A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #111

Chevette C20XE: hora de preparar o motor para a instalação no PC#111

Olá, pessoal do FlatOut! Infelizmente passei por alguns problemas pessoais e fiquei ausente por aqui, mas tudo foi resolvido e bola para frente. Vamos ao 4º post que será um pouco longo e espero que apreciem, pois o 3º post ficou um pouco curto e ficou a desejar.

Já para dar inicio a montagem do motor, peguei as peças na retifica e o serviço ficou legal, mas o bloco foi encamisado, optei por usar os pistões originais já que estavam novos ainda e mesmo que para achar esses pistões do C20XE não é tão fácil, o virabrequim era stand mas tinha uma leve marca, foi dado o polimento mas não ficou 100% então ficou 0,25 a medida.
Foto 46 Foto 47

O cárter de alumínio foi limpo mais ainda tenho o receio que o mesmo não vá dar certo, imagino que pode pegar na travessa do Chevette, os pistões já foram montados e continuam em sua medida original de 85,97 mm de diâmetro. O bloco do motor optei por pintar de preto e os selos (espoleta) de agua nas cores originais para dar um certo destaque. 

O cabeçote voltou da rética zerado e com um belo banho químico no qual se mantem com as medidas originais. Só falta ele para começar a montar e cara tenho que dizer, nada como ver um sonho se tornar forma é gratificante demais.

Motor montado e agora vamos por no cofre, certo? Ainda não rsrsrsrs. Mas o motor de Chevette já foi removido. Então vamos aos mimos e detalhes antes. As polias do comando optei pintar na cor azul bem próximo a cor do Chevette, mas confesso que sempre fui apaixonado por aquela régua dos cabos de vela da OPEL com aquele vermelho lindo rsrsrsrs. Então tentei importar mas o custo achei meio salgado e o motor precisando de outros detalhes para funcionar, assim tive a ideia de bolar um adesivo para colocar a régua e deixar mais a cara OPEL que queria com o vermelho.

Foto 60

Foto 65

A “bola” do motor finalizada falava os periféricos que não podiam ficar de fora e que receberam o devido tratamento para entrar no padrão. O coletor de admissão foi pintado com spray de alta temperatura na cor prata e as demais peças como flauta, suportes, saída de agua foram apenas polidas. Nesse meio tempo chegaram os bicos de Astra Flex da Bosch e o abafador de inox da Luzian de 2,5 polegadas. A capa que protege a correia dentada não iria ser utilizada, mas pensei bem e achei melhor usar para proteger, já que todo cuidado é pouco para este motor e dei uma personalizada nela para as polias do comando pintadas de azul não fossem esquecidas.

Uma dúvida muito grande para o pessoal que faz um swap para Chevette com motor Família 2 GM é a embreagem, no meu caso usei o platô original do motor (C20XE) e o disco de embreagem foi confeccionado com o centro de Chevette e a fita (área de contato com o platô) do Vectra, coisa simples de fazer em qualquer local que trabalhe com embreagens. Precisei também e tinha esquecido da Spark Pro 2 da Fueltech para poder funcionar o motor já que vou usar a bobina da S-10 2.4. Quanto ao cambio será usado o de Chevette mesmo — Clark de cinco marchas. A união com o motor será feita através de uma capa seca da HP Racing, que é de ótima qualidade e vem com o kit de parafusos.

Foto 74 Foto 75 Foto 76

No próximo post o motor entra no cofre com mais detalhes da montagem, esperam que tenham gostado e que não tenha ficado tão curto como o anterior. Abração a todos .

Por Joemil NeNe, Project Cars #111

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #117 – a vida a bordo do Alfa Romeo 155 Super

Leonardo Contesini

Ford Focus 2.0 Turbo: a história do Project Cars #265

Leonardo Contesini

Project Cars #457: os primeiros upgrades no meu Polo Sportline 2.0

Leonardo Contesini