A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Aston Valkyrie pode desafiar 919 Evo em Nür, gasolina já subiu quase 10% em 2018, um Porsche 959 Dakar a venda e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Aston Martin Valkyrie pode ser mais rápido que o 919 Evo em Nür?

valkyrie-amr-pro-07-1520280953

A Porsche mal conquistou seu recorde em Nürburgring Nordschleife e já está sendo ameaçada indiretamente por seus rivais. Qual deles? O Aston Martin/Red Bull Valkyrie.

Questionado pelo site RaceFans se a Red Bull Racing tentaria quebrar o recorde do Porsche 919 Evo com um carro de F1, o chefe da equipe, Christian Horner, disse que a Porsche já superou os F1 quando quebrou o recorde de Spa, mas que o Valkyrie poderia muito bem desafiar o 919 em Nürburgring.

“O problema é que o LMP1 quebrou o recorde em Spa superando o tempo de um Fórmula 1. Não sei se um F1 conseguiria, mas acho que o Valkyrie, a versão de pista do Valkyrie, poderia ser um desafiante”, disse.

Os elementos que contribuíram para a volta recordista do Porsche 919 Evo foram o projeto aerodinâmico do carro, combinado ao uso de pneus de competição, ao baixo peso (menos de 900 cv) e à alta potência (mais de 1.200 cv). O Valkyrie por sua vez, traz alguns destes elementos: ele é menos potente e mais pesado, mas também produz mais downforce, uma vez que foi projetado do zero para obter o máximo desempenho aerodinâmico, e não foi adaptado de um projeto limitado por regulamento como o 919 Evo.

valkyrie-amr-pro-11-1520280950

Com isso, ele terá 1.000 kg, 1.100 cv e até 1.800 kg de downforce em sua velocidade máxima. Isso significa que, caso ele consiga um nível superior de downforce em velocidades intermediárias, o Valkyrie AMR Pro poderá ser mais rápido que o 919 Evo nas curvas. Quanto? É algo que teremos que esperar para ver.

Andy Palmer, o CEO da Aston, já falou que o Valkyrie irá completar uma volta em Silverstone mais rápido que um F1. Se ele conseguir, teremos uma prova concreta de que o carro poderá ser mesmo tão (ou mais) rápido quanto o 919 Evo.

O primeiro protótipo do Valkyrie AMR Pro fará seu shakedown no final do verão europeu, ou seja, entre agosto e setembro próximos.

 

ABT pode estar preparando Audi RS6 com 1.000 cv

Você talvez lembre que dois anos atrás dissemos que estamos na melhor época da história para ser um entusiasta. Pois bem, a ABT acaba de anunciar mais uma evidência que corrobora nossa teoria: um RS6 de 1.000 cv. Em que outra época da história você poderia pensar em uma perua de 1.000 cv?

A preparadora alemã — que aparentemente está se tornando a Brabus da Audi, com níveis de potência cada vez mais cavalares —, publicou um teaser curtíssimo no Facebook, mas longo o bastante para revelar o nome do carro, que diz muito sobre o que esperar.

Intitulado #E1000 Teaser, o vídeo mostra uma animação abstrata com o som de contato elétrico ao fundo, e alguns frames com o nome RS6-E. Não é preciso ser muito criativo para chegar à conclusão de que a ABT está preparando um RS6 híbrido ou elétrico com 1.000 cv.

Se você está se perguntando de onde viria a eletrificação, dado que o RS6 não tem uma versão híbrida e muito menos elétrica, lembre-se que a ABT é quem opera a equipe oficial de fábrica da Audi na Fórmula E, em parceria com a Schaeffler. E a Schaeffler já fez um RS3 100% elétrico usando quatro motores da F-E, com 1.180 cv.

Diante disso, o RS6-E poderá seguir um destes dois caminhos: adotar um powertrain semelhante ao do protótipo elétrico do RS3, ou combinar o V8 de 4 litros do RS6 a um motor elétrico para produzir um híbrido de 1.000 cv. Nos dois casos o resultado será brutalmente incrível (ou você duvida disso?).

Infelizmente a ABT não revelou nenhuma imagem do carro até agora, mas não será preciso esperar muito: o lançamento está previsto para esta quinta-feira (5).

 

 

Preço da gasolina já subiu quase 10% em 2018

IMG_1033

 

De acordo com os dados divulgados nesta última sexta-feira (29) pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio da gasolina nas bombas subiu 9% no primeiro semestre de 2018. Os preços do combustível subiram de R$ 4,189 em janeiro para R$ 4,552 em junho, segundo a média nacional divulgada pela ANP.

O aumento do combustível no primeiro semestre está acima da inflação projetada para 2018 inteiro — o Banco Central espera uma inflação de 4,22% neste ano. Apesar disso, os preços tendem a subir, uma vez que a Petrobras já elevou o preço da gasolina nesta semana em 4% nas refinarias e, embora diga que o repasse depende das distribuidoras, ele certamente chegará às bombas.

Apesar de alterar a política de preços do diesel, após a greve dos caminhoneiros, os preços da gasolina continuam sofrendo reajustes diários para acompanhar a cotação internacional.

Quanto ao diesel, o valor continua congelado conforme o acordo feito entre o governo e as lideranças dos caminhoneiros durante a greve do final de maio/início de junho. A alta do óleo combustível no primeiro semestre foi de apenas 1,9%. Já o etanol teve seus preços reduzidos em 1% desde janeiro, sendo vendido a R$ 2,98 no início do ano e a R$ 2,93 em junho.

 

 

Um dos primeiros Porsche 959 do Rali Paris-Dakar está a venda

1985-porsche-959-paris-dakar-0-1530289574

Um dos três Porsche 959 inscritos pela fabricante alemã na edição de 1985 do Rali Paris-Dakar está a venda. O modelo é o primeiro dos 959 Dakar a ser oferecido ao público desde que foi criado no final de 1984.

1985-porsche-959-paris-dakar-4-1530289715

O exemplar em questão foi usado pelos vencedores do Dakar de 1984, René Metge e Dominique Lemoyne. Apesar da experiência da dupla, o carro não terminou a prova devido a uma falha no sistema de lubrificação. Além deste exemplar, a Porsche fez outros cinco 959 Dakar (três para 1985 e três para 1986), e somente um foi destruído. Dos carros sobreviventes, três estão em coleções particulares e outros dois são mantidos pela Porsche.

1985-porsche-959-paris-dakar-1-1530289714

Os 959 Dakar eram equipados com o inovador sistema de tração nas quatro rodas da marca, porém em vez de um flat-6 turbo de 2,85 litros como os 959 de rua, estes modelos eram equipados com o 3.2 aspirado do 911 Carera para lidar melhor com o calor e a demanda de resistência dos desertos e savanas africanas.

A RM Sotheby’s estima que o carro será arrematado por entre US$ 3 milhões e US$ 3,4 milhões em outubro.

 

Próxima geração do Range Rover irá mudar para brigar com o Rolls-Royce Cullinan e o Bentley Bentayga

range-rover-autobiography-5

A Land Rover anunciou que a próxima geração do Range Rover ganhará um upgrade significativo em termos de luxuosidade para encarar o novo segmento de SUVs de luxo, atualmente formado pelo Bentley Bentayga e pelo Rolls-Royce Cullinan.

O modelo está previsto para 2021, e será baseado em uma nova arquitetura modular que será ainda mais leve que a atual — que já reduziu quase 400 kg em relação ao modelo da geração passada — e também será utilizada pelos modelos da Jaguar.

A mudança da plataforma, além de aliviar o peso dos SUV, também permitirá a adoção de powertrains híbridos e elétricos. Isso também significa que os atuais motores do Range Rover — o V6 3.0 a diesel e a gasolina, o V8 de 4,4 litros a diesel e o V8 5.0 supercharged serão substituídos por uma nova família de motores seis-em-linha aptos a receber um sistema elétrico de 48 volts.

Matérias relacionadas

Uma Ferrari misteriosa, Audi RS3 ganha desempenho de R8 V10, Aston Martin Vulcan para as ruas e mais!

Leonardo Contesini

“Do jeito que está, não vale vender”: venda de Interlagos precisa modificar autódromo, segundo vereador

Leonardo Contesini

Como a Pininfarina moldou a imagem da Ferrari com madeira e alumínio

Dalmo Hernandes