A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Governo quer acabar com novo ano-modelo no início do ano, picape Mercedes aparece em vídeo oficial, Honda conta porque Civic Type R não tem dupla embreagem e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Versão final da picape Mercedes aparece em vídeo

Depois de apresentar apenas um par de conceitos com proporções exageradas, a Mercedes-Benz finalmente começou o roteiro de lançamento da sua inédita picape, a Classe X. O modelo foi apresentado em um daqueles vídeos escuros que não mostram muita coisa, mas certamente irá aparecer em imagens “vazadas” antes de seu lançamento oficial, no próximo dia 18 de julho.

Captura de Tela 2017-07-06 às 11.49.22

Apesar da escuridão, é possível ver alguns detalhes da picape, como por exemplo a grade dianteira semelhante à dos modelos GLE, faróis de LED e uma skidplate prateada na dianteira, frisos cromados nas janelas, maçanetas cromadas, santo-antônio cromado e lanternas verticais de LED, além do logotipo da estrela na parte central da tampa da caçamba.

A Mercedes conseguiu manter segredo sobre seus motores, embora seja amplamente divulgado que a picape é baseada no chassi da Nissan Frontier (e também da Renault Alaskan). É certo que os motores a gasolina sejam da própria Mercedes, provavelmente o 2.0 turbo e o 3.0 V6 biturbo da marca alemã, porém existe uma grande possibilidade de que os motores a diesel seja fornecidos pela Renault/Nissan, como já acontece com alguns de seus modelos comerciais.

 

Projeto de lei quer proibir fabricantes de modificar carros novos em menos de um ano

Todo mundo já notou (e certamente acha bizarro) que o ano novo dos carros brasileiros chega com oito meses de antecipação: atualmente é permitido anunciar um ano-modelo novo a partir de abril. É por isso que você já encontra modelos 2018 a venda nas concessionárias. Essa antecipação, contudo, causa uma situação inusitada: quando o ano novo chega no calendário, alguns carros ganham atualizações no mesmo ano-modelo. Aconteceu em 2012 com o Gol, por exemplo, cujo modelo 2012/2013 ainda era anterior ao facelift e os modelos 2013/2013 já tinham o visual diferente (conhecido como G6).

Para coibir essa prática, tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que pretende proibir os fabricantes de modificar os carros em menos de um ano. Ou seja: se a fabricante lançou o modelo 2017 sem atualizações, ela só poderá modificar o carro depois de 12 meses, com a versão 2018. Além disso, o projeto também pretende mudar a data inicial do lançamento dos novos anos-modelo para 1º de setembro — o que significa que o modelo do ano seguinte só poderá ser lançado com três meses de antecipação.

A proposta de lei, contudo, foi publicada em 2014 e somente no final de junho foi aprovada pela primeira das três comissões da Câmara às quais deverá ser submetida, a Comissão de Defesa do Consumidor.

O próximo passo será a apreciação do projeto pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço (CDEICS). Caso seja aprovado, ela segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e, caso seja aprovado nesta última comissão, será enviado para o Senado Federal, pois tramita em caráter conclusivo — ou seja: não precisa ser votado em plenário.

No Senado o projeto será novamente submetido às três comissões, agora formada por Senadores. Caso seja aprovado no Senado, o projeto segue para o gabinete presidencial, onde poderá ser vetado ou aprovado em até 30 dias.

É um longo caminho, mas também é provável que ele nem seja trilhado por completo: por interferir no livre mercado existe a possibilidade de o projeto ser barrado já na Comissão de Desenvolvimento Econômico.

 

 

Honda diz que Civic Type R não ganhou dupla embreagem devido ao peso do câmbio

honda_civic_type_r_93

Apesar de encarar rivais com câmbios automatizados de embreagem dupla, a nova geração do Civic Type R veio ao mundo à moda antiga: com um câmbio manual de seis marchas espetado no console central. Mas não pense que isso foi um passo em direção ao purismo e à tradição. Segundo a Honda, o Type R só não ganhou um câmbio de embreagem dupla porque a caixa era pesada demais.

A informação é dos australianos do Car Advice, que conversaram com Yuji Matsumochi, líder de projeto do powertrain do Civic. “O Type R precisa de um powertrain leve porque ele tem tração dianteira”, disse Matsumochi na entrevista. “Como o motor é um pouco pesado, a transmissão precisou ser mais leve. Se tivéssemos adotado um câmbio automático ou uma caixa de embreagem dupla adequada ao torque do motor, ela seria muito grande e pesada. O peso na dianteira ficaria muito pesado”, completou.

honda_civic_type_r_616

Evidentemente, a distribuição de peso irregular teria comprometido o comportamento dinâmico do Type R, ainda que o peso fosse adicionado em uma posição baixa, mantendo o centro de gravidade reduzido. Além disso, o câmbio de embreagem dupla teria que usar um sistema úmido para impedir superaquecimento. A diferença de peso entre um manual e um automatizado úmido ou um automático convencional geralmente varia entre 15 e 30 kg.

No fim das contas, a Honda ao menos conseguiu entregar um dos últimos esportivos com câmbio manual. Por outro lado, estamos imaginando o que o carro poderia fazer em Nür com um câmbio mais rápido…

 

Volkswagen confirma nova picape e dois SUVs para o Brasil

vw-t-roc-1

A Volkswagen confirmou nesta semana o lançamento de uma nova picape e dois novos SUVs no mercado Brasileiro. A notícia foi anunciada pelo presidente da marca no Brasil, David Powels durante um evento na fábrica de Taubaté, onde também comemorou a marca de 8 milhões de Gol produzidos.

O executivo não entrou em detalhes sobre os modelos, mas eles certamente serão o T-Roc, que irá substituir o atual Tiguan, e um modelo ainda menor para competir com os SUVs compactos como Jeep Renegade e Honda HR-V.

2014-vw-t-roc-concept1

Já a picape possivelmente será um modelo médio-compacto, posicionado entre a Saveiro e a Amarok, que tentará conquistar um pedaço do segmento dominado pela Fiat Toro (que também deixa uma lasquinha para a Renault Duster Oroch).

 

Hyundai revela novos vídeos do i30N

A chegada do primeiro esportivo de verdade da Hyundai (de verdade, ouviu, Veloster?) está se aproximando e a divisão esportiva da marca continua revelando mais detalhes do seu futuro i30N.

Nestes dois novos vídeos a fabricante coreana conta como desenvolveu a dinâmica do i30, com testes em Nürburgring, em estradinhas do interior da Inglaterra e até no gelo sueco com o piloto da fábrica no WRC, Thierry Neuville.

Infelizmente não há nenhuma menção à motorização, mas ela certamente será um 2.0 turbo com dois níveis de potência, um com 250 cv e outro com 275 cv. O câmbio será manual de seis marchas com um automatizado de embreagem dupla já confirmado pelos coreanos. O refinamento esportivo do i30 também passou pela adoção de amortecedores ajustáveis e um diferencial de deslizamento limitado, além de freios maiores.

Obviamente o visual também será esportivado, com tomadas de ar maiores no para-choques dianteiros, um difusor e um spoiler na traseira. A apresentação do carro está marcada para o próximo dia 13 de julho.

Matérias relacionadas

Este Fiat Uno Mille 1994 de segundo dono e com apenas 29.000 km rodados está à venda!

Dalmo Hernandes

Governo pode mudar forma de cobrança do IPI, BMW diz que câmbios automatizados vão acabar, Dwayne Johnson e Jason Stathan em spin off de “Velozes e Furiosos” e mais!

Leonardo Contesini

Mercedes apresenta o A35 AMG de 306 cv, Ferrari confirma sucessora da LaFerrari e seus planos até 2022, McLaren Senna estará no Salão do Automóvel e mais!

Leonardo Contesini