A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos

Ikura’s Amefes: quando muscle cars de corrida aceleram no Japão!

Nós aqui no FlatOut (e, certamente, vocês leitores também) gostamos muito da cultura automotiva japonesa — há dezenas de posts no site que comprovam isto, e eles são sempre muito bem recebidos. Isto se deve, provavelmente, à riqueza da car culture do Japão, repleta de modelos exclusivos, esportivos lendários, estilos de customização único e personagens marcantes.

No entanto, um dos aspectos mais interessantes da comunidade automotiva do Japão é sua tendência em absorver estilos, tendências e paixões de outros lugares — especialmente dos EUA. Uma prova disso é o D-Van Grand Prix, um campeonato só para vans da Dodge com motor V8 fabricadas nos anos 70 e 80. Elas que são importadas dos Estados Unidos para o Japão e transformadas em carros de corrida de verdade, com gaiolas de proteção, motores preparados, interior espartano e pneus slick.

No entanto, há quem prefira o verdadeiro american muscle. E não estamos falando só do Japão, mais de todos os lugares do mundo. A diferença é que, como é de costume no Japão, os caras não medem esforços para viver o que gostam — se for preciso gastar rios de dinheiro para importar um muscle car, restaurá-lo e transformar em daily driver ou carro de corrida, pode ter certeza de que alguém (ou mais de um alguém) irá fazer tudo isto. E ainda vai achar mais gente que o faça.

scaj (26)

Muito mais

 

É o caso da SCAJ — Stock Car Club of All Japan. São caras que se dedicam a preparar e pilotar muscle cars americanos em circuitos espalhados por todo o arquipélago. No entanto, seu evento principal acontece uma vez por ano, entre março e abril, durante a Golden Week. Trata-se de uma semana inteira de folga, onde se comemora diversos feriados — começando pelo Dia do Imperador, no dia 29 de abril, e terminando com o Dia das Crianças, em 5 de maio.

main_image

Seu nome é Ikura’s Amefest, que acontece todos os anos no famoso circuito de Fuji Speedway. É um fim de semana inteiro dedicado não apenas aos muscle cars, mas também a tudo o que rodeia a cultura automotiva americana — corridas de arrancada, hot rods e pin-ups, vestuário e até bandas de rock tocando ao vivo.

Naturalmente, porém, são os carros que roubam a cena. São centenas de automóveis estacionados por toda a área do circuito — carros americanos que vão dos primeiros Chevrolet Corvette e Shelby Cobra até supercarros raros como o De Tomaso Pantera e o Ford GT, passando por todo tipo de muscle car que você possa imaginar. Ou você achou mesmo que os japoneses iriam se contentar “apenas” com Camaro, Mustang e Challenger?

Vintage-American-01_01

Não, senhor! Estamos falando de carros americanos anteriores mesmo à popularização do termo “muscle car”, especialmente os Ford e Chevrolet dos anos 50; lowriders, funny cars de arrancada, carros restaurados nos mínimos detalhes e verdadeiros monstros pro-touring. E estamos falando de coisa de alto nível mesmo — como este Ford Falcon equipado com um V8 289 que passou por uma preparação old school (componentes internos reforçados, carburador maior, comando mais agressivo e novo sistema de escape).

mike-garrett

Foto: Mike Garrett/Speedhunters

O visual é inspirado nos carros que competiram na Nascar na virada da década de 1970 (como o Ford Galaxie “Yellow Banana” ou o Chevrolet Chevelle de Smokey Yunick), porém com uma personalidade própria — os para-lamas alargados e a decoração da carroceria não nos deixam esquecer que este carro está no Japão.

Ele foi, inclusive, preparado por uma oficina japonesa especializada, que apropriadamente se chama Muscle Car Japan e fica na cidade de Kanagawa, província de Kanto. A maioria dos carros que saem dali vai direto para a pista, com gaiola de proteção, célula de combustível no porta-malas, suspensão independente nas quatro rodas e motores preparados na medida certa, sem exageros e, de preferência, com componentes de época.

scaj (1)scaj (25) scaj (22)

Como é costume no Japão, o Amefes é um evento democrático. As corridas, que são a atração principal, são divididas em categorias bastante maleáveis, separadas pelo ano de fabricação do carro, pelo modo de preparação e pela experiência do piloto.

Se você é um cara que tem um muscle car quase original e não é muito bom de braço, por exemplo, pode ter certeza de que não será obrigado a dividir o asfalto de Fuji com pilotos de mão cheia em máquinas de alto nível — você vai curtir umas voltas ao lado de caras que estão na mesma situação que você.

Seja você um fã de arrancadas ou de corridas em circuitos sinuosos, pode ter certeza de que alguma das categorias irá lhe servir. Ah, e se você só tiver um carro japonês, não se preocupe: eles também têm vez, e formam um belo contraste com os americanos.

japan

Dito isto, se você quiser, também pode curtir um fim de semana tranquilo, rodeado de carros americanos e de pessoas que querem levar um pouco da car culture americana pra o outro lado do mundo, comendo um churrasco de hambúrguer e ouvindo o bom e velho rock and roll. Não faltam coisas para ver, como a galeria que encerra este post deixa bem claro:

scaj (7) scaj (8) scaj (9) scaj (10) scaj (11)scaj (12) scaj (13) scaj (14) scaj (15) scaj (16) scaj (17) scaj (18) scaj (19) scaj (20) scaj (21)

 

Matérias relacionadas

Como era o mundo quando o Fusca começou a ser produzido?

Leonardo Contesini

Isto é um Porsche 959 com 773 cv que anda tanto quanto um 918 Spyder

Dalmo Hernandes

#10yearChallenge sobre rodas: comparando 10 carros em 2009 com suas versões de 2019

Leonardo Contesini