A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Top

Clube dos 2S: os carros fora-de-série que chegam a 100 km/h em menos de três segundos

Na semana passada, embalados pelo desempenho absurdo do Dodge Challenger SRT Demon, decidimos dar uma olhada em quais outros carros são capazes de chegar aos 100 km/h em menos de três segundos. Você pode conferir a primeira parte da lista aqui – nela, incluímos os carros produzidos em série. Agora, vamos falar dos carros produzidos fora-de-série, por fabricantes independentes.

A barreira dos três segundos foi quebrada em 2006 pelo Bugatti Veyron, já citado na lista anterior por chegar aos 100 km/h em 2,5 segundos declarados, e também aferidos em testes independentes. No caso dos carros produzidos fora de série, é bem mais difícil encontrar resultados de testes independentes, e por isso a maioria dos itens desta lista terá apenas os números declarados.

No mais, ainda valem as observações que fizemos no post anterior: para fins lúdicos, decidimos desconsiderar que alguns carros têm sua aceleração medida em milhas por hora (0-60 mph é igual a 0-96 km/h); e dependendo da superfície e dos pneus usados — e até mesmo da temperatura da pista e da temperatura atmosférica — a aceleração pode variar para cima ou para baixo.

E uma observação adicional: certos carros, como o NextEV Nio EP9 (que tem quatro motores elétricos, um em cada roda, e leva 2,7 segundos para chegar aos 100 km/h) não entraram na lista porque não podem rodar nas ruas, apenas em circuitos fechados.

Tudo certo? Então vamos aos carros!

 

Ultima Evolution Coupé

Motor: V8 de 6,8 litros supercharged

Tração: Traseira

Tempo: 2,3 segundos (declarado)

O supercarro com jeito de protótipo Le Mans já é produzido pela Ultima desde 2005, e sua versão mais recente e mais rápida não poderia ser mais lenta do que isto: o motor V8 supercharged de 6,8 litros entrega 1.032 cv para mover apenas 950 kg.

 

Ariel Atom 500

Motor: V8 naturalmente aspirado de três litros

Tração: traseira

Tempo: 2,3 segundos (declarado)

A versão mais veloz do Ariel Atom, um dos primeiros monstros minimalistas modernos para track days, se vale de um V8 de três litros e 500 cv projetado pela John Hartley e ainda mais alívio de peso para ser tão mais veloz que carros bem mais potentes.

 

Ariel Atom 3.5R

Motor: quatro-cilindros supercharged de dois litros

Tração: traseira

Tempo: 2,5 segundos (declarado)

Provando que o downsizing tem seu valor (embora, nesse caso, a gente saiba que não se trata exatamente de downsizing), o Ariel Atom 3.5R tem um motor Honda K20 metade dos cilindros do Atom 500 e um supercharger para chegar aos 350 cv e levar apenas 0,2 segundo a menos para chegar aos 100 km/h do que a versão V8.

 

Caparo T1

Motor: V8, 3,5 litros, naturalmente aspirado

Tração: traseira

Tempo: 2,5 segundos (declarados)

O segredo? Além de um V8 pequeno e girador de 3,5 litros e 583 cv, capaz de chegar às 10.500 rpm, o Caparo T1 parece um monoposto com para-lamas, faróis e um canopi. Pesa só 470 kg, o que significa que são 1.223 cv/1.000 kg. E foram vendidos dezesseis exemplares no Reino Unido!

 

Rimac Concept_One

Motor: quatro motores elétricos, um em cada roda

Tração: integral

Tempo: 2,6 segundos (declarados)

Criado pela mesma companhia que colocou um motor elétrico de 600 hp em um BMW Série 3 E30, o Concept_One impressiona com seu layout pouco convencional, que entrega o equivalente a 1.088 cv. E não é vaporware: todas as oito unidades produzidas já foram vendidas.

 

Koenigsegg Regera

Motor: V8 biturbo de cinco litros + três motores

Tração: traseira

Tempo: 2,7 segundos (declarado)

O carro sem câmbio conta com a força extra de seus três motores elétricos para gerar, no total, 1.825 cv. No entanto, a potência máxima combinada é de 1.500 cv.

 

Hennessey Venom GT

Motor: V8 biturbo de sete litros

Tração: traseira

Tempo: 2,7 segundos (declarado)

Um Lotus Exige com um motor V8 big block de sete litros com dois turbos feito especialmente para desafiar o Bugatti Veyron, no coração do Texas. Não é o mais rápido da lista, mas seu lugar aqui é honrado.

 

W Motors Fenyr SuperSport

fenyr_supersport_11 - Copia

Motor: boxer, seis cilindros, biturbo

Tração: traseira

Tempo: 2,7 segundos

São 910 cv no motor flat-six de quatro litros biturbo fornecido pela Porsche, mais um visual digno de ficção científica. Apenas 25 unidades do supercarro libanês serão fabricadas.

 

Rezvani Beast 

Motor: quatro-cilindros de 2,4 litros supercharged

Tração: traseira

Tempo: 2,7 segundos (declarado)

O Rezvani Beast é baseado no Ariel Atom, mas tem uma carroceria de verdade e um motor K24 de 2,4 litros com compressor mecânico e 480 cv para puxar 750 kg.

 

SSC Ultimate Aero

Motor: V8 supercharged de 6,2 litros

Tração: traseira

Tempo: 2,78 segundos (declarado)

No distante 2006, a americana SSC deu ao seu supercarro, o Aero, um V8 supercharged emprestado do Chevrolet Corvette C5.R, de competição, preparado para render nada menos que 1.061 cv e, com isto, superar o Bugatti Veyron em aceleração. Eles não conseguiram, mas levar só 2,78 segundos para ir da imobilidade total até os 100 km/h ainda é um feito impressionante.

 

Caterham Superlight 620R

Motor: quatro cilindros supercharged de dois litros

Tração: traseira

Tempo: 2,79 segundos (declarado)

Os Caterham têm origem na década de 1950, sendo descendentes diretos do Lotus 7 – este, projetado pelo próprio Colin Chapman. A versão mais radical tem um Ford Duratec de dois litros supercharged com 310 cv. O “620” tem a ver com a relação peso-potência: 620 hp por tonelada, pois o Superlight pesa apenas 500 kg.

 

W Motors Lykan HyperSport

Motor: boxer de seis cilindros, 3,7 litros, biturbo

Tração: traseira

Tempo: 2,8 segundos

O Lykan Hypersport veio antes do Fenyr Supersport, e usava um flat-six Porsche de 3,7 litros, também com dois turbos, para entregar 790 cv. Ficou famoso por sua aparição em “Velozes e Furiosos 7”, por ser o primeiro carro projetado e fabricado no Oriente Médio, e também por ser o primeiro automóvel com pedras preciosas incrustadas nos faróis.

 

Koenigsegg Agera R

Motor: V8 biturbo, cinco litros

Tração: traseira

Tempo: 2,8 segundos

O primeiro Koenigsegg a quebrar a barreira dos três segundos foi o Agera R, com o V8 projetado in-house pelo sueco Christian von Koenigsegg preparado para queimar etanol E85 e render 1.173 cv.

 

Caterham Superlight R500

Motor: quatro cilindros, naturalmente aspirado, dois litros

Tração: traseira

Tempo: 2,88 segundos

O Caterham Superlight 620R é uma versão com indução forçada deste cara aqui, que impressiona pela potência do Duratec 2.0 de preparação aspirada: 267 cv.

 

Ariel Atom

Motor: quatro-cilindros supercharged de dois litros

Tração: traseira

Tempo: 2,89 segundos (independente e declarado)

O Ariel Atom original, em sua versão supercharged, desenvolve 314 cv e já é capaz de chegar aos 100 km/h em menos de três segundos – no que o peso de 550 kg certamente ajuda.

 

Koenigsegg Agera S

Motor: V8 biturbo, cinco litros

Tração: traseira

Tempo: 2,9 segundos

O Agera S é basicamente um Agera R movido a gasolina, feito para mercados onde não se consegue comprar álcool no posto. O motor a gasolina rende 1.031 cv.

Matérias relacionadas

Os carros britânicos mais icônicos da história – parte 1

Dalmo Hernandes

Coupe Sport: a história dos modelos CS da BMW

Dalmo Hernandes

GTE, GTD, R, Alltrack: as versões mais bacanas do Golf Mk7 que não temos no Brasil

Dalmo Hernandes