A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Jeep Renegade de cara nova, V8 Turbo da Ferrari eleito o melhor motor do mundo, Toyota Supra na Nascar e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Jeep Renegade ganha novo visual e motores turbo – mas só na Europa

2019-jeep-renegade-02

O Jeep Renegade está iniciando seu quarto ano de mercado e, como todos nós sabemos, isso significa que é hora de atualizar o visual do modelo, retomando fôlego para a segunda metade de sua vida. Pois a FCA apresentou hoje o novo visual do Renegade, que agora também é equipado somente com motores turbo a gasolina.

As novidades estéticas foram apenas retoques sutis, que deixaram o Renegade mais moderno. Os faróis foram redesenhados internamente, enquanto a grade ganhou um novo acabamento e formato. O para-choques dianteiro também foi remodelado com novas tomadas de ar. Na traseira as mudanças foram mais sutis, com leves retoques nas lanternas, no para-choques e uma nova maçaneta para a tampa do porta-malas. Ainda não há imagens do interior, que também deve ter sido sutilmente remodelado e certamente terá o novo sistema multimídia da marca, já presente no Argo.

jeep-renegade-2019-2-1528290192775_v2_750x421

A principal novidade, contudo, está sob o capô: os novos motores Firefly turbo 1.0 e 1.3. O motor de 1 litro é uma variação do atual 1.0 de três cilindros usado no Uno, com trem-de-válvulas Multiair II, injeção direta e turbo para produzir 120 cv. O 1.3 tem as mesmas características, porém com quatro cilindros e dois níveis de potência: 150 cv e 180 cv.

A reestilização do Renegade chegará ao Brasil pouco antes do Salão do Automóvel, mas inicialmente manterá os mesmos motores 1.8 flex e 2.0 turbodiesel. Os motores Firefly turbo vão estrear no Brasil somente em 2019 no Argo e no Cronos, e depois migrarão para outros modelos.

 

 

BMW M140i começa a ser vendido por R$ 270.000

p90258000_highres_the-new-bmw-1-series

 

A BMW anunciou nesta semana a chegada da linha 2019 do M140i por R$ 270.000. O modelo está em seus últimos meses de vida, uma vez que a nova geração da Série 1 está prevista para os próximos meses na Europa, e também será apresentada no Salão do Automóvel em novembro. Isso também significa que esta é a última configuração da Série 1 com tração traseira e motor seis-em-linha turbo.

p90257963_highres_the-new-bmw-1-series

O motor 3.0 usa um único turbo com fluxo duplo para produzir 340 cv e 51 kgfm, e trabalha com o câmbio automático de oito marchas para enviar a força às rodas traseiras. O modelo ainda tem suspensão e sistema de direção adaptativos, com modos Sport e Sport +.

p90258001_highres_the-new-bmw-1-series

O modelo também tem o pacote M, que inclui detalhes metálicos na carroceria, saídas duplas de escape e pinças de freios pintadas de azul. No lado de dentro, o M140i tem ar-condicionado digital com duas zonas, sistema multimídia com GPS e áudio Harman Kardon de 360 watts, e quatro opções de revestimento de couro ou Alcantara.

 

 

V8 3.9 biturbo da Ferrari é eleito o motor do ano

ferrari_488_pista_6

O motor V8 3.9 biturbo da Ferrari faturou pelo terceiro ano consecutivo o prêmio International Engine of the Year, que seleciona e premia anualmente os melhores motores do planeta. O V8 3.9, como você já deve saber, é o motor que equipa a Ferrari 488, a California T e a mais recente GTC4 Lusso T. Além de selecionar o melhor motor do ano, o comitê julgador também escolhe os melhores motores em categorias por deslocamento, onde o V8 também faturou a categoria de três a quatro litros.

Embora já esteja por aí desde o lançamento da California T, em 2014, o V8 ganhou uma nova variação com o lançamento da Ferrari 488 Pista, com insanos 720 cv de potência e 78,3 kgfm que fazem dele o V8 mais potente da história da marca. Na votação, o V8 italiano massacrou o segundo colocado, o 3.0 turbo da Porsche, por uma diferença de 288 votos — foram 486 votos para o italiano e 186 votos para o alemão. Em terceiro, com 158 pontos, ficou o novo V12 de 6,5 litros da Ferrari 812 Superfast.

geneva-ferrari-488-pista-1

Sobre a terceira vitória do V8 da Ferrari, o presidente da premiação, Dean Slavnich, disse o seguinte: “Na 488 GTB o motor 3.9 de oito cilindros era um exemplar quase perfeito de um motor turbo de alto desempenho, elevando a barra tão alto que acabou varrendo os rivais. Mas, ao ser retrabalhado para a 488 Pista, o melhor motor do mundo ficou ainda melhor. Sem dúvida estamos vendo uma aula de engenharia da Ferrari. Nenhum lag do turbo, entrega perfeita, emoção bruta, um ronco furioso e muita potência — este V8 da Ferrari é uma obra de arte.”

 

Toyota pode usar Supra na Nascar

toyota_gr_supra_racing_concept_685

Com a Chevrolet substituindo o SS pelo Camaro na Nascar, e a Ford planejando fazer o mesmo a partir de 2019, a Toyota ficará meio deslocada com a bolha do Camry na competição americana. Pois isso pode mudar em breve graças ao próximo Supra e… aos SUV.

 

Desde que ingressou na Nascar, a Toyota adotou o visual do Camry para a categoria de topo da competição, a Cup Series. O motivo da escolha se deve mais ao fato de o Camry ser o modelo mais vendido da marca nos EUA do que à falta de um esportivo que pudesse emprestar seu visual aos carros de corrida. Mas agora, duas mudanças estão acontecendo e deverão mudar esta história. A primeira é que, embora ainda seja líder de vendas, o Camry está perdendo espaço para os SUV, algo que já aconteceu com o Fusion e com o Chevrolet SS por lá. A segunda, claro, é a chegada do novo Supra, que tem uma certa reputação nos EUA e parece bem mais adequado a encarar Mustang e Camaro nas pistas e nas lojas.

O assunto ainda não é confirmado nem comentado pela Toyota, mas o Sports Business Journal e a Fox News apuraram com fontes em off que a mudança está sendo realmente planejada pelos japoneses. De repente a Nascar ficou ainda mais legal…

 

Bugatti Chiron ganha versão Lego Technic

bugatti-chiron-lego-technic-32

A Lego acaba de tornar a propriedade de um Bugatti Chiron um pouco mais real para os entusiastas que não têm dezenas de casas, helicópteros, barcos, aviões e obras de arte. A fabricante dinamarquesa de blocos de montar acaba de lançar uma versão em escala 1:8 do hipercarro em sua linha Technic. Isso significa que ele não será barato nem mesmo na Dinamarca ou nos EUA, mas você não esperava que um Bugatti, ainda que de plástico, fosse barato, não?

bugatti-chiron-lego-technic-5

Com 3.599 peças, o Bugatti Chiron será vendido por US$ 350 lá fora (o que dá pouco menos de R$ 1.300 em conversão direta), e terá componentes móveis para reproduzir o motor, suspensão e sistema de direção, como os demais modelos da linha Technic, além de asa móvel, borboletas móveis e até mesmo a chave para ativar o modo top Speed, que altera a altura da suspensão e a da asa. Segundo a Lego, o modelo foi desenvolvido em parceria com a própria Bugatti, embora isso não signifique muito sem detalhar qual foi o papel da Bugatti no desenvolvimento.

bugatti-chiron-lego-technic-4

Como dito mais acima, ele tem escala 1:8, o que se traduz em 14 cm de altura, 56 cm de comprimento e 25 cm de largura. Cada unidade terá um número de série que permitirá acessar conteúdos exclusivos no site oficial da Lego Technic.

Matérias relacionadas

Uma Caravan com motor 250-S, um raro sedã sueco dos anos 70, um Audi A3 com motor 1.9 e mais novidades no GT40

Dalmo Hernandes

Honda Prelude do Barata: os detalhes da preparação e do que será feito futuramente

Juliano Barata

Ferrari 488 terá versão GT3, taxistas agridem passageiros do Uber, as versões do Porsche 911 reestilizado e mais!

Leonardo Contesini