A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Audi RS6 ganha versão híbrida de 1.018 cv, Suzuki revela novas fotos e detalhes do Jimny, Rota 2030 pode sair nesta semana e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

ABT revela Audi RS6 híbrido com 1.018 cv

Depois de uma série de teasers no facebook ao longo da última semana, a preparadora alemã ABT finalmente revelou sua super perua RS6-e. Diferentemente do que imaginávamos, o modelo não é elétrico e nem combina o V8 biturbo de quatro litros a um motor elétrico auxiliar de 48 volts. Em vez disso ele foi combinado a um motor elétrico de 288 cv e 32,2 kgfm.

csm_ABT_RS6-E_Concept_fahrend-5_8751e1b5d8

E não foi apenas isto: o desenvolvimento do carro começou com o “Project Phoenix” do esquiador Jon Olsson, que foi feito pela Abt entre o final de 2017 e o início de 2018, e elevou a potência do V8 biturbo de 605 cv para 735 cv. No RS6-e a receita foi a mesma, porém com 5 cv a menos — são 730 cv e 93,7 kgfm. O motor elétrico fica instalado na traseira do carro, onde normalmente haveria um cardã ligando o diferencial central e o traseiro, e as baterias ficam sob o assoalho do porta-malas.

csm_ABT_RS6-E_Concept_stehend-7_4145d1f70b

Juntos os dois motores fornecem 1.018 cv e 131,40 kgfm, mas toda esta brutalidade não está disponível logo aos primeiros instantes de pedal no metal. Em condições normais o motor elétrico fica ali, quietinho, girando para recuperar energia. Acima de 100 km/h você pode apertar um botão verde no volante que ativa o motor elétrico e coloca os 288 cv e 32,2 kgfm extras na linha de transmissão por 10 segundos, no máximo. Parece pouco, mas é tempo suficiente para vencer uma drag race ou ultrapassar um oponente. É possível acionar o motor elétrico até 20 vezes antes de drenar as baterias e ele funciona até os 320 km/h — a velocidade máxima da perua. A aceleração de zero a 100 km/h é feita em 3,3 segundos, ou 0,4 segundo a menos que o modelo original.

 

Agora que você já está empolgado com o negócio, prepare-se para o balde de gelo: o carro é apenas um conceito e não será colocado em produção. Não agora. A intenção da ABT foi criar um protótipo que antecipa o futuro da preparação aftermarket, demonstrando o potencial da eletrificação em carros originalmente não híbridos. De repente a hibridização ficou bem mais interessante…

 

Suzuki divulga novas imagens e informações do novo Jimny

suzuki-jimny-2019-official-5-1

Depois de mostrar as primeiras imagens e informações das versões japonesas do Jimny, a Suzuki agora revelou a versão europeia do seu mini-jipe, que deverá ser exatamente a mesma que teremos por aqui. O modelo será oferecido somente com uma motorização, o novo 1.5 aspirado de 102 cv e 13,4 kgfm.

suzuki-jimny-2019-official-8

O motor será combinado a um câmbio manual de cinco marchas ou um automático de quatro marchas, e terá uma caixa de transferência que conecta as rodas traseiras nos modos 4×4 high e low. Diferentemente do antecessor, que usava um seletor giratório, o novo Jimny terá uma segunda alavanca para a transferência. A capacidade off-road é ampliada pelo ângulo de ataque de 37 graus e pelo ângulo de saída de 49 graus. A altura livre do solo é de 21 cm.

suzuki-jimny-2019-official-4

Na Europa (e no Brasil) ele será oferecido somente com os para-lamas alargados — o que o deixa ainda mais parecido com o Mercedes Classe G. Por dentro, ele ganhou um sistema multimídia com tela de sete polegadas e conectividade Bluetooth. Os controles internos continuam espaçados e grandes, o que possibilita a operação com luvas — uma vez que o carro deverá ser usado para transpor terrenos cobertos pela neve na Europa.

suzuki-jimny-2019-official-6

Apesar do tamanho ele também terá sistemas de segurança ativos como frenagem automática de emergência, alerta de mudança involuntária de faixa e leitura de placas de trânsito. O porta-malas é praticamente nulo com os bancos traseiros no lugar, mas ao rebatê-los você terá bons 377 litros de espaço — 53 a mais que no anterior.

suzuki-jimny-2019-official-3

A Suzuki já confirmou que o modelo será vendido no Brasil, ainda sem data para chegar. Ele será oferecido juntamente do anterior, que servirá como uma versão de entrada até o esgotamento dos estoques.

 

Rota 2030 pode sair nesta semana, segundo ministro

fabrica-taubate-Volkswagen-carro-bagarai

Depois de quase um ano de atraso, o programa automobilístico Rota 2030 pode finalmente ser anunciado nesta semana. Ao menos foi o que disse o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, nesta última quarta-feira (4).

O programa vem sendo negociado desde agosto de 2017 no governo federal, e se estendeu ao longo de 2018 devido a divergências entre ministérios a respeito de isenções fiscais e orçamentos. Com os detalhes acertados, o ministro disse que o programa deverá ser anunciado “nos próximos dois dias”, ou seja: nesta quinta-feira ou amanhã, sexta-feira. Caso não seja anunciado, o programa poderá ser adiado somente para após as eleições, uma vez que o governo não poderá anunciar programas durante o período eleitoral.

 

Pirelli divulga o preview do GP da Inglaterra

unnamed-1

A Pirelli divulgou nesta semana a prévia e a seleção de pneus para o GP da Inglaterra, que acontece no próximo domingo, 8 de julho. Pela primeira vez nesta temporada os pilotos terão que usar o composto duro, identificado pela cor azul gelo, que é equivalente ao médio usado em 2017. Os outros dois serão os médios (brancos) e macios (amarelos).

unnamed-1 unnamed unnamed

O motivo para a escolha destes compostos tem a ver com o recapeamento da pista neste ano, o que resultou em um asfalto mais rápido e com alta aderência e baixa degradação. Além disso, Silverstone tem curvas longas e rápidas, que colocam muita energia sobre os pneus. A Pirelli estima que é possível adotar estratégias de uma só parada.

“Silverstone é sempre um grande desafio para os pneus, graças as cargas laterais que podem ultrapassar os 5G. Por isso, decidimos estrear o pneu duro, para suprir com algumas das demandas mais significativas da temporada. No entanto, como toda a gama está um nível mais macio, este ano, é efetivamente o equivalente a nomeação do ano passado. O novo asfalto resultará em tempos de volta mais rápidos, como já vimos por meio de dados coletados de nosso programa de corrida GT, colocando mais energia através dos pneus. É por isso que não fizemos uma seleção mais macia do que comparada ao ano passado. Mas isso é sem levar em conta a mutabilidade notória do clima britânico, que poderia nos dar brilho do sol ou chuva pesada, assim as equipes terão que estar preparadas para tudo”. – Mario Isola, gerente mundial de Motorsport da Pirelli

 

 Porsche 356B é encontrado depois de 40 anos abandonado

VIEvYVjZS1-1FXFahxl0Iw

Um exemplar jamais restaurado do Porsche 356B foi encontrado em uma garagem abandonado depois de quarenta anos em uma garagem de Nova York.

O modelo produzido em 1962 traz uma das combinações mais raras do 356B: pintura cinza ardósia (slate grey) com revestimento interno vermelho de couro e tecido. Ele também é um dos modelos Super 90, fato indicado pelo respiros maiores na tampa traseira. Considerando seu ano de produção, este é um dos primeiros com esta carroceria.

Apesar de ter apenas 70.800 km no odômetro e de nunca ter sido restaurado, este carro não é completamente original: ele teve seu motor modificado em algum ponto de sua existência, antes de ser trancafiado em uma garagem no fim dos anos 1970.

O carro agora está a venda por US$ 56.500 — um preço razoável por um 356B Super 90 original.

Matérias relacionadas

Um hatch com supercharger e tração traseira, um hot rod inglês, um Fusca Série Verde Cristalino e mais novidades no GT40

Dalmo Hernandes

Audi e Porsche desenvolvem motores V6 e V8 em parceria, o primeiro McLaren P1 GTR de rua, SUV Bentley aparece em miniatura e mais!

Leonardo Contesini

De volta aos anos 90: este Chevrolet Kadett GSi bem conservado e original está à venda

Dalmo Hernandes