FlatOut!
Image default
Notícias

Fiscalização da ANP encontrou 16 milhões de litros de etanol adulterado no RJ


No último dia 10 de novembro, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) encontrou etanol adulterado com metanol em revendedores BR, Shell e Ipiranga na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.

Os postos foram interditados pela fiscalização da ANP e o combustível foi recolhido e enviado para os distribuidores para que seja reprocessado de acordo com a regulamentação da Agência. De acordo com as empresas o combustível adulterado veio de uma usina de álcool em Campos dos Goytacazes, e os testes realizados pelos postos ao receber o combustível não detectam esse tipo de adulteração.

Diante do flagrante, a ANP fiscalizou e interditou as bases das distribuidoras que fornecem combustíveis a estes postos. Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, os fiscais encontraram nada menos que 16 milhões de litros de etanol adulterado com metanol. Ainda de acordo com Gois, esta é a maior apreensão de combustível adulterado já feita no Brasil.

A ANP também abriu um processo administrativo para apurar os responsáveis pela adulteração. Tanto distribuidores quanto os postos estão sujeitos a multas que podem ir de R$ 20.000 a R$ 5 milhões.

Em comunicado, as três marcas revendedoras afirmaram ter substituído os fornecedores e regularizado os combustíveis oferecidos.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora