FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Hemi Dart GSS: mais do que um restomod, a recriação de uma lenda


Em 1968, a Ford tinha o Mustang e a GM tinha o Camaro, lançado no ano anterior. Só faltava à Chrysler um muscle car compacto à altura — o Challenger só seria lançado em 1970. Um Dodge Dart com motor Hemi seria perfeito — se a empresa não achasse que a ideia era bobagem. Mas um homem não achava, e este homem era Mr. Norm, dono da concessionária Grand Spaulding Dodge, em Chicago.

A Grand Spaudling Dodge foi aberta em 1962 por Norman Kraus, na época com 28 anos. Mr. Norm, como ficou conhecido pelos seus clientes, era um empreendedor que decidiu fazer as coisas de um jeito diferente do que as concessionárias faziam: a Grand Spaulding Dodge tinha como público-alvo jovens que queriam carros esportivos. Seu sucesso veio daí — esta era uma faixa praticamente ignorada pelo mercado, e Mr. Norm oferecia a eles uma gama de modelos com motores preparados e estética mais esportiva.

Dealership18

A concessionária de Mr. Norm foi uma das primeiras a instalar um dinamômetro, que era usado para demonstrar a potência extra que seus serviços davam aos carros dos clientes — normalmente, ele testava o carro no dinamômetro junto com o dono antes e depois das modificações. Por esse tipo de coisa, ele ficou conhecido como King of Hi Performance.

Não demorou para que ele partisse para os engine swaps. Aconteceu em 1967, quando ele questionou a Dodge sobre a razão pela qual o Dart não vinha com o motor V8 383 (6 litros) de 330 cv, alimentado por dois carburadores quádruplos. A resposta da companhia foi simples: “não cabe“.

Então, Mr. Norm encomendou um Dart e um V8 383, entregou os dois à sua equipe e fez caber — adotando novos coletores, reposicionando a coluna de direção (e impedindo a instalação de direção hidráulica e ar-condicionado) e modificando os suportes do motor. Mr. Norm levou o carro pronto para os executivos da Chrysler só para provar que eles estavam errados, porém quase imediatamente a Dodge autorizou a produção do Dodge Dart com motor 383. Era o Dart GTS, com 280 cv.

dartgts

Ainda assim, a potência era menor do que a dos concorrentes — o Camaro, por exemplo, tinha motor V8 L78 de 396 pol³ e 375 cv. O Dart GTS ainda não estava bom o bastante. Visto que era possível colocar um motor maior no Dart, Mr. Norm encomendou à Dodge 50 unidades do Dart equipadas com o motor 440 Magnum, de 375 cv. Com algumas modificações estéticas e o sobrenome 440 GSS, os carros foram vendidos muito rápido, e hoje custam bem caro — estima-se que existam apenas 12 deles atualmente, e eles nunca custam menos de US$ 90 mil (R$ 200 mil).

hemidart-original (2) hemidart-original (3) hemidart-original (1)

Porém, o carro mais impressionante feito por Mr. Norm era o Hemi Dart GSS — um monstro feito para arrancadas com motor Hemi 426, alimentado por dois carburadores Holley de corpo quádruplo cuja potência estimada fica entre 600 e 720 cv, dependendo da fonte que se consulta. Foram produzidos 80 exemplares em 1968, quase todos vendidos para equipes de arrancada, e estima-se que hoje tenham sobrado apenas 12 deles. Em outubro de 2013, uma unidade foi arrematada por US$ 125 mil (R$ 277 mil).

gspauldode

A Grand Spaulding Dodge fechou as portas em 1977 por problemas financeiros (acima, a fachada da concessionária atualmente), mas Mr. Norm continuou ativo como preparador e customizador especializado em Mopar, agora com a Mr. Norm’s. E uma de suas maiores criações recentes foi justamente um restomod do Hemi Dart GSS, produzido entre 2007 e 2008 em parceria com a preparadora da Flórida Blue Moon Motorsports. Eles seguiram exatamente as especificações dos Hemi Dart GSS de 1968.

hemidart-5

Cada um dos carros começava como um Dart 1968 original. A Blue Moon o desmontava inteiro e, usando um processo especial de jateamento com água, cada camada de tinta, primer e sujeira da carroceria era removida com água e um inibidor de ferrugem. O metal nu então era examinado detalhadamente a fim de determinar se cada um dos componentes seria restaurado artesanalmente ou substituído por um novo — que seria fabricado do zero se não pudesse ser encontrado. Para deixar o carro mais leve, o carro ganhava capô e para-lamas de fibra de vidro.

hemidart-3 hemidart hemidart-2

A carroceria restaurada, então, ia para a pintura. Primeiro, era lixada e tratada com primer três vezes a fim de eliminar qualquer imperfeição. Depois, recebia o selante, a tinta e várias camadas de verniz transparente. Para secar, primeiro a carroceria era levada para um forno, onde era curada a 65° por 30 minutos, e depois ficava descansando por mais 48 horas. Então chegava a hora de trabalhar na mecânica.

hemidartgss19

O motor feito pela Mr. Norm’s usava como base o Hemi 426 com bloco de ferro ou alumínio e dois carburadores quádruplos da Holley. A Mr. Norms aumentava o curso dos pistões para ampliar o deslocamento para 472 (7,7 litros) ou 528 pol³ (8,6 litros). Em ambos os casos, os motores recebiam virabrequim de aço billet, pistões e bielas forjados e coletores de admissão de alumínio do tipo Cross Ram 2×4. A transmissão podia ser a Hemi 833 manual de quatro marchas ou TorqueFlite automática de três.

A potência dos motores de 472 pol³ ficava entre 610 e 625 cv, com torque de 72 mkgf, enquanto os de 528 pol³  tinham cerca de 720 cv e quase 83 mkgf de torque. Contudo, a Mr. Norm’s garantia que o conjunto aguentava até 850 cv, e oferecia esta opção para quem estivesse disposto a pagar o preço.

hemidartgss02

Além do motor, os carros recebiam uma seleção gigantesca de componentes modernos: novo sistema elétrico freios com discos ventilados de 13 polegadas, slotados e perfurados, diferencial Dana 60 com relação 4.1o, suspensão coilover na dianteira e por feixe de molas na traseira, tudo desenvolvido pelo próprio Mr. Norm e sua equipe. Até mesmo as rodas de 17 polegadas calçadas com pneus Pirelli P-Zero eram feitas sob encomenda pela Hurst.

hemidartoriginal

O Hemi Dart GSS original é um objeto de culto, e por isso era raro que fosse clonado. Em 2007, a Mr. Norm’s garantia que seus carros eram melhores e mais baratos do que qualquer clone, partindo de US$ 149.000 (R$ 330 mil) — e você levava para casa um carro certificado, depois de comparecer à Mr. Norm’s e conhecer o King of Performance em pessoa, que fazia questão de testar o carro no dinamômetro e entregar as chaves nas suas mãos, exatamente como era em 1968.

hemidart-4

Não se sabe ao certo quantos foram feitos entre 2007 e 2008 — o que se sabe é que a Mr. Norm’s fez questão de manter o número abaixo dos 80 Hemi Dart GSS originais. Acredite: é mais difícil encontrar informações atualizadas de carros feitos nos últimos 15 anos (antes do boom da internet) do que de clássicos das décadas de 60 e 70. Ao menos podemos apreciar o trabalho de um dos maiores expoentes do restomod da atualidade.

hemidartgss03

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora