marca, composta por Fusca, Passat (e Variant), Tiguan e Touareg.

Passat-R-Line-620x385

O pacote inclui rodas de liga leve exclusivas (de 18 polegadas no Fusca, CC e Passat, 19 no Tiguan, e 20 no Touareg), para-choques mais agressivos, soleiras na cor do carro e alguns frisos cromados. No lado de dentro os novos bancos têm mais suporte lombar e recebem o logotipo R-Line nos encostos de cabeça, além do revestimento de couro preto. O volante também é novo, com acabamento exclusivo, assim como o painel e a manopla do câmbio — que também recebem detalhes em aço escovado. Os preços ainda não foram divulgados.

 

Matérias relacionadas

Este encontro de Audi RS2 foi tão épico que até o presidente da Audi Brasil foi – acelerando uma RS2, claro

Juliano Barata

Cravar o quarto-de-milha em menos de 10 segundos com o Dodge Demon é mais desafiador do que parece

Dalmo Hernandes

777 km/h em Bonneville – um novo recorde mundial de velocidade acaba de ser quebrado

Dalmo Hernandes