A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Mick Schumacher correrá pela Haas em 2021, os mais vendidos de novembro, Ford confirma novo Bronco para o Brasil em 2021 e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Mick Schumacher correrá pela Haas em 2021

Antes mesmo do chocante acidente que sofreu neste domingo, Romain Grosjean já havia anunciado, no final de outubro, que não seguiria com a Haas após o fim da temporada – e o colega de equipe Kevin Magnussen fez o mesmo. Desde então especulou-se quem seriam seus substitutos, mas agora eles foram anunciados: o alemão Mick Schumacher e o russo Nikita Mazepin, ambos atualmente na Fórmula 2. Os dois foram confirmados ontem como pilotos titulares da Haas em 2021.

Certamente as atenções se voltam para Mick. Além de ser o herdeiro de Michael Schumacher, ele no momento lidera o campeonato mundial de Fórmula 2 por 14 pontos, com apenas uma etapa para o fim do campeonato. Tanto Schumacher quanto Mazepin venceram duas corridas na F2 em 2020.

Com a nova escalação, a Haas fará uma manobra interessante e arriscada, trocando dois pilotos experientes por dois novatos.

O anúncio também significa que Pietro Fittipaldi, que irá substituir Grosjean na próxima corrida – o GP de Sakhir, no anel externo do Circuito Internacional do Bahrein – voltará à reserva quando o suíço retornar do afastamento. Não será desta vez que um brasileiro estará no grid da Fórmula 1 de forma permanente.

 

George Russell substituirá Lewis Hamilton no GP de Sakhir

Falando em afastamentos e substituições, a Mercedes-AMG Petronas também anunciou quem ficará no lugar de Lewis Hamilton no GP de Sakhir: George Russell, da Williams.

A oportunidade na Mercedes certamente será bem vinda. Embora tenha mostrado bons resultados desde que estreou no ano passado, Russell não pode fazer muito com a Williams, que passa por uma péssima fase no momento. Ele ainda não pontuou, mas é considerado uma das promessas da categoria para os próximos anos.

Toto Wolff, diretor da Mercedes F1, expressou em nota seus agradecimentos à Williams.

“Não será uma tarefa fácil a transição da Williams para o Mercedes W11, mas George está pronto para correr e tem uma compreensão detalhada dos pneus de 2020 e de como eles funcionam nos carros desta geração”, disse Wolff. “Ele vem mostrando um desempenho impressionante com a Williams nesta temporada, e tenho certeza de que ele fará uma ótima corrida ao lado de Valtteri, que será uma grande referência.”

 

Wolff também aproveitou para mencionar que será a primeira vez que um membro do programa de jovens pilotos da Mercedes participará de um GP pela equipe.

O lugar de George Russell na Williams será ocupado por Jack Aitken, britânico de 25 anos que atualmente corre na Fórmula 2 pela equipe Campos Racing.

 

Os carros mais vendidos em novembro de 2020

Já foi divulgada a lista dos carros mais vendidos no mês de novembro, e a quantidade de emplacamentos mostra que as vendas voltaram ao patamar de antes da pandemia: houve um aumento de 4,65%, com 225.000 carros emplacados no mês.

O Chevrolet Onix segue na liderança, com 14.292 exemplares emplacados – um aumento de mais de 2.000 unidades em relação ao mês passado. E mais: a Chevrolet conseguiu uma dobradinha no ranking: na segunda posição vem o Onix Plus, que teve 12.135 exemplares emplacados contra pouco mais de 8.000 no mês passado, saltando da quarta para a segunda posição no top 10.

Com isto, a Fiat Strada deixa a segunda posição – agora, com 9.614 exemplares, ela é o terceiro modelo mais vendido.

Na quarta posição vem o Hyundai HB20, que em novembro teve 9.465 unidades emplacadas – exatamente 1.100 a mais que o quinto colocado, o Fiat Argo, que teve 8.455 exemplares registrados. O Volkswagen Gol, após um leve aumento nas vendas nos últimos meses, vendeu exatos 8.400 exemplares e fica na sexta colocação. Já o Ford Ka mantém-se em sétimo, com aumento marginal em relação ao mês passado – de 7.492 para 7.526 unidades.

Em oitavo vem a Fiat Toro, novidade no top 10 com 6.611 unidades emplacadas. Logo atrás dela vem o Jeep Renegade, que no mês passado ficou na lanterna com 6.042 exemplares e, agora, teve 6.544 emplacamentos. E o Chevrolet Tracker, que terminou outubro na oitava posição com 6.595 exemplares, agora fecha o ranking dos 10 mais vendidos com 6.428 unidades emplacadas.

 

Ford confirma novo Bronco, Mustang Mach 1 e Ranger Black no Brasil em 2021

A Ford anunciou ontem (1º) seus planos para 2021 no Brasil. O anúncio foi feito através de uma transmissão ao vivo, na qual o presidente da Ford para a América do Sul, Lyle Waters, confirmou a chegada do novo Bronco, bem como do Mustang Mach 1 e da Ranger Black.

O Bronco, ao contrário do que se imaginava, virá como uma família de utilitários – ou seja, além do Bronco Sport, cujo lançamento já era dado como certo, também teremos o Bronco tradicional. O primeiro será o rival da Ford para o Jeep Compass, o Corolla Cross e o Volkswagen Taos e, com isto, deve chegar primeiro – aproveitando a isenção fiscal para veículos importados do México, inclusive. Já o Bronco full-size deve demorar mais: o futuro rival do Jeep Wrangler será produzido nos EUA, onde há fila de espera de até 18 meses para quem já encomendou o seu.

O Mustang Mach 1 também fará sua estreia em 2021, segundo a Ford. Apresentado em junho deste, o Mach 1 é equipado com um motor V8 5.0 mais potente, de 486 cv e 58 kgfm contra 466 cv e 56,7 kgfm do Mustang GT, e ficará posicionado acima deste. O câmbio será exclusivamente automático de dez marchas. O preço ainda não foi definido, mas o Mustang GT atualmente custa R$ 315.900, então o Mach 1 pode chegar bem mais perto dos R$ 400.000.

Por fim, foi confirmada também a Ford Ranger Black, que será uma versão com pegada mais luxuosa e sofisticada que a Ranger Storm, porém provavelmente com o mesmo nível de equipamentos. O motor a ser usado ainda não foi definido, mas deverá ser um turbodiesel.

 

Novo Audi A5 Sportback é lançado no Brasil

A Audi segue com novidades no mercado brasileiro nesta reta final de 2020. Agora, é a vez do novo A5 Sportback, que teve sua reestilização apresentada na Europa há cerca de um ano, com nova grade “Singleframe”, lanternas traseiras redesenhadas, novas opções de cor para a carroceria e novos modelos de roda.

O “cupê de quatro portas” chega ao Brasil em duas versões, com preços começando em R$ 284.990 e entregas marcadas para o mês de janeiro. O carro é movido pelo motor 2.0 TFSI de 190 cv e 32,6 kgfm de torque, ligado à caixa S-Tronic de dupla embreagem e sete marchas.

Há também um sistema híbrido leve de 12 volts, usado para mover o veículo em determinadas situações a velocidades entre 55 e 160 km/h; e o sistema start-stop, que funciona a partir de 22 km/h. Segundo a fabricante, o A5 Sportback é capaz de ir de zero a 100 km/h em 7,3 segundos.

A Audi optou, como é costume agora, por não divulgar mais informações – como os nomes das versões ou o preço da versão de topo. Pelo visto, só em janeiro.

Matérias relacionadas

José Luiz Vieira (1932-2020) – O adeus ao criador da Motor 3

Marco Antônio Oliveira

O código automotivo de Quentin Tarantino – a relação entre os filmes contada pelos carros

Leonardo Contesini

Os carros mais icônicos (e colecionáveis) da década de 1990 – parte 1

Dalmo Hernandes