A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Top

As peruas mais legais que você pode comprar no Brasil – parte 2: mais anos 90 e anos 2000

Chegamos à segunda parte da lista com as peruas mais bacanas que se pode comprar no Brasil – usadas, já que as zero-quilômetro estão praticamente extintas. Com tantas sugestões diferentes, decidimos dividir as station wagons em cinco categorias: clássicas, anos 90, anos 2000 e premium. Você já conferiu a primeira parte? Então bora conferir a segunda!

 

Mais anos 90

Volkswagen Parati GLS

Foto-101

Sugerido por: Douglas Augsten

Na primeira metade década de 1990, o Gol mais desejado de todos era o GTI, com seu motor de dois litros com injeção eletrônica e 121 cv. Quem não podia pagar por um exemplar, tinha como opção o Gol GTS, com motor de 1,8 litro com carburador e 99 cv. E se você quisesse uma Parati com uma pegada mais esportiva?

volkswagen-parati-historia-5040a4f0071f2

A solução era a Parati GLS, que vinha com o motor 1.8 um pouco menos potente e trazia acabamento esportivo, bancos Recaro com revestimento de veludo cinza, o clássico painel “satélite”, com acabamento bem mais caprichado e rodas “pingo d’água”. É um carro bastante raro de se encontrar, especialmente em estado original. O valor de um exemplar conservado dificilmente é menor que R$ 20.000.

Atenção para um detalhe importante: adotado a partir de 1991 no motor 1.8 do Gol GTS, o carburador com controle eletrônico de marcha lenta pode mostrar-se mais complicado do que os outros em manutenção. Se fizer questão de preservar a originalidade mecânica, precisará aprender a lidar com ele.

 

Audi RS2 Avant

audi_rs2_1_1

Sugerido por: nós mesmos

Se esta é uma lista das peruas mais legais que se pode comprar no Brasil, a RS2 Avant é “A” mais legal que se pode comprar no Brasil – e, se não for, chega muito perto disso. Para começar, ela foi a primeira super perua da Audi, e foi feita em conjunto com a Porsche. Mais especificamente: a Audi fabricou todos os componentes básicos, mas a montagem do carro e boa parte das modificações do motor era feita pela Porsche.

audi_rs2_15audirs2 (11)

Curiosidade: a Audi RS2 Avant ofereceu interior com acabamento em fibra de carbono ou imitando madeira, e com volante de três ou quatro raios

 

O motor, um cinco-cilindros de 2,2 litros tem injetores de alta vazão, sistema de injeção retrabalhado acompanhado de um novo módulo Bosch, comando de válvulas mais agressivo, sistema de escape retrabalhado e um turbo KKK 30% maior que o original. Eram 315 cv a 6.500 rpm e 41,75 mkgf de torque já aos 3.000 rpm, moderados por um câmbio manual de seis marchas que entregava a força às quatro rodas através do sistema de tração integral quattro. O resultado era um carro capaz de chegar aos 100 km/h em apenas 4,8 segundos, com velocidade máxima de impressionantes 262 km/h. Freios, suspensão e até mesmo o interior também recebiam o toque de Stuttgart.

audi_rs2

Leia a história do mítico cinco-cilindros da Audi aqui!

Por esta razão, o valor médio de R$ 90 mil no mercado brasileiro vem cada vez mais se tornando apenas uma referência superficial. Os carros de baixa quilometragem já estão sendo negociados a preço de Porsche 911. Mas não conte a ninguém!

 

Volvo 850 T-5 R

tumblr_nliy6naKAI1rig7xwo1_1280

Sugerido por: Ricardo

Apesar da fama que a Volvo tem de indestrutível, a Volvo 850 costuma ser taxada como um carro para corajosos por causa do preço das peças, que também não são tão fáceis de encontrar. Então, se você acredita que tem coragem, vai encontrar na versão T5-R uma perua com motor de 2,3 litros com turbo e 240 cv, capaz de chegar até os 100 km/h em 5,8 segundos com muito conforto e segurança. Ela também tem câmbio automático de quatro marchas e tração dianteira. Nem tudo é perfeito.

Volvo8501

O segredo para comprar um exemplar é o mesmo que vale para outros importados da década de 1990: procedência, manutenção preventiva e revisões em dia, e uma boa ajuda da Internet, seja em fóruns ou no eBay. É possível encontrar boas unidades por coisa de R$ 20 mil, mas prepare-se para pagar um pouco mais por um exemplar mais conservado.

 

Anos 2000

Fiat Marea Turbo

4929248506_57dbbd4c7a_b

Foto: fsseifert/Flickr

Sugerido por: Lucas

Com motor Fivetech de cinco cilindros, turbo, comando duplo no cabeçote (e quatro válvulas por cilintro) e produção até 2007, achamos por bem incluir o Marea Turbo Weekend entre os carros modernos. E, de fato, com 182 cv a 6.000 rpm e 27 mkgf de torque já às 2.750 rpm, a perua turbinada entregava um desempenho que ficava no mesmo patamar do Civic Si de oitava geração: o 0 a 100 km/h era cumprido em oito segundos e a velocidade máxima era superior a 220 km/h.

Só há um problema comum a todo Marea com motor de cinco cilindros: a manutenção temperamental. Não é o fim do mundo, claro, mas mão de obra especializada e de qualidade pode demandar algum tempo de procura (e muitas tentativas e erros). Isto também fez com que muitos donos negligenciassem seus carros e só se livrassem deles quando a bomba estivesse prestes a explodir (com perdão pelo trocadilho). Tome cuidado redobrado com a procedência. Um bom exemplar, atualmente, costuma ficar na casa dos R$ 20 mil. Considerando tudo o que dissemos e o fato de apenas pouco mais de 1.000 unidades terem sido vendidas, o valor das melhores unidades certamente só vai aumentar.

 

Volkswagen Jetta Variant

autowp.ru_volkswagen_jetta_variant_8

Sugerido por:  Jonathan Pio

O Jetta Variant é um daqueles carros entusiastas “secretos” – para o consumidor médio, ela é uma perua bonita e bem equipada vendida pela VW entre 2008 e 2013, mas só quem curte carros vai apreciá-la pelo ronco do cinco-cilindros de 2,5 litros (que, dizem, é um parente distante do motor V10 do Lamborghini Gallardo, embora tal relação seja bastante sutil).

Diferentemente do sedã, o Jetta Variant só pode ser encontrado com o motor mais potente, de 170 cv – que é suficiente para que a station wagon chegue aos 100 km/h em nove segundos, garantindo uma experiência de condução interessante mesmo com a transmissão automática de seis marchas. A suspensão traseira do tipo multilink também contribui para isto.

foto jetta farois

Os carros pré-facelift, fabricados antes de 2010, já podem ser encontrados no mercado por menos de R$ 40 mil, enquanto os mais novos (e com visual atualizado) encostam nos R$ 50 mil.

Subaru WRX SW

wrx-wagon

Sugerido por: The Power Guido

O Subaru WRX de segunda geração é a prova mais clara de que peruas podem ser carros esportivos e entusiastas: motor boxer turbo, tração integral, um ronco borbulhante e musical e desempenho à altura de tudo isto. Dependendo do ano de fabricação, a perua pode ser encontrada com motor de dois litros e 218 cv (2001-2006, bug eyes blob eyes), com câmbio manual de cinco marchas; ou de 2,5 litros e 230 cv (hawk eyes).

Só é uma pena não termos neve no Brasil

Em ambos os casos, o que conta na hora de definir o preço é um misto de estado de conservação e vontade do dono – um carro de R$ 40 mil, seja 2.0 ou 2.5, pode apresentar melhor estado de conservação (e, se for um critério, mais original) do que um carro de R$ 50 mil.

 

Alfa Romeo 156 Sportwagon

Alfa~Romeo~156~Sportwagon~(4)

Sugerido por: todo mundo (mesmo)

Bem, não dá para argumentar contra o Alfa Romeo 156, e menos ainda contra sua versão perua, que possui uma traseira pornograficamente bonita… assim como todo o resto da carroceria. E o interior. E até mesmo os coletores de admissão do motor V6 Busso de 2,5 litros e 190 cv a 6.300 rpm, com 22,1 mkgf de torque a 5.000 rpm. A velocidade máxima era superior a 210 km/h e a perua era capaz de atingir os 100 km/h em menos de 9 s. Ela vinha de série com airbags dianteiros e laterais.

É bem mais difícil encontrar um exemplar do 156 Sport Wagon V6 do que da versão com motor 2.0 16 Twin Spark, de 153 cv, que ronca como poucos quatro-cilindros na história do automóvel. No primeiro caso, estamos falando de uma versão esportiva de um carro relativamente moderno, vendido em menor quantidade e, por isso, pode-se chegar a até R$ 60 mil sem dificuldade. Já o modelo com motor 2.0 é um pouco mais em conta, com valores inferiores a R$ 40 mil.

Alfa-Romeo-156-Sportwagon-V6-5

Sim, sabemos que a manutenção só é feita de forma ideal por mecânicos especializados, que cobram caro, e que as peças também não são as mais baratas (embora não sejam exatamente difíceis de encontrar), mas se você compra um Alfa Romeo, abdica de tudo isto pela passione.

Matérias relacionadas

As peruas mais legais que você pode comprar gastando entre R$ 30 mil e R$ 40 mil

Dalmo Hernandes

Estes são os carros de dois motores mais incríveis já fabricados

Gustavo Henrique Ruffo

Quais são os carros mais vendidos de todos os tempos ao redor do mundo?

Dalmo Hernandes