FlatOut!
Image default
Zero a 300

Controle de estabilidade pode ser obrigatório no Brasil, motores a gasolina da Volkswagen também foram fraudados, Cayman GT4 ganha versão de pista e mais!


Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Controle de estabilidade pode se tornar obrigatório no Brasil

eb697bdf-620x387

Depois do airbag e ABS, o próximo equipamento de segurança que poderá se tornar obrigatório no Brasil é o controle eletrônico de estabilidade. Durante um evento promovido em Brasília pelo Global NCAP, batizado “Stop the Crash”, o Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, confirmou que a obrigatoriedade do sistema já está em fase final de discussão e a decisão será tomada até o fim deste ano.

Segundo o ministro, caso seja decidida a obrigatoriedade do sistema nos carros nacionais, ela só passará a valer em quatro ou cinco anos — a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) pede, no máximo, sete anos. De acordo com o Global NCAP, com a adoção do controle de estabilidade será possível evitar cerca de 34 mil mortes até 2030. Quer saber como funciona o controle de estabilidade? Explicamos neste post.

 

Volkswagen admite fraude em quase 100.000 motores a gasolina

up-tsi-speed-up-barata-new-13

No começo do mês, o ministro dos Transportes da Alemanha divulgou que as investigações do ministério a respeito do escândalo “Dieselgate” apontavam que pelo menos 98.000 motores a gasolina da Volkswagen também haviam sido fraudados.

Diante da afirmação do ministro Alexander Dobrindt, a Volkswagen admitiu que também fraudou os níveis de emissões de cerca de 430.000 carros modelo 2016, e que a soma inclui modelos a gasolina da Seat e Volkswagen com motores TSI e TFSI. Ainda não se sabe se os modelos Volkswagen TSI vendidos no Brasil também foram fraudados. Por ora, a Volkswagen confirmou que, no Brasil, apenas a Amarok a diesel produzida em 2011 e 2012 foi equipada com o software fraudulento.

 

Nova geração do Nissan GT-R não será lançada antes de 2020

nissan-concept-2020-vision-gran-turismo-2015_3

Nos últimos meses a Nissan divulgou alguns detalhes sobre a próxima geração do GT-R — como por exemplo o powertrain híbrido e o visual influenciado pelo conceito Vision Gran Turismo. A atual geração já está aí há oito anos (nem parece, não é mesmo?) e por isso especulava-se que o modelo já estava em desenvolvimento para estrear em 2018.

Acontece que o pessoal do Motoring.com.au descobriu que o modelo sequer está sendo discutido atualmente, e que ele não será lançado antes de 2020. A informação foi obtida com o diretor da Nissan Australia, Richard Emery, em resposta à notícia publicada pelo site australiano de que o lançamento da nova geração do GT-R havia sido adiado para 2018: “Para ser honesto, a empresa sequer está falando sobre ele. Em termos de discussão direta sobre o GT-R, ele não está no horizonte”.

Emery ainda completou dizendo que o lançamento não acontecerá em 2018, nem em 2019. Ele não está na lista de planejamento deste período”. Com isso, o GT-R terá pelo menos 13 anos quando for substituído. Embora seja aperfeiçoado quase anualmente, o ciclo médio de vida de um carro varia entre sete e nove anos e pode ser até menor no caso de esportivos. Agora o nome Concept 2020 do modelo acima faz muito sentido.

 

Este é o novo Porsche Cayman GT4 Clubsport

A Porsche revelou em Los Angeles a versão de pista Cayman GT4 Clubsport. O modelo é baseado no GT4 de rua, e usa o mesmo motor 3.8 de seis cilindros e 385 cv, mas em vez do câmbio manual de seis marchas, no Clubsport o flat-6 é combinado ao câmbio automatizado de embreagem dupla PDK.

Captura de Tela 2015-11-20 às 12.23.54

Além do câmbio mais eficiente para as pistas, o Cayman GT4 Clubsport também recebeu um diferencial mecânico com deslizamento limitado projetado para uso em competição, melhorias no chassi (que não foram detalhadas, infelizmente) e controle de estabilidade e ABS reprogramados, com 12 estágios de ajuste. Os freios agora usam pinças de alumínio de seis pistões na dianteira e de quatro pistões na traseira, com discos de 380 mm nas quatro rodas.

Captura de Tela 2015-11-20 às 12.23.48

Pesando 1.300 kg, ele poderá ser homologado em diversas categorias da FIA e outros órgãos como o SCCA. Nos EUA, ele custará US$ 165.000, enquanto na Europa o Cayman GT4 Clubsport sai por €110.000 (US$ 117.000).

 

Mitsubishi lança ASX reestilizado nos EUA

2016-Mitsubishi-Outlander-1

A Mitsubishi apresentou no Salão de Los Angeles a reestilização de seu crossover médio/compacto, o ASX — chamado por lá de Outlantder Sport. As mudanças mais significativas foram na dianteira, que ganhou o conceito de design “Dynamic Shield”, com nova grade e para-choques. Além da dianteira, ele também ganhou retrovisores com rebatimento elétrico, aquecimento e repetidores em LED e novas rodas de 18 polegadas.

No lado de dentro o ASX passou a ser equipado com volante de couro, novo acabamento com superfície macia, uma nova interface de comando para o ar-condicionado, e sistema multimídia com monitor LCD. Por lá o motor é o 2.4 MIVEC de 170 cv, que pode ser combinado a um câmbio manual de cinco marchas ou CVT, com tração dianteira ou integral. Ainda não se sabe se a reestilização chegará ao Brasil.

 

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora