A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes-Benz apresenta elétrico EQA, VW traz de volta o Polo Harlequin, Hennessey anuncia Ram 1500 TRX com mais de 1.000 cv e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Mercedes-Benz EQA: versão elétrica do GLA é revelada

A Mercedes-Benz apresentou hoje (20) mais um carro elétrico para a família EQ. Desta vez, trata-se do SUV compacto Mercedes-Benz EQA, derivado do GLA com motor a combustão.

O parentesco entre os dois modelos é evidente pelo formato da carroceria e pelas proporções, mas a Mercedes tratou de dar ao EQA a identidade visual de sua família de elétricos, com faróis e grade específicos, além de novas lanternas traseiras ligadas por um barra de LEDs.

O interior também é praticamente idêntico ao do GLA, diferenciando-se pela possibilidade de optar por duas telas de sete polegadas ou duas telas widescreen de 10,25 polegadas para o sistema de infotainment MBUX.

O que realmente importa, porém, é o powertrain. Inicialmente disponível apenas na versão EQA 250, o crossover é equipado com um motor elétrico que entrega 185 cv e 38,2 kgfm para as rodas dianteiras. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 8,9 segundos, com máxima limitada em 160 km/h. A autonomia, com uma bateria de 66,5 kWh, é de generosos 426 km. Mais adiante haverá outras versões – incluindo uma com dois motores, mais de 260 cv e autonomia superior a 500 km.

Por ora, o Mercedes-Benz EQA está disponível na Europa, e parte de £ 47.000 (cerca de R$ 302.000 em conversão direta).

 

Hennessey apresenta picape Mammoth TRX com mais de 1.000 cv

Embora tenha concentrado todos seus esforços no novo Venom F5, a Hennessey não parou de investir em seus kits de preparação que dão a carros americanos figuras obscenas de potência e torque. O mais recente deles é o pacote Mammoth para a RAM 1500 Rebel TRX, revelado ontem.

Obviamente seguindo a temática dos animais pré-históricos, a Mammoth TRX aproveita o motor V8 Hellcat original, evidentemente, e segue a cartilha da Hennessey ao receber um novo supercharger, novas polias, coletores de aço inox, escapamento com fluxo mais livre e uma reprogramação na ECU. Com isto, o motor de 6,2 litros passa de 712 cv e 89,8 kgfm para 1.026 cv (!) e 134 kgfm de (!!). A Hennessey garante que é a mais potente e rápida Ram do planeta, capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,6 segundos.

Além da força extra, a Mammoth TRX também tem um lift kit na suspensão, que fica 6,35 cm mais alta, e é complementada por pneus de 35 polegadas, novas rodas de 10 raios e um novo para-choque dianteiro com barra de LED. Também há conveniências como acionamento elétrico da tampa traseira e escadas retráteis para facilitar o acesso ao interior.

Serão feitas apenas 200 unidades da Mammoth TRX em 2021, e ela já pode ser encomendada no site da Hennessey.

 

Volkswagen faz Polo Harlequin para relembrar os anos 90

Os modelos Harlequin da Volkswagen – Golf e Polo – foram feitos na década de 1990. Apesar do estranhamento causado pela carroceria colorida na época, com o passar do tempo eles passaram a ser admirados e desejados pela comunidade VAG. E a fabricante não esqueceu disto: nesta semana, a divisão holandesa da Volks decidiu reviver as cores com um exemplar one-off do Polo Harlequin.

O carro imita exatamente as mesmas cores que o Polo Harlequin original, feito em 1995 para marcar o lançamento da terceira geração – azul “Chagall Blue”, amarelo “Ginster Yellow”, verde “Pistacchio Green” e vermelho “Tornado Red”. De forma improvável, o Polo Harlequin fez bastante sucesso na época, com mais de 3.000 exemplares vendidos. Era bem mais do que a Volkswagen previa.

O novo Polo Harlequin, porém, não será uma série limitada – ele foi feito por pura nostalgia. Seu destino provável é o museu da Volkswagen em Aalburg, nos Países Baixos.

 

VW prepara T-Cross 2022 com nova grade e emblema

Uma novidade mais real e palpável da Volkswagen será revelada ainda este ano, de acordo com os colegas do Autos Segredos. O bem sucedido T-Cross receberá uma pequena atualização na linha 2022, adequando-se à nova identidade visual global da marca com o novo emblema VW. Para acomodá-lo, o SUV deverá receber uma grade levemente redesenhada – e a fabricante deve aproveitar também para fazer algumas mudanças no para-choque.

Por dentro, o T-Cross deve ganhar o mesmo volante do Nivus. Fora isto, continuará com os mesmos motores 1.0 e 1.4 turbo TSI, sendo que apenas o 1.0 poderá vir com câmbio manual de seis marchas. O 1.4 deverá manter-se apenas com o câmbio automático de seis marchas.

O novo VW T-Cross 2022 está previsto para estrear em agosto deste ano.

 

Ares Design renova Porsche 911 Turbo 964

A Ares Design, companhia do ex-CEO da Lotus, Dany Bahar, não parece querer descansar. Depois de vários projetos de renovação de clássicos feitos por eles – alguns mais ousados que outros, como um novo De Tomaso Pantera e o supercarro Modena (feito com base no Corvette C8), agora é a vez do Porsche 911. Mais especificamente, a geração 964 do Porsche 911 Turbo com motor 3.6, fabricada apenas em 1993.

O carro foi feito por encomenda de um cliente, que pediu exclusividade – ele será um one-off. Mas não deixa de ser interessante, pois é um restomod mais fiel às linhas originais do carro do que andamos vendo nos últimos anos.

O carro preto teve a carroceria toda refeita, respeitando as formas clássicas do 964, e complementada por uma tampa traseira feita sob medida com spoiler duck tail integrado. Também foram colocados alguns elementos cromados, como as molduras das janelas e dos faróis – que usam projetores modernos disfarçados pelas lentes estriadas.

As rodas são inspiradas pelas clássicas Fuchs, pintadas de preto com as bordas polidas e decoradas com discretas pinças vermelhas nos freios. A temática escura repete-se no interior, que abusa da Alcantara preta com costuras brancas contrastantes e tecido pied-de-poule no painel.

A Ares também modificou o motor. O flat-six de 3,6 litros recebeu um novo turbocompressor e um novo intercooler. Embora não tenha dado detalhes, a empresa diz que a potência aumentou de 365 cv para 430 cv.

Matérias relacionadas

Todo mundo tem uma história com um Fusca. Qual é a sua?

Dalmo Hernandes

Governo anuncia Rota 2030, Supra deverá estrear em Goodwood, Chevrolet revela preços e versões da Spin e mais!

Leonardo Contesini

Toyota Corolla GR-Sport tem preço revelado, a nova Harley-Davidson Pan America, Golf GTI Edition 45 tem fotos vazadas e mais

Dalmo Hernandes