A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Sessão da manhã

Duelo RWB em Tsukuba: é assim que anda um Porsche 911 da RAUH-Welt Begriff no Idlers Games

É bem grande a chance de você já saber exatamente do que se trata quando falamos em RAUH-Welt Begriff. Este nome esquisito costuma ser abreviado como RWB e, aparentemente, significa “rough world” — algo que pode ser traduzido como “mundo hostil”. O que Akira Nakai, o excêntrico fundador da preparadora/equipe de corrida quis dizer com isto? Difícil descobrir — talvez, que o mundo é um lugar difícil e que fica mais fácil encarar a vida com um Porsche 911 das antigas preparado para correr na pista.

De qualquer forma, o que menos importa quando se fala na RWB é o significado de seu nome: a oficina do solitário e caladão Nakai-San tornou-se uma das mais famosas do planeta nos últimos anos. O que é bem fácil de entender: o visual inconfundível, inspirado pelas pistas e pela cultura de rua, o ronco altíssimo e o monopólio que acontece no circuito japonês de Tsukuba quando todos os Porsche RWB se juntam para acelerar na pista ficou famoso no mundo todo.

rwb-duel (3)

Até nós mesmos demos nossa ajudinha para isto: depois de contar a história de Akira Nakai e de sua oficina cheia de peças, carros, pôsteres na parede e fumaça de cigarro no ar, o leitor Thiago Zaiden nos mandou algumas matérias bem bacanas a respeito do cara — além de conhecê-lo e dar uma volta em um dos carros, ele foi a alguns eventos realizados pelo Idlers Club em Tsukuba e acompanhou tudo de perto. Vale a pena clicar nos links, mesmo se você já leu. E aproveite para assistir ao vídeo!

Enfim. Não viemos ficar nos repetindo neste post, e sim mostar o que rolou na última etapa do Idlers Games em Tsukuba. Mais especificamente, um belo duelo entre o Rotana e o Rauh Passion, dois dos mais famosos Porsche da RWB.

rwb-duel (1)

O primeiro é aquele carro roxo que, há um tempo atrás, rodou por aí com o emblema do FlatOut colado no vidro traseiro (graças a nosso correspondente!). Ele ficou pronto em 2013 e foi o primeiro Porsche de Akira Nakai a ser equipado com um motor turbinado, que ficou pronto em meados de 2013. O carro tem este nome porque, certo dia, Akira Nakai viu um Lamborghini roxo — ele estava em viagem à Arábia para trabalhar no carro de um cliente — passando em frente a alguns prédios do grupo Rotana, maior rede entretenimento do Oriente Médio. O motor é um flat-six de 3,6 litros com um turbocompressor GReddy Racing e potência na casa dos 600 cv.

rotana

A ausência do para-choque traseiro, deixando exposta parte da mecânica, é a marca do Rotana

No vídeo que viemos mostrar hoje, o Rotana é perseguido por outro 911 RWB, onde foi instalada a câmera onboard. O Rauh Passion é um 911 azul (repare na cor da gaiola de proteção) que acompanha Nakai já há cinco ou seis anos, e já foi chamado de Royal Montegobay e Tunerhaus. “Rauh Passion”, no entanto, nos parece um nome bem apropriado, pois se trata de um dos carros favoritos de Akira Nakai.

rwb-duel (4)

Em meados de 2013, quando o carro foi batizado com seu nome atual, o motor era um flat-six de 3,6 litros cuja única modificação era um módulo eletrônico aftermarket com calibragem especial, bom para 300 cv. Agora, dá para ouvir o assovio da turbina. Assista ao duelo e comprove:

Sim, são 12 minutos, mas vale a pena

 

A agressividade do ronco e da pilotagem combina bastante com o visual carregado e vibrante dos RWB. Dá para ver que, apesar de não serem profissionais, os pilotos sabem muito bem o que estão fazendo e conhecem o circuito como a palma da mão — o que não surpreende, pois parece que o Idlers Games é uma competição infinita, com eventos em todos os fins de semana. Manobras arriscadas não faltam — aos 6:08, a ultrapassagem por dentro da curva feita pelo Rotana é quase inacreditável.

rwb-duel (2)

Tsukuba é um circuito bem rápido — são 14 curvas distribuídas em pouco mais de dois quilômetros, sendo que a maior reta tem menos de 440 metros de extensão. Os Porsche da RWB costumam virar cerca de um minuto. Aliás, o atual recorde da pista é de 46,9 segundos, estabelecido por um monoposto da Fórmula Nippon, com o piloto Juuichi Wakisaka.

Os carros da Fórmula Nippon são monopostos com chassi Dallara e motores de V8 de três litros que podem ser Honda ou Toyota e entregam cerca de 600 cv — mesma potência que costumam ter os Porsche RWB, porém com apenas 650 kg na balança.

 

Matérias relacionadas

De carona na caçada do BMW M1 em Nürburgring

Leonardo Contesini

Este cara ultrapassa o grid todo (sim: de último a primeiro) em três voltas em Laguna Seca – e é nosso novo herói

Dalmo Hernandes

V8 de Corvette e câmbio de Viper: é assim que se transforma uma Chevrolet C10 em um carro de corrida

Dalmo Hernandes