FlatOut!
Image default
Zero a 300

Equinox RS e novo Citroën C3 flagrados no Brasil | as novas super-peruas BMW e Mercedes | o custo de se ter um carro e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Chevrolet já está preparando o lançamento do novo Equinox no Brasil

Em dezembro passado a GM anunciou a chegada do Equinox RS ao Brasil na linha 2022 do crossover, que foi sutilmente reestilizada em 2020 no exterior. O modelo fazia parte dos quatro lançamentos previstos pela GM no mercado nacional em 2021, mas sua chegada ao mercado acabou adiada para 2022. Quando? Ainda não sabemos, mas o carro foi flagrado pelo pessoal do Autos Segredos durante a gravação do material de lançamento, o que significa que ele deve ser anunciado nas próximas semanas.

O pacote RS, embora seja encarado como “esportivo” por alguns, é tradicionalmente um pacote estético da GM, oferecido desde os anos 1960 em diversos modelos. No caso do Equinox, ele tem faróis escurecidos e dispensa os cromados da grade e demais acabamentos externos, substituindo-os por acabamento preto brilhante ou preto fosco. As rodas também são pretas e, por dentro, o acabamento de couro ganha costuras vermelhas e o motivo escurecido como no exterior.

Mecanicamente não há mudanças em relação ao modelo atual, nem às demais versões: o Equinox RS vem com o motor 1.5 turbo de quatro cilindros e 170 cv a 5.600 rpm combinado ao câmbio automático de seis marchas.

A GM ainda não falou de preços, mas considerando tudo o que está acontecendo em todo o mundo e na economia brasileira, não espere que ele custe os mesmos R$ 212.000 da versão atual Premier. (Leo Contesini)

 

Novo C3 flagrado no Brasil

O novo Citroën C3 já foi mostrado mundialmente em setembro de 2021. Agora, os camaradas do Motor1 Brasil flagraram o carro em solo brasileiro, provavelmente em testes.

A Citroën chama o carro de um hatch com “características de SUV”. Traduzindo: rodas e pneus grandes, e molduras de plástico nos paralamas. O desenho é francamente pouco original: tem mais que um pouco de Kwid grandão em sua aparência geral, e a frente é como a Toro: faróis em baixo simulando auxiliares, e no andar de cima, simulações pequenas de faróis com outras funções.

O carro europeu.

O carro já é conhecido no resto do mundo desde 2021, a novidade aqui sendo a versão a ser fabricada no Brasil, na fábrica da marca em Porto Real (RJ). Parece uma versão mais barata, simplificada, do carro europeu. Será totalmente novo, uma versão simplificada da plataforma modular CMP. Um carro totalmente novo com um desenho tão pouco original, é sempre algo a lamentar; pior ainda numa marca de tradição tão inovadora quanto a Citroën. Mas uma nova plataforma moderna é sempre uma boa notícia.

Não há dados oficiais ainda, claro, mas o novo C3 pode vir equipado desde com o 1.6 quatro cilindros do 208 de 118 cv, até com o motor três cilindros 1.0 Firefly do Fiat Argo, de até 77 cv e 10,9 kgfm. O motor 1.3 Firefly de até 107 cv e 13,7 kgfm usado na Fiat Strada e no Pulse, é outra possibilidade, assim como o 1.0 turbo de 120 cv. Este último, claro, menos provável.

Isso pelo simples motivo de que o C3 deve ser o carro mais barato da Stellantis aqui no Brasil. O que hoje significa apenas menos caro: algo ao redor de R$ 70.000 é o esperado. (MAO)

 

Brasil entre os países onde o carro é mais caro.

Não é nenhuma novidade, mas vale contar: o site inglês Scrap Car Comparison realizou uma pesquisa baseada no preço de carros “populares” presentes mundo afora (basicamente, VW Golf e Toyota Corolla) e a renda média da população para tentar determinar quais os mais caros países do mundo para se comprar e manter um carro novo. Pode-se discutir a precisão desses estudos, mas os resultados parecem bem coerentes com a realidade.

O Brasil, claro, está entre os piores: quinto lugar. Pior que a gente estão países também em perenes dificuldades financeiras: Turquia, Argentina, Colombia e Uruguai. De acordo com o site, o Corolla custa para seus proprietários no Brasil 441,89% da renda anual média brasileira. No pior país, a Turquia, o valor é de 652,29%.

Nenhuma surpresa que os países mais baratos para se ter automóveis são os desenvolvidos: os cinco mais baratos são: Austrália, EUA, Dinamarca, Canadá e Suécia. Na Austrália, o mais barato, um carro “popular” representa 49,48% da renda anual média. (MAO)

 

Superperuas alemãs em testes abaixo de zero

O hemisfério norte está em pleno inverno, época que é avidamente aproveitada pelos fabricantes para testes abaixo de zero, principalmente em países nórdicos. Como estes testes são normalmente realizados em ruas públicas, é também época de espiões clicarem fotos dos futuros lançamentos da indústria. Esta semana, duas peruas superpotentes alemãs apareceram em testes na neve: a primeira perua M3, que na verdade apareceu em teaser oficial da BMW, e a nova C63 AMG, realmente flagrada.

A nova C63 AMG será híbrida, como revelam logotipos no carro flagrado. Usará o motor M139 como os modelos “45”, um quatro em linha turbo a gasolina de 2,0 litros, com um turbocompressor elétrico e 442 cv. O turbo elétrico é o mesmo usado no hipercarro AMG One. Espera-se mais de 500 cv, e 600 cv em momentos específicos, quando somado à assistência elétrica.  Apesar do motor mais leve que o antigo V8, é claro que o hardware elétrico nega qualquer ganho: deve pesar o mesmo. A perua e seu irmão sedã devem aparecer até o fim de 2022.

O tease da BMW M3 perua mostra o carro num lago congelado na Suécia, ainda totalmente camuflado. Além de bancos de cor laranja visíveis dentro do carro, poucas novidades aqui. Sabemos já que o carro é o que parece: um M3 inalterado, fora a carroceria mais prática. O que é sensacional, principalmente se comparado à hibridização 4 cilindros de sua arqui rival Mercedes: continua com o seis em linha turbo com 503 cv.

Como chega ao mesmo tempo que um discreto face-lift de meia vida da série 3, significa que o M3 Touring terá uma vida útil curta de cerca de três anos. Deve ser lançado nos próximos meses. (MAO)

 

Aston Martin promete lançar o SUV de luxo mais potente do mundo

A Aston Martin já iniciou sua campanha de lançamento da versão esportiva do SUV DBX. Ela será batizada apenas com o sufixo S — o que resulta na pronúncia “DB excess” — e está sendo anunciada como “o SUV de luxo mais potente do mundo”. Isso significa que ele terá mais que os 717 cv do Grand Cherokee Trackhawk? Não. Repare que eles mencionam “SUV de luxo”, um status que o Grand Cherokee só tem nos telejornais populares do Brasil. Significa que ele será mais potente que o Lamborghini Urus, que tem 650 cv? Talvez. Mais potente que o Porsche Cayenne Turbo, que chega aos 700 cv? Bem… vai depender da opção de motorização.

Isso, porque a Aston oferece o DBX com o V8 4.0 biturbo de origem Mercedes-AMG, com 550 cv. Esse motor chegou aos 730 cv no GT Black Series, mas não acho que a AMG entregaria a jóia da coroa assim tão facilmente para a Aston. Também não acho que a Aston usaria um V8 de virabrequim plano em um SUV de luxo. Logo, a Aston não conseguirá extrair muito mais de 600 cv do V8 AMG.

O V8, contudo, só precisa de pouco mais de 600 cv para superar o Bentley Bentayga, que já foi o SUV mais potente do mundo com seus 635 cv. Portanto, com 636 cv e uma ênfase em “luxo” na expressão “SUV de luxo” o tornariam um recordista do mercado.

Mas… a Aston ainda tem o V12 biturbo de 5,9 litros, que chega aos 725 cv no DBS Superleggera. Isso faria dele o SUV mais potente do mundo sem nenhum questionamento. Ou, melhor dizendo, com uma única questão: a Aston usaria realmente um motor desse em seu SUV? Para descobrir a resposta, precisamos esperar mais uma semana, pois o lançamento DBX S está agendado para 1º de fevereiro. (Leo Contesini)

 


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como