A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Honda e Hyundai interrompem produção no Brasil, navio que bloqueia o Canal de Suez volta a flutuar parcialmente, novo Toyota GR 86 será revelado em 5 de abril e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Honda e Hyundai também interrompem produção no Brasil

Segue a onda de fabricantes interrompendo linhas de produção no Brasil. Agora é a vez da Honda e da Hyundai – que, junto de Volkswagen, Chevrolet, Renault e Toyota, levam a seis o número de fabricantes de automóveis paradas em nosso País (sem contar Mercedes-Bens e Scania, que também interromperam a fabricação de caminhões).

É a segunda vez que a Honda paralisa sua fábrica em Sumaré (SP) em março – no início do mês, o complexo ficou parado por uma semana por conta da falta de semicondutores. Agora, porém, a fabricante diz que o objetivo maior é reduzir a circulação de pessoas na fábrica e, desta forma, diminuir as chances de contágio pelo coronavírus. Assim, tanto a fábrica de Sumaré quanto a unidade de Itirapina (SP) ficarão paralisadas entre os dias 30 de março e 12 de abril.

A Hyundai, por sua vez, anunciou que sua fábrica em Piracicaba (SP) ficará parada entre os dias 30 de março e 4 de abril por determinação da prefeitura da cidade. Ambas as fabricantes discutem com seus respectivos sindicatos quais serão as medidas para compensar a paralisação.

 

 

Navio que bloqueia o Canal de Suez volta a flutuar parcialmente

Após seis dias encalhado no Canal de Suez, o cargueiro Ever Given voltou a flutuar parcialmente. Conforme anunciado hoje pelas autoridades egípcias, a empreitada teve sucesso após mais rebocadores serem adicionados à força-tarefa de remoção do navio.

A Inchcape, empresa responsável por gerenciar a passagem de navios cargueiros pelo canal, disse que o Ever Given já está 80% alinhado, e que a popa (parte traseira) do navio agora está a cerca de 90 metros da margem do canal.

Além de usar 14 navios rebocadores para desencalhar o cargueiro, as equipes que atuam no canal no momento também usaram escavadeiras para remover areia e liberar a passagem do casco – mais de 27.000 toneladas de areia já foram removidas para auxiliar no processo, deixando uma passagem de 18 metros de profundidade livre para a operação de desencalhamento.

Apesar do sucesso parcial, porém, ainda existem 367 navios congestionados pelo bloqueio do Canal de Suez – ou seja, deve levar ainda alguns dias para que a situação se normalize.

 

 

Toyota GR 86 será revelado em 5 de abril

A Toyota anunciou, enfim, a data de lançamento para o GR86, segunda geração de seu esportivo feito em parceria com a Subaru: a próxima segunda-feira, dia 5 de abril. Na ocasião, espera-se que aToyota também revele novidades sobre sua colaboração com a Subaru – recentemente, foi veiculada uma campanha conjunta entre as duas fabricantes com o mote “vamos fazer carros melhores juntos”. Embora ainda não se saiba exatamente o que isto significa, o lançamento de mais modelos desenvolvidos em conjunto por Toyota e Subaru não é descartado.

Espera-se que o GR86 use o mesmo motor boxer de 2,4 litros empregado pelo novo Subaru BRZ, que entrega 230 cv e 25,3 kgfm de torque. Contudo, reportou-se na semana passada que o próprio Akio Toyoda, presidente da fabricante, quer um carro “diferente” do BRZ em termos de dinâmica e outros aspectos. Ou seja: os gêmeos talvez sejam menos idênticos que na geração passada.

 

Sucessor do Lamborghini Aventador pode ser revelado ainda em 2021

Depois de anunciar dois novos modelos com motor V12 ainda para este ano, a Lamborghini começa a deixar escapar novidades sobre o sucessor do Aventador.

De acordo com os britânicos da Autocar, a Lamborghini já faz os preparativos para a chegada do novo flagship – e das duas uma: ou ele será  um dos dois novos modelos com motor V12 previstos para 2021, ou será inspirado por eles.

Fora isto, a Autocar também apurou que o sucessor do Aventador fará uso de tecnologia híbrida. O objetivo é o mesmo de sempre: reduzir emissões, tornar o carro mais econômico e, de quebra, obter alguns cv extras. Não nos surpreenderíamos, pois a chegada do acordo Euro 7 promete limites ainda mais rígidos para emissão de CO2 e dificilmente um V12 aspirado puro conseguiria cumpri-los.

 

Audi e-tron GT começará a ser vendido mês que vem no Brasil

A Audi anuncia que a pré-venda do elétrico e-tron GT no Brasil começará em abril. A data exata ainda não foi divulgada, nem a quantidade de exemplares oferecidos, mas estima-se que inicialmente a Audi traga um lote de 50 a 100 exemplares.

O sedã elétrico vem se juntar aos crossovers e-tron e e-tron Sportback no portfólio de elétricos da Audi, e chega inicialmente na versão RS, a mais potente. Com três motores elétricos, dois na dianteira e um na traseira, ele dispõe de 598 cv o tempo todo e de 646 cv no modo boost – o suficiente para ir de zero a 100 km/h em 3,3 segundos, com máxima limitada em 250 km/h.

A chegada do RS e-tron GT faz parte de um esforço da Audi para ter mais presença no segmento de elétricos. Por conta disto, a fabricante aumentará de 14 para 21 o número de concessionárias com suporte para a linha e-tron, e também investirá R$ 10 milhões na instalação de 200 novas estações de recarga até 2022.

Mercedes-Benz divulga novos detalhes sobre sedã elétrico EQS

Enquanto não apresenta a versão de produção do sedã elétrico EQS, a Mercedes-Benz segue com novas informações sobre o carro. Agora, os alemães revelaram que o EQS será o carro produzido em série com o menor coeficiente aerodinâmico já registrado: apenas 0,20.

Isto significa que o EQS enfrenta baixíssimo arrasto – o que permite melhor aceleração e reduz o consumo de eletricidade. Mas vale lembrar que, entre os carros de produção limitada, o Volkswagen XL1 e o General Motors EV1 tinham coeficiente de arrasto ainda menor: 0,189 e 0,19, respectivamente. Ambos, porém, foram feitos em baixíssima quantidade.

A Mercedes também mostrou o interior do EQS – e deixou claro que gosta mesmo de telas sensíveis ao toque. Se você achou que o novo Classe S tinha muitas, espere até ver que o painel do EQS: toda a sua superfície frontal é dominada por telas.

Oficialmente chamado Hyperscreen, o painel será opcional para o EQS e é realmente impressionante, gostemos da ideia ou não: tem 141 cm de largura, dominados por três telas que totalizam uma área de 2,43 metros quadrados. Todas as funções do carro, com exceção da partida e do pisca-alerta, poderão ser controladas através da tela, ou pelo sistema MBUX com comandos de voz.

A Mercedes diz que a superfície de vidro do painel é temperada em um processo especial a 650°C, e que conta com uma película desenvolvida especificamente para “simplificar a limpeza” das telas.

Caso o comprador do EQS prefira algo mais simples e abra mão da Hyperscreen, o carro virá com a mesma tela vertical de 12,8 polegadas usada pelo Classe S.

Matérias relacionadas

Nós assistimos à estreia da segunda temporada de The Grand Tour e… gostamos!

Leonardo Contesini

Fenyr Supersport é o novo supercarro árabe, um trator feito pela Pininfarina, um Alfa Romeo especial para Dubai e mais!

Leonardo Contesini

Acordo com União Europeia irá zerar imposto de importação, o novo Audi S8 de 571 cv, os detalhes do novo Defender e mais!