FlatOut!
Image default
Trânsito & Infraestrutura Vídeo

Eis o que acontece quando se anda no corredor com uma moto em alta velocidade


O hábito de “costurar o trânsito” em alta velocidade de alguns motociclistas é uma das coisas que mais irrita quem anda de carro e até os motociclistas mais cautelosos. É compreensível — dos dois lados —, mas nem por isso deixa de ser perigoso, como este vídeo impressionante deixa bem claro.

Tudo o que se sabe sobre este acidente, publicado no LiveLeak (para onde vão boa parte dos vídeos considerados “impróprios” para o YouTube), é que ele supostamente foi feito na Rússia. É curto, porém intenso  (e você vai apertar o replay algumas vezes).

O cara já começa o vídeo dando uma empinada com a motocicleta e, em seguida, acelera em vez de reduzir ao entrar no corredor entre os carros. Não leva 30 segundos para que um movimento mal calculado faça com que ele esbarre em um dos carros e, por estar rápido demais, perca o controle e leve um tombo violento (provavelmente acertando algum(ns) carro(s) no caminho.

No Brasil, trafegar pelo corredor (o chamado lane splitting nos EUA) não é ilegal para motociclistas, mas é importante que seja feito com velocidades seguras, pois como vimos neste post, o maior perigo não são as velocidades altas, e sim uma grande diferença entre os mais rápidos e os mais lentos. Em 2013, um projeto de lei que proibiria a prática foi rejeitado pelo Congresso — com o argumento de que, apesar de melhorar a segurança, a medida traria outros problemas: aumento do tráfego, dificuldade de fiscalização e maiores chances de um acidente entre a moto e o carro da frente, pois os motociclistas teriam que parar em vez de prosseguir no meio dos carros.

Contudo, é imprescindível conduzir com atenção e em velocidade compatível com a via, em qualquer veículo ou situação — reduzindo as chances de acidentes com o este, do vídeo, acontecerem.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora