FlatOut!
Image default
Vídeo

Esses caras deram uma lição em quem estaciona nas vagas de deficientes


Regras foram feitas para que certas coisas funcionem bem para todos. As vagas de estacionamento para deficientes físicos, por exemplo, são reservadas a essas pessoas pois elas precisam de mais espaço para embarcar e desembarcar com muletas, bengalas, andadores ou até cadeiras de rodas.

Também é por causa da dificuldade de locomoção dessas pessoas que esse tipo de vagas fica perto da entrada dos estabelecimentos. Mas como você sabe, sempre tem alguém mais esperto que todo mundo e aproveita aquele espaço para estacionar seu carro ao lado da porta.

Mas todo mundo sabe que alguns motoristas se acham mais espertos que o resto do mundo. Um bom exemplo são as pessoas que usam as vagas de deficientes físicos como se fossem suas vagas particulares. Poucas coisas fazem a gente se sentir mais idiota do que ver essa gente fazendo isso impunemente. E ouse você “avisar” o motorista que aquela vaga é reservada — é como apagar fogo com gasolina.

E como muitas coisas por aí, esses motoristas costumam sair impunes — a polícia não pode multar um motorista dentro de uma propriedade privada, e os estabelecimentos não podem fazer muito além de solicitar que o proprietário retire o carro da vaga.

Pensando nisso, uns vloggers brasileiros decidiram se inspirar numa pegadinha americana para dar uma lição aos sabichões que ocupam as únicas (e poucas) vagas que os deficientes físicos podem usar. Como? Eles procuraram o adesivo de identificação de deficiente e, quando não encontraram, fizeram o favor de identificar os carros com tinta removível em spray. Veja só:

Perceberam que o desrespeito não tem classe social nem idade? Vimos uma garota com um Fusion, um casal com um Gol antigo, um jovem com um Corolla, um jovem casal com um Fiesta etc.

Outra coisa que sempre nos intrigou são os motivos que levam uma pessoa a usar a vaga de deficientes. Talvez seja a proximidade da entrada do lugar, mas não faz muito sentido encurtar a caminhada no estacionamento se você vai passar horas em pé e andando dentro de um shopping ou supermercado.

Contudo, tomar esse tipo de iniciativa também não é a atitude mais correta — é justiça com as próprias mãos como amarrar alguém no poste —, você não tem autoridade para punir ninguém pichando o carro dos outros. Então, quando você topar com o motorista mais esperto do mundo, não pense em passar a chave na porta do carro dele, nem em pichar o capô com tinta removível. Avise os responsáveis pelo lugar. Dá bem menos trabalho.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora