A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pergunta do dia Vídeo

Esses caras quase foram atropelados por um carro de rali — e foram salvos por uma pilha de tijolos

Os fãs de rali defendem que essa modalidade de automobilismo não é mais emocionante apenas para os pilotos — é tudo mais barulhento, mais selvagem, mais sujo, e você pode ficar bem mais perto da pista. Mas é preciso escolher bem o lugar de onde você acompanhará a corrida de perto, ou você pode se dar mal — ou escapar por um triz, como estes caras aqui.

Se não fosse por aquela pilha de tijolos, teria sido um acidente dos piores. E, para sua sorte os tijolos não serviram de rampa para o Citroën C2 — em vez disso, fez o carro parar completamente e imediatamente. Foi um susto grande, daqueles que te fazem rir de desespero:

Se esquecermos por alguns instantes o risco que eles correram, dá até para rir do modo como eles caem depois que a pilha de tijolos desmorona sob seus pés.

Contudo, é sempre bom lembrar que, mesmo que teoricamente você possa ficar em “qualquer lugar” para assistir a um rali de perto, é sempre bom procurar os locais mais seguros, e o lado de fora de uma curva, depois do ponto de tangência, definitivamente não é um deles. Ficar do lado de dentro alguns metros do fim da curva também não é uma boa ideia, porque as chances de o piloto usar esta parte da pista como área de escape depois de uma curva feita em alta velocidade são grandes.

Locais mais seguros e que oferecem uma visão boa são o lado de dentro e o lado de fora antes do ponto de tangência — além, é claro, do alto de barrancos E, mesmo assim, não dá para eliminar os riscos.

Mas o rali já foi ainda mais perigoso — é só lembrar da era de ouro do Grupo B. Os pilotos faziam seu trabalho dominando monstros turbinados de 700, 800 cv em estreitas estradas rurais, mas a multidão abusava. Não havia um controle muito rígido, e os espectadores praticamente fechavam a pista e só abriam um espaço quando o ronco ensurdecedor dos carros estava bem perto. E alguns ainda faziam questão de tocar os carros — como se sua experiência só valesse se eles se arriscassem ao máximo.

Se o risco de alguém ser atropelado caso nada desse errado já era vertiginosamente alto, imagine o tamanho das consequências caso um carro saísse da pista… bem, na verdade todos sabem: depois de dois acidentes graves em 1986 — um deles em Portugal, onde o campeão nacional português Joaquim Santos perdeu o controle de seu Ford RS200 e acertou os espectadores, ferindo 31 pessoas e matando três —, o Grupo B foi extinto e os fãs de rali do mundo todo (até os que não viveram aquela época) lamentam este fato até hoje.

Desde então o WRC (e o rali em geral) está mais seguro, e muitos acidentes que seriam fatais acabam virando close calls — aqueles casos onde os carros quase capotam ou batem ou pessoas escapam se ser atropeladas por milímetros. Não faltam casos deste tipo — na verdade, são tantos que temos certeza de que você conhece vários.

Sendo assim, vamos perguntar: qual foi o “quase acidente” mais impressionante que você já viu no automobilismo? E não estamos falando só do rali, mas do automobilismo em geral. Vamos selecionar e montar uma lista com os melhores!

Matérias relacionadas

Qual foi a melhor cena de cinema envolvendo um carro que você já viu?

Dalmo Hernandes

Esta Ferrari 348 Challenge biturbo de 610 cv é nosso novo amor platônico

Dalmo Hernandes

Qual é a sua roda aftermarket favorita?

Dalmo Hernandes