A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

A avenida consertada em uma semana pelos japoneses… está afundando

Há pouco mais de uma semana os japoneses surpreenderam o mundo ao reconstruir em uma semana um trecho de avenida que foi engolido por uma cratera. O trabalho foi assombroso: no dia seguinte ao incidente — possivelmente causado pelas obras do metrô no local — os engenheiros já avaliaram a estabilidade do solo e a obra de reparo foi iniciada.

Operários se alternaram em turnos contínuos para preencher o buraco com 6.200 m³ de areia, terra e concreto, o asfalto foi refeito, a sinalização pintada e instalada e, sete dias mais tarde, a avenida estava liberada para os carros. Muito rápido, não?

3A2A5DE600000578-3936796-Huge_damage_The_gaping_chasm_measured_around_30_metres_wide_and_-a-61_1479211378510-620x407

Talvez tenha sido realmente rápido demais. Passados 14 dias desde a reabertura da avenida, o trânsito precisou ser interrompido novamente no local. O motivo? Vários pontos de afundamento causaram depressões no trecho, chegando a rachar a pavimentação. Segundo a CNN, o afundamento chegou a 7 cm.

O local voltou a ser inspecionado e a avenida já foi reaberta. De acordo com as autoridades locais, esta movimentação já era esperada pelos engenheiros até que o preenchimento de concreto e areia se estabilizasse.

3A3ABEE700000578-3936796-Workers_dumped_huge_amounts_of_wet_cement_and_sand_into_the_huge-a-63_1479211378587-620x471

O prefeito de Fukuoka, onde aconteceu o incidente, fez uma declaração pública se desculpando à população por não ter informado sobre a possibilidade de instabilidade no local, porém concluiu a nota com uma informação que coloca em dúvida a estabilidade do solo na avenida. De acordo com o prefeito, um movimento tectônico de magnitude 3 colaborou para o afundamento do reparo.

O prefeito ainda afirmou que irá conduzir uma investigação assim que o reparo estiver estabilizado. Enquanto isso, a avenida continua aberta aos carros e pedestres e segue sob observação das autoridades.

 

Matérias relacionadas

Hyundai Creta custará entre R$ 73.000 e R$ 99.500 – veja dados técnicos, versões e equipamentos

Leonardo Contesini

Toyota Supra flagrado em ação de novo – desta vez em Nürburgring

Leonardo Contesini

BMW M140i chega ao Brasil em dezembro com 340 cv por R$ 270.000

Leonardo Contesini