A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Este Mercedes de 1995 tem 1.000 cv, é único no mundo e está à venda

Quando você tem muito dinheiro, muita vontade de andar rápido e um gosto excêntrico, você pode encomendar um supercarro como este: o Lotec Mercedes-Benz C1000. Ele foi feito para ser o carro mais rápido do mundo, e agora está à venda.

O Lotec C1000 foi encomendado por um árabe com bilhões na conta bancária e que não queria que ninguém tivesse um carro igual ao dele. Até aí, normal — vários supercarros que existem hoje são frutos de uma ideia parecida. Só que o cara queria um carro alemão que fosse o mais rápido do mundo, e foi até a Lotec para ver o que conseguia.

A Lotec, fabricante alemã de esportivos artesanais fundada em 1962, e que começou a fazer carros de corrida em 1969. A partir de 1983, a Lotec começou a a criar componentes aerodinâmicos para a Mercedes-Benz.

Talvez tenha partido daí a ideia de usar mecânica Mercedes no supercarro encomendado pelo barão do petróleo Árabe.  O motor é o V8 de 5,6 litros de código M117 — que equipou os maiores sedãs da marda do fim da década de 60 ao início dos anos 90.

lotecc1000 (5)

Mas se, até então, o M117 chegou a desenvolver até 300 cv, no Lotec Mercedes-Benz C1000 a potência chegava aos 1000 cv graças a dois turbocompressores Garrett — seu nome vem da carroceria de fibra de carbono e da potência do motor. O projeto foi concluído em 1995 e, depois de pronto, a Lotec dizia que sua velocidade máxima seria de 431 km/h. Isto é mais rápido do que o Bugatti Veyron original, que chega a 408 km/h, e é virtualmente tão rápido quanto o Veyron Super Sport, que chegou a 431,072 km/h.

O lado de fora é a cara dos anos 90: elementos arredondados, um canopi e proporções de esporte-protótipo. Não é um visual muito bem resolvido, mas tem sua beleza. Por dentro, a forração vermelha complementa o visual das pistas, com o volante do lado direito e a alavanca de câmbio curiosamente posicionada na soleira da porta.

lotecc1000 (2)

Também não parece muito espaçoso ali dentro, mas isto se justifica (em parte) pela estrutura do tipo monocoque e pela célula de segurança totalmente integrada. A suspensão é do tipo duplo wishbone nos quatro cantos, com amortecedores ajustáveis eletronicamente. As rodas são belas BBS de 17 polegadas calçadas com pneus Pirelli. O carro pesa, no total, apenas 1.080 kg.

Sendo assim, o bilionário árabe deve ter conseguido o que queria, não? Bem, há um problema: a velocidade final do Lotec Mercedes-Benz C1000 jamais foi verificada oficialmente — e nem o suposto 0 a 100 km/h de 3,2 segundos. Mas nós não temos dúvidas de que ele seja bem rápido — não mais do que a obrigação para um carro que custou US$ 3,4 milhões para ser construído em 1995. Em valores atuais isso dá cerca de US$ 5 milhões, ou R$ 12 milhões.

Como foi feito por encomenda, não existe outro Lotec C1000, e é por isso que em outubro passado ele estava sendo leiloado com valor de arremate estimado em cerca de US$ 1,5 milhão — valor que faria dele um belo negócio, visto que custou mais do que o dobro disto para ser feito. Não ficou claro se o carro foi vendido, e agora ele ressurgiu em um anúncio no eBay. O lance atual é de “apenas” US$ 200 mil e, embora o preço de reserva não tenha sido divulgado, é pouco diante do valor anterior. Com apenas um dia faltando para o fim do leilão, duvidamos que o carro seja, enfim, vendido.

lotecc1000 (3)

lotecc1000 (4)

[ eBay ]

Matérias relacionadas

Este BMW 320i com 410 km rodados deve ser o Série 3 E36 mais novo do planeta

Dalmo Hernandes

Estes caras transformam as partes “feias” das ruas em arte

Dalmo Hernandes

D-Van Grand Prix: uma corrida feita apenas para vans Dodge com motor V8 – totalmente épico!

Dalmo Hernandes