A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Avtoros Shaman: quem precisa de um SUV de seis rodas quando se pode ter um com oito?

No fim de 2013, acreditamos que a Mercedes-Benz havia conseguido atingir o limite da extravagância quando apresentou ao mundo o G63 AMG 6×6. Mais do que o motor V8 5.5 biturbo de 544 cv e 77,4 mkgf de torque, ou o peso de 3.775 kg, o que impressionou mesmo foi a tração em todas as seis rodas e o tamanho descomunal.

Lembra dele acelerando na pista ao lado de outros supercarros em Zandvoort, na Holanda?

De fato, o AMG 6×6 era um carro insano – tão insano que a Mercedes se comprometeu a produzi-lo em quantidade limitada, sob demanda. O que eles não esperavam era que esta demanda fosse tão alta: mais de 100 unidades foram fabricadas e a Mercedes decidiu encerrar o ciclo para manter a exclusividade do modelo.

avtoros-shaman (9)

E agora, qual será o SUV mais insano do planeta? Bem, a resposta pode estar na Rússia: o Avtoros Shaman 8×8.

Sim, 8×8 significa exatamente o que parece: o utilitário russo tem oito rodas e a força do motor vai para todas elas. Desnecessário? Talvez. Incrível? Pode apostar!

A Avtoros define o Shaman como “um utilitário feito para ajudar pessoas”, e isto está até no nome do veículo. “Xamã” é uma palavra surgida na Sibéria, usada para referir-se a uma pessoa com poderes místicos. Em tradução literal, quer dizer “aquele que enxerga no escuro”. A Avtoros diz que “os xamãs protegiam as pessoas da má sorte e ajudavam as pessoas a encarar as estradas da vida”.

avtoros-shaman (4)

Ou a falta delas

Deixando o papo místico de lado, vamos falar do Shaman em si: ele foi totalmente projetado pela Avtoros e, apesar de ser ainda maior e mais absurdo que o Mercedes-Benz G63 AMG 6×6, nem de longe tem a mesma potência: seu motor é um quatro-cilindros turbodiesel de três litros e modestos 146 cv. Para se ter uma ideia, este motor é usado nas vans da Iveco, que são muito mais leves que este monstro siberiano. O Shaman pesa 2,5 kg e, com a força do propulsor – que é acoplado a uma caixa manual de seis marchas – é capaz de chegar aos… 80 km/h.

avtoros-shaman (3)

De qualquer forma, velocidade máxima nunca foi a razão para que alguém comprasse um veículo como o Shaman, e sim a capacidade de enfrentar terrenos acidentados com desenvoltura. E isto ele tem de sobra, com tração nas oito rodas, suspensão do tipo duplo wishbone e amortecedores hidráulicos ajustáveis – além de esterçar todos os quatro eixos em três configurações diferentes.

Z-3-30

No modo normal, os dois eixos dianteiros são usados para direcionar o Shaman. O modo Off-Road faz com que os eixos traseiros virem na direção oposta, diminuindo bastante o diâmetro de giro e facilitando manobras em curvas mais fechadas. Por último, há o Crab Mode (literalmente “modo caranguejo”): nele, todos os eixos viram na mesma direção e o Shaman pode andar de lado – algo especialmente útil para sair de um atoleiro, por exemplo. Só assim para dar alguma mobilidade a um veículo de seis metros de comprimento, 2,5 metros de largura e três metros de altura.

avtoros-shaman (11)

Agora, se há algo que o Shaman não tem é luxo. Ele leva sete pessoas e o motorista senta no meio do cockpit, como no McLaren F1, e dispõe de navegador por satélite e comandos parecidos com o de um caça, mas é só: o acabamento é bem espartano e não há muitas opções de entretenimento (a não ser que você leve em consideração que os bancos possam ser convertidos em uma cama bastante espaçosa).

avtoros-shaman (14)

A Avtoros merece créditos por ter desenvolvido o Shaman do zero, de forma 100% independente e feito um veículo absurdamente competente longe das estradas. Contudo, se você quiser um, saiba que ele leva dois meses para ser construído – não há produção em série – e custa o equivalente a € 100 mil, ou pouco mais de R$ 330 mil. Você pagaria?

avtoros-shaman (2)

Matérias relacionadas

Bizarrices em Nürburgring: os veículos mais esquisitos já vistos no Inferno Verde

Dalmo Hernandes

Placas do Mercosul: as controvérsias, os benefícios – e a possibilidade de ser abandonada

Leonardo Contesini

Sung Kang está fazendo um Ford Maverick – e tem um brasileiro envolvido no projeto!

Dalmo Hernandes